Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Quem procura...

A dura procura pelo melhor alfajor do mundo.

Foto: Arquivo Pessoal

Há muito tempo, eu decidi que queria conhecer a Argentina, mas isso dependeria de tempo. Pois bem, este ano consegui férias decentes e lá fomos, meu namorado e eu, para as terras dos nossos "hermanos", logo no início da copa (convenhamos, ainda bem que não fomos somente nós a chorar pela derrota da nossa seleção...).

Assim que eu decidi ir, meus amigos foram me dando mapas, guias turísticos, dicas de lugares, restaurantes, hotéis, enfim, um apanhado de informações muito preciosas.

Dentre essas dicas, surgiu uma muito intrigante, de uma amiga e colega de profissão, que me informou sobre uns alfajores muito conhecidos por lá, e por muitas pessoas no planeta, por serem (talvez) os melhores do mundo. Mas eles se transformaram em uma "lenda urbana", por serem muito difíceis de serem encontrados. Ou seja, nem mesmo a grande maioria dos Argentinos já teve o privilégio de provar essa iguaria.

Mas porque esse alfajor, o "Capitan del Spacio", ficou conhecido como uma lenda urbana? Há uma série de fatores que explicam esse fato: este existe há cerca de meio século e dizem que a receita permanece a mesma desde o início; não existe qualquer forma de marketing para promover a marca; não se usam conservantes e corantes tanto quanto em algumas outras marcas; os fabricantes não aumentam sua produção nem por decreto, ou seja, é muito difícil de encontrá-lo. Além disso, ele é produzido em uma cidade da grande Buenos Aires, em Quillmes, sendo este mais um fator que dificulta a busca pelos "melhores alfajores do mundo".

Bem, pensando eu que seria realmente difícil de encontrá-lo, ainda mais que eu não teria tempo de me deslocar para outra cidade, além da capital federal, só me restou a opção de perguntar em todos os quiosques que eu passei só por desencargo de consciência. A resposta? Era praticamente a mesma em todos os lugares: "Não se vende esse alfajor aqui em Buenos Aires. Se quiser encontrar, terá que ir para Quillmes ou em pouquíssimos lugares no centro da cidade.

E não é que bem no centro eu encontrei? Mas como o único lugar que eu vi tinha poucas unidades, eu tratei de levar todas as que estavam por lá só para aguçar o paladar e matar a curiosidade. E pasmem: o preço dele é bem mais em conta do que os de marcas conhecidas.

Vocês devem estar curiosos a respeito do sabor, não é mesmo? Pois eu posso dizer: inigualável! Não sei se poderia ser classificado como o "melhor do mundo", mas que está entre eles, isso eu tenho certeza de que está. Os ingredientes que compõem a massa são leves, portanto é bem macio. O recheio também é bem suave, não é doce demais. Isso vale para as duas versões disponíveis: chocolate ou doce de leite.

Então, se você for ou conhecer alguém que vá para aqueles lados e tiver uma curiosidade enorme de saborear essa e outras delícias de lá, saiba que não é uma lenda urbana e que é possível de encontrar (com certa persistência), além de valer a pena!

Leia as colunas anteriores de Carla Milani:

Moda em todo o mundo

Será que vicia?


Salgado e "salgado"

Quem é a colunista: Carla Milani. Apaixonada por alimentos e bebidas.

O que faz: Nutricionista e Barista

Pecado gastronômico: Massas, massas e mais massas!!!

Melhor lugar do Brasil: Todos!!! (mas em especial o Rio de Janeiro...)

Fale com ela: csmilani@ig.com.br


Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Mizuki Poke aposta em seis opções de pokes diferenciados; saiba mais!

Restaurantes

Starbucks lança combinações exclusivas para o delivery com 15% de desconto; saiba mais!

Restaurantes

Restaurantes em São Paulo para pedir delivery na Páscoa 2021

Restaurantes

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes

São Paulo ganha primeira casa dedicada ao avocado; saiba tudo!

Restaurantes

Restaurante Abbraccio aposta em Festival de Lula para os dias quentes do verão; saiba tudo!

Restaurantes