Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Licença-maternidade da chef

Além das mudanças no corpo e na vida, a chef está implementando novidades nos seus restaurantes.

Foto: Getty Images


É muito comum ouvirmos que toda grávida faz isso assim, assim, assado; que grávida sempre fica ansiosa para resolver as coisas; que grávida isso, que grávida, aquilo. Mas a verdade é que não somos uma categoria e tudo vai depender de como está a vida no momento em que você descobre que, dali para frente, as coisas vão começar a mudar.


Não sei se todas se apavoram, nem vou dizer que eu me apavorei, mas vamos combinar: tenho dois restaurantes que funcionam para o jantar e ficam abertos até tarde. Sempre fui extremamente boêmia e, mesmo sem precisar, adoro fechar o restaurante. Faço uma cozinha autoral que não deve ficar muito tempo sem o olhar de seu criador, independentemente do quão boa é a equipe envolvida. Gosto de mudar o cardápio sempre que me dá vontade. Enfim, cuido destes meus dois primeiros filhos, o Miam Miam e o Oui Oui, com todo o carinho e prazer do mundo.

Foi inevitável. Assim que veio a notícia da gravidez, eu passava pelo menos algumas horinhas do dia - todos os dias - pensando em como será o depois. Só parei de pensar nisso há duas semanas, quando passei a abrir o Oui Oui para o almoço.


Apesar de servir almoço ser quase como abrir um novo restaurante - nova operação, nova equipe, novo cardápio, novo conceito, novo público, novo tudo -, em momento algum eu pensei que estaria me atarefando ainda mais. Pelo contrário. Coloquei em prática um projeto que estava na gaveta esperando o momento certo para ser implementado e, de quebra, criei para mim um refúgio, um porto seguro pós-parto. Aconteça o que acontecer, e eu não tenho a menor ideia do que vai acontecer com a minha vida daqui para frente, posso pensar em colocar o bebê no carrinho e passear até o restaurante, checar como anda a operação, provar a comida, criar sugestões... Tudo isso em um horário em que bebês podem andar na rua.

Cheguei até a pensar em criar um café da manhã, por causa do famoso solzinho matinal, mas me chamaram de louca! Ainda não pesquisei se dona e chef de restaurante têm licença-maternidade, mas acho que programei a minha bem direitinho.

Quem é a colunista: Chef Roberta Ciasca.

O que faz: Chef dos restaurantes Miam Miam e Oui Oui (www.restauranteouioui.com.br). Foi eleita chef revelação pelas revistas Veja Rio e Gula, em 2006. Trabalha com gastronomia contemporânea e segue a linha da comfort food.

Pecado gastronômico: No momento, acarajé.

Melhor lugar do mundo: Minha casa.

O que está ouvindo no carro, iPod, mp3: Samba

Fale com ela: [email protected]



Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

São Paulo ganha primeira casa dedicada ao avocado; saiba tudo!

Restaurantes

Restaurante Abbraccio aposta em Festival de Lula para os dias quentes do verão; saiba tudo!

Restaurantes

Bullguer vende sanduíche a R$10 nesta segunda-feira (22); saiba tudo!

Restaurantes

10 pratos imperdíveis com frutos do mar para provar em São Paulo

Restaurantes

Points gastronômicos em São Paulo com pratos especiais para o verão 2021

Restaurantes

Bob’s Galak com doce de leite Moça nas versões Big Cascão, Bob’s Max e Milk Shake entra no cardápio da rede por tempo limitado

Restaurantes