Guia da Semana
Restaurantes
Por Marina Marques

Restaurantes próximos ao metrô

Saiba onde comer bem em lugares que ficam próximos às estações em São Paulo.

O It Burger é uma das opções próximas à linha vermelha do metrô (Divulgação)

Muitas vezes o trânsito caótico, os estacionamentos caros e a falta de lugar para deixar o carro acaba deixando os paulistanos bem desanimados com a ideia de sair de casa. Porém, utilizar o metrô pode ser uma ótima solução para acabar com sua preguiça.

Para que você explore a maravilhosa e diversa gastronomia da cidade, o Guia da Semana listou alguns restaurantes próximos ao metrô. Confira dicas que vão de cantinas à hamburguerias nas linhas amarela, azul, verde e vermelha!

Riviera Bar

Inaugurado em 1949, o Riviera Bar viveu seu auge entre 1968 e o fim da década de 70, justamente em um período difícil do regime militar brasileiro. Em 2006 o bar fechou suas portas e, desde então, orientados por um desejo em comum, o empresário Facundo Guerra, sócio do Grupo Vegas, e o chef Alex Atala, dono dos restaurantes D.O.M e Dalva e Dito, focaram seus esforços na reabertura desse ícone da boemia paulistana.
Estação: Paulista

Para o bar e o restaurante, o chef Alex Atala criou um cardápio que preserva os lanches e pratos do antigo Riviera

Consulado da Bahia

Nascido em Vitória da Conquista e apaixonado pela gastronomia baiana, Exupério Zupa idealizou trazer para São Paulo um pouco da cozinha da região. O projeto ganhou vida e se transformou no Consulado da Bahia, em Pinheiros. O clima baiano toma conta do estabelecimento desde o primeiro contato visual. A fachada da casa presta homenagem ao Pelourinho, um dos principais pontos turísticos de Salvador, com varandas coloridas. No salão interno, uma decoração irreverente traz máscaras esculpidas em madeira, que representam os orixás, deuses africanos que correspondem às forças da natureza nas religiões da Umbanda e do Candomblé. No total, são 11 tipos de moquecas, com destaque para as moquecas mistas, como é o caso da de camarão e lula, e abadejo e lagosta. O cliente ainda pode optar pelo bobó de camarão, risoto de carne-seca com abóbora ou vatapá de frango.
Estação: Fradique Coutinho


Sala de Sogra

O restaurante Sala da Sogra foi inaugurado em 2010 e leva esse nome pois foi montado num imóvel da sogra de um de seus fundadores. Sua culinária tem toques da cozinha francesa, japonesa e italiana, além de receitas nacionais. Entre os pratos que mais se destacam estão o risoto de cogumelos (shiitake e shimeji) e o medalhão de filé na manteiga de ervas com batata rústica. Para beber, a casa oferece drinks à base de Jack Daniel's, como o Raspberry Jack, além do Special Mojito, que leva tangerina, rum, hortelã e suco de laranja.
Estação: Santa Cruz

Ajissai

Com um ambiente simples, porém confortável o restaurante Ajissai, com seus 23 anos de existência, traz uma gastronomia caseira. Seu carro-chefe é o Tonkatsu, lombo a milanesa, prato muito consumido no Japão. Além do Tonkatsu, a exclusividade do restaurante é o Miso Tonkatsu, prato típico da Região de Nagoya. O Miso é importado e o sabor apenas foi adaptado ao gosto do brasileiro, um pouco menos adocicado.
Estação: Ana Rosa


Cantina do Piero

Ao som de música italiana, os clientes da Cantina do Piero degustam as receitas que Tullio Grandi aprendeu a fazer com pai, Pier Luigi Grandi, fundador da casa. O item mais antigo do cardápio é o rocambole à moda, uma massa verde recheada de mussarela e presunto ao molho rosé e bacon, gratinado com catupiry. Mas há também espaço para as saladas, frutos do mar e saborosas sobremesas.
Estação: Consolação

Capim Santo

Instalado nos Jardins, o restaurante Capim Santo traz criações da chef Morena Leite, que os prepara em sua cozinha envidraçada. Pitangueiras, coqueiros, jabuticabeiras e uma grande figueira recriam o ambiente mágico da matriz de Trancoso em pleno solo paulista. O cardápio do restaurante apresenta frutos do mar, carnes, aves e massas. Temperos e ingredientes da tradicional culinária brasileira ganham toques fusion. Entre os principais, a costela de tambaqui com vinagrete de feijão-de-corda, o croquete de palmito pupunha e o vatapá de lagosta.Estação: Trianon-Masp/Consolação


Cantina Castelões

Dos fornos da Castelões saem pizzas de massa grossa e borda farta. Cerca de doze sabores compõem o cardápio da tradicional casa, que tem alguns fornecedores fiéis há mais de 40 anos. Faz sucesso uma versão com o nome da casa, que leva mussarela e calabresa fatiada. A napolitana é feita com mussarela e rodelas de tomate salpicadas com alho. A casa ainda conta com massas e carnes variadas.
Estação: Brás

It Burger

Com um cardápio que mistura o tradicional com o sofisticado, a It Burger busca provar que "hambúrguer não é tudo igual". Com o slogan “hambúrguer fora da caixa”, ou seja livre das amarras do convencional, traz irreverência em sua proposta oferecendo porções de Tapioca Stick, Milho na espiga com parmesão temperado, Chilli Hot Dog, Chiken Salada, entre outros. Entre os destaques do cardápio estão a batata com cheddar, chili e cebola crispy, e também o Bacon Burger, no pão australiano, com burger de 180 g, crostinha de parmesão, cebola confitada, queijo da casa e folhas de rúcula. Estação: a 200 metros da estação Tatuapé



Por Marina Marques

Atualizado em 4 Dez 2014.

Mais notícias

Restaurantes em São Paulo com menu especial para o Dia das Mães 2021

Restaurantes

30 lugares para pedir delivery de parmegiana em São Paulo

Restaurantes

Mizuki Poke aposta em seis opções de pokes diferenciados; saiba mais!

Restaurantes

Starbucks lança combinações exclusivas para o delivery com 15% de desconto; saiba mais!

Restaurantes

Restaurantes em São Paulo para pedir delivery na Páscoa 2021

Restaurantes

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes