Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Bandeja de qualidade

Descubra como fazer refeições saudáveis e seguras em restaurantes self-service seguindo dicas de especialistas.

Foto: Think Stock

É possível fazer refeições saudáveis em restaurantes self-service, pois a maioria possui fartas opções de verduras e legumes

A vida cosmopolita e apressada das pessoas faz com que alguns hábitos sejam deixados de lado. Fazer as refeições em casa é praticamente coisa do passado, visto que a maioria das pessoas não consegue ter tempo hábil para voltar para casa durante o horário de trabalho, e, menos ainda, para preparar os pratos.

Assim, os tradicionais restaurantes self-service - ou por quilo - passaram ganhar a preferência no horário do almoço, pois, além de otimizar o tempo, há sempre um deles por perto e com um preço convidativo. Tempos atrás, esse tipo de estabelecimento era considerado um vilão para quem quisesse ter uma alimentação mais saudável, por reunir em um mesmo espaço várias opções de gostosuras e pratos calóricos.

Mas, hoje em dia, os restaurantes por quilo oferecem alternativas mais saudáveis, naturais e até sem carne. "É possível se alimentar bem em restaurante self-service, desde que se faça a seleção correta dos alimentos", pontua nutricionista e mestre em bioquímica Simara Rufatto Conde.

Proporções ideais

O famoso prato colorido é a pedida certa para as refeições por quilo. De acordo com Simara, a variedade de cores dos alimentos reflete pratos saudáveis e equilibrados. "É preciso ter bastante verduras e legumes, uma fonte de proteína - como a carne -, uma de carboidratos - como arroz, massa, batata ou mandioca -, outra de leguminosas - como feijão, lentilha, soja e grão de bico - e uma fruta para sobremesa", indica a nutricionista.

Foto: Think Stock

A maioria dos restaurantes por quilo possui opções de pratos frios, quentes e sobremesas

Alimentos fritos ou gordurosos - como a pele do frango ou a gordura da carne, por exemplo - devem ser evitados sempre. Outra dica para se alimentar de maneira mais saudável, menos calórica e ainda pagar menos na hora de pesar a refeição é abusar das saladas e reservar metade do espaço do prato para os legumes e as verduras.

Benefícios do self-service

De acordo com a nutricionista-gerente do restaurante carioca Couve Flor Saladas e Massas, Maria José Magno, a principal vantagem de fazer as refeições em restaurantes por quilo é a variedade de opções de alimentos existentes, que ajuda na montagem de um prato saudável.

"Mas é preciso ter cuidado para não se servir por gula. Por isso, é indicado que os clientes andem pelo bufê para mentalizar o que vão querer. Se pegar por impulso, vai montar um prato que não tenha tanta qualidade", alerta Maria José.

O preço é outro grande atrativo dos bufês por quilo, pois você paga pelo o que realmente vai consumir, normalmente, sem deixar sobras no prato. A vantagem fica ainda maior para as pessoas que costumam comer pequenas porções - mas quem se alimenta de maneira mais farta, pode não encontrar nos self-services a melhor opção sob a ótica financeira.

Foto: Think Stock

A grande variedade oferecida pelos self-services pode ser prejudicial para a qualidade da alimentação, caso o prato fique coberto de opções mais gordurosas e calóricas

Cuidados necessários

Antes de escolher um restaurante, você precisa prestar atenção em certos detalhes da estrutura do estabelecimento que garantem a segurança da comida. Segundo Simara, os alimentos devem ser acondicionados em balcões térmicos: frios para as saladas - refrigerados em no mínimo 10°C - e quentes para os demais pratos - com temperatura média de 65°C.

"O grupo alimentar que é mais fácil de ser contaminado, caso não esteja na temperatura correta, é a proteína. No entanto, desde que mantidos de maneira ideal, todos os pratos podem ser degustados com segurança", pontua Simara. A exposição do alimento no bufê também pode atrapalhar seu armazenamento.

Segundo Maria José, é preciso observar qual é o aspecto da comida, antes de servir-se. "Preparamos os pratos aos poucos e fazemos a reposição constante. Não cozinhamos aquelas paneladas, como muitos restaurantes. Conseguimos aquecer todas as comidas no vapor, levando à temperatura de180 graus, e, assim, assegurar a qualidade dos alimentos", informa.

Dicas para comer por quilo e com segurança

- É preciso ter sempre pelo menos uma pessoa responsável pela reposição no bufê.
- As travessas não devem estar tão cheias, pois isso indicaria que é feita a reposição constante.
- Jamais se sirva de um bufê em que os pratos estão com cara de 'final de festa', ou seja, com aspecto mais ressecado e pouquíssima quantidade.
- Restaurantes que possuem nutricionista responsável acabam sendo mais confiáveis, pois a profissional fará a supervisão de todo processo de preparação do alimento, desde a escolha dos produtos e do cardápio até o controlo higiênico e sanitário.

Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Restaurantes em São Paulo com menu especial para o Dia das Mães 2021

Restaurantes

30 lugares para pedir delivery de parmegiana em São Paulo

Restaurantes

Mizuki Poke aposta em seis opções de pokes diferenciados; saiba mais!

Restaurantes

Starbucks lança combinações exclusivas para o delivery com 15% de desconto; saiba mais!

Restaurantes

Restaurantes em São Paulo para pedir delivery na Páscoa 2021

Restaurantes

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes