Guia da Semana

Para começar bem o dia

Já dizem muitos nutricionistas: café da manhã é a refeição mais importante do dia! Então, nossa colunista listou algumas casas do eixo Rio-São Paulo que oferecem um cardápio especial para você começar seu dia com o pé direito.

Foto: Getty Images

Na correria do dia a dia, muitas vezes meu café da manhã é uma simples caneca de café com leite e uma torrada. Mas no final de semana, quando não é preciso sair para nenhum compromisso, é sagrado. Quando não é na rua, para aproveitar a temperatura agradável ou conhecer um lugar novo, gosto de montar uma bela mesa em casa, com quase tudo a que tenho direito.

Pensando nesse hábito, minha amiga Luciana Mastrorosa lançou o livro Pingado e pão na chapa: histórias e receitas de café da manhã. Recheado de histórias leves e receitas deliciosas, o livro dá dicas de como montar diversos tipos de café da manhã, como, por exemplo, um brunch para amigos e família, um café a dois, além daquele 'café de hotel'. E tem para todos os gostos e níveis de entrosamento na cozinha. As receitas vão desde o básico pão na chapa até a geleia de morango, panquecas americanas, cuca de banana e o cuscuz de tapioca.

Agora, se você quer dar um tempo na cozinha (ou guardar as receitas para um momento especial), separei alguns lugares onde os cardápios ou bufês de café da manhã são verdadeiras maravilhas gastronômicas.

Rio de Janeiro

Lavoura Café Empório - Localizado numa simpática casa na Rua Pacheco Leão, no bairro do Horto, de frente para o verde maravilhoso do Jardim Botânico, o Lavoura serve um café muito gostoso, composto por bebida quente (café com leite, café puro ou capuccino), suco (as opções eram laranja ou abacaxi), iogurte, mel, granola, queijo minas, peito de peru, uma fatia de fruta (as do dia eram mamão ou melancia), requeijão, manteiga e uma cestinha de pães do Talho Capixaba. Vá sem pressa, aproveite para ler uma revista, pois o serviço é um pouquinho lento (o único). Eles também vendem gostosuras mineiras.

Café Du Lage - A localização não poderia ser mais agradável: dentro da suntuosa Escola de Artes Visuais do Parque Lage, aos pés do morro do Corcovado. Há algumas mesas e cadeiras vintages, além de esteiras de palha e almofadões com mesas baixinhas. É só você escolher o "clima". O cardápio oferece sanduíches, com pães caseiros, quiches, saladas, sopas, tortas e outras delícias. Nas manhãs dos fins de semana, é servido um menu com suco natural, café ou chocolate, cestinha de pães artesanais, manteiga, ricota temperada (deliciosa!), frutas frescas (uma fatia de mamão e outra de melancia), queijo minas, geleia caseira (no dia era de abóbora) e um quadradinho de bolo caseiro (um pouquinho seco). Por um tiquinho a mais, você pode acrescentar um minimisto quente e um iogurte servido com granola e mel. Atenção: só aceitam cheque ou dinheiro!

Da casa da Táta - É impossível não perceber a charmosa casinha amarela com a bicicleta estacionada estrategicamente na frente. O ambiente é simples e aconchegante, com cara de casa do interior. São duas opções de café: o da Casa e o da Táta, ambos compostos de suco, bebida quente, cesta de pães com geleia e manteiga, pão de queijo e bolo. O Café da Táta tem ainda fruta, frios e pão de chocolate ou de passas. Você também pode pedir coisas avulsas e montar seu próprio café, como fiz com um amigo. Uma delícia!

São Paulo

Blés d'Or - Quem me apresentou esse fantástico francês foi um amigo muito querido, padrinho de casamento, morador de Moema, que conhece vários cantinhos muito charmosos. A decoração é inspirada nos bistrôs franceses. O bufê de café da manhã é de enlouquecer. É, de fato, na minha opinião, um dos melhores de São Paulo. Montado sobre uma grande mesa, eles aproveitaram as gavetas para acomodar alguns pães. Todos deliciosos. Os croissants são leves e o pain au chocolat delicioso, isso sem falar nas geleias incríveis, nos bolos, frios, pães feitos na própria casa, ovos mexidos, sucos e crepes. Uma loucura! Só fui sentir fome depois na hora do jantar.

Bella Paulista - Fiquei na dúvida entre a Bella, Dona Deôla e Galeria dos Pães. Já fui muito nas três, mas acho que prefiro a primeira opção mesmo. Misto de padaria, restaurante, lanchonete, confeitaria e conveniência, a casa serve um ótimo bufê de café da manhã, com pães variados, frios, queijos, bolos, salgados, ovo mexido e bebidas quentes e frias. Você também tem a opção de ir até o balcão e escolher uma das delícias expostas. E de quebra você ainda pode dar um pulo na Livraria Cultura, ali pertinho, no Conjunto Nacional.

Leia a coluna anterior de Ingrid Brack:

Pecados Gastronômicos

Muito além da horta

Quem é a colunista: Ingrid Brack.

O que faz: Jornalista e produtora.

Pecado gastronômico: Doces (qualquer um).

Melhor lugar do mundo: A minha casa.

Fale com ela: ibrack@gmail.com ou acesse o seu blog

Atualizado em 7 Ago 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Shopping Metrô Itaquera promove festival gastronômico com pratos a R$ 13,90

Festival Mundo dos Sabores vem com culinária diversificada e atrações culturais

Hamburgueria do Jabaquara faz promoção de X-Salada em dobro; confira!

Desconto no Osnir Hamburger vale às segundas e terças-feiras, a partir de março

Restaurante 100% orgânico é nova opção saudável na Vila Madalena; saiba mais!

Easy Organic Food Solutions conta com pratos e lanches para viagem

Com quitutes judaicos e blends exclusivos, Café for Fun inaugura no coração de Pinheiros

Inauguração acontece neste sábado (24)

Pipoca Doce, Choco Crisp e Cookie & Morango: KFC lança novos sabores de milk-shakes

Novidades já podem ser encontradas em todas as lojas da rede no Brasil por R$ 9,50

Outback volta com Festival de Ribs e seu hambúrguer de costela

Ribs Bloomin' Burger, Ribs Fries e Ribs Fire Bites entram para o menu de todos os restaurantes da rede no Brasil