Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

O charme do barão

Onde encontrar o melhor Bloody Mary de Sampa e outras cositas deliciosas.

Foto: Reprodução Site Oficial

A bebida que mais gosto é um mix doido de vodka, suco de tomate e de limão, tabasco, molho inglês, sal e pimenta, que dá super certo e tem o nome de Bloody Mary. O pessoal que sai comigo sempre tira sarro, porque até posso pedir outras bebidas, mas é obrigatório tomar pelo menos um Bloody Mary.

Eu peço a bebida em todos os lugares por onde passo e elegi dois bares como os "mais-mais" pra servir meu aperitivo. O primeiro é o bar do Sofitel de Buenos Aires que, cá pra nós, por estar um pouquinho distante, só mato as saudades por fotografia. O outro é o Barão da Itararé, logo ali na Rua Peixoto Gomide, em São Paulo, que, além de fazer referência ao título do jornalista gaúcho Apparício Torelly, carrega muito de seu astral. Inclusive, quem tem interesse em conhecer mais sobre essa figura e sua obra, pode fazer uma ligeira degustação em seu site.

E por que o Barão da Itararé me ganhou? Além da localização, a casa é supergostosa com ambiente escurinho, como dos botecos antigos, decoração retro e cheia de estilo com frases escritas nas paredes e um bar super charmoso (adoro as poltronas vermelhas). As "musicolas" são tranquilas, nada de barulho infernal, sempre um filme rolando ao fundo e uma equipe extremamente detalhista.

Vasculhando o site, achei fantástico o modo como eles definem a casa e garanto que a informação confere: "um bar onde não é preciso jantar antes de sair de casa". Isso porque diversas vezes cheguei em casa faminta ou saí preparada com o estômago forrado, pois já sabia que não teria nada legal pra comer na festinha, balada ou bar. Se meus pais lerem a coluna, certamente vão dar gargalhadas, porque minha fama de comilona já vem de longa data.

O cardápio não deixa a desejar: lanches, petiscos e comidas apetitosas. No sábado passado, após virar meu Bloody Mary em algumas goladas, escolhi meu prato: galeto recheado com arroz de brócolis e cenoura, com salada de rúcula. Eu sou enjoada com legumes e verduras, tudo tem que estar no ponto e avaliei cada ingrediente, tudo com um frescor, que chego a ficar com água na boca. Eles indicam o prato para duas pessoas, mas acho que serve a três numa boa!

Recomendo também a Salada do Barão, com rúcula, queijo brie e carpaccio ao molho de damasco e a Salada Imperatriz, com salmão grelhado em cubos, mix de folhas frescas, molho de alcaparras, pêra caramelizada e gergelim preto. E não deixe de experimentar os pastéis mistos e a porção caprichada de frango a passarinho.

Eles também têm sobremesas. O problema é que eu sempre como tanto, que não tenho fôlego pra chegar a essa parte (que vergonha para uma dama dizer isso). Mas ainda quero experimentar a sopa de frutas vermelhas com sorvete e a panqueca Romeu e Julieta, também com sorvete. Quem sabe da próxima vez? Gostou da dica? Então basta entrar sem bater!

Leia as colunas anteriores de Fernanda Balieiro:

Culinária Sulista em São Paulo

Papo de Espetinho

Quem é a colunista: Fernanda Balieiro

O que faz: Jornalista mil e uma utilidades.

Pecado gastronômico: a torta de limão do meu respectivo (maridão Fran).

Melhor lugar do Mundo: Todo o Nordeste.

Fale com ela: nandabalieiro @gmail.com


Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes

São Paulo ganha primeira casa dedicada ao avocado; saiba tudo!

Restaurantes

Restaurante Abbraccio aposta em Festival de Lula para os dias quentes do verão; saiba tudo!

Restaurantes

Bullguer vende sanduíche a R$10 nesta segunda-feira (22); saiba tudo!

Restaurantes

10 pratos imperdíveis com frutos do mar para provar em São Paulo

Restaurantes

Points gastronômicos em São Paulo com pratos especiais para o verão 2021

Restaurantes