Guia da Semana
Arte
Por Redação Guia da Semana

Museu do Açude

Museu do Açude

Horário(s) Segunda a domingo, das 11h às 17h. Fechado às terças.

Endereço
Estrada do Açude, 764, Oeste 20531-330

Telefone (21) 2492-2119

Site do estabelecimento

Ao herdar a propriedade do Açude, adquirida por seu pai em 1913, Raymundo Ottoni de Castro Maya transformou a pequena construção, dando-lhe uma fisionomia de residência neocolonial ao acrescentar-lhe arcadas e beirais de telhas de louça policromada portuguesa. No interior da casa, na varanda que a circunda, nos jardins e seus pavilhões, destacam-se painéis de azulejos portugueses barrocos, rococós e neoclássicos, provenientes de Lisboa, Salvador e São Luís do Maranhão, além de revestimentos de azulejos de padrão portugueses, franceses e holandeses dos séculos XVII ao XIX. Esse conjunto singular permite uma visão ampla da história da azulejaria no Brasil. Em 1940, Castro Maya adquire mais 40.000m², e o terreno, localizado no Parque Nacional da Tijuca, passa a ter a área atual de 151.132m². Ainda nesse período, constrói um pavilhão especialmente para abrigar a coleção de aquarelas e desenhos do pintor francês Jean Baptiste Debret. Do mesmo modo surgiu o Jardim-de-Inverno para exibir um grande painel de azulejos neoclássicos, da época de D. Maria I de Portugal. Por volta dos anos 60, quando da criação do Museu do Açude, as instalações que serviam de cavalariça tiveram seu espaço adaptado para exibir o restante do acervo de aquarelas e gravuras oitocentistas da Coleção Castro Maya. Atualmente, por motivos de conservação, as pinturas e obras sobre papel são guardadas e regularmente expostas no Museu da Chácara do Céu. O rico acervo de azulejaria permitiu, então, a opção por abrigar na casa principal peças de artes decorativas. No andar térreo mantiveram-se como espaços ambientados a sala de jantar, a cozinha e o lavatório, destinando-se as demais salas para exposição de mobiliário, escultura e cerâmica oriental, prataria e cristais, além de exemplares de arte popular brasileira. O segundo piso alterna peças de mobiliário nacional e estrangeiro com figuras de jardim, vasos, pinhas e telhas de cerâmica portuguesa, sendo também utilizado como galeria para exposições temporárias de artes decorativas. Os pavilhões externos são usados para a promoção de atividades didáticas, culturais e de lazer. Os jardins formais são de inspiração portuguesa, construídos em forma de diversos terraços ligados por escadarias. São vasos, estátuas, pinhas, globos e leões de gosto neoclássico, provenientes de demolições ou encomendados às fábricas de Santo Antônio do Porto, Portugal. Inclui, ainda, como é comum nas quintas lusas, pomar e horta. A grande quantidade de plantas ornamentais forma um microssistema muito bem equilibrado. É um pedaço de floresta tropical úmida dentro de área urbana, com aparência de uma floresta sempre verde, densa e intricada, com enorme diversidade vegetal e animal.

Atualizado em 30 Mar 2012.

Mapa do local

Explore ao redor

Häagen-Dazs - Fashion Mall

Restaurantes

Helisight

Turismo

Pedra Bonita de São Conrado

Turismo

Floresta da Tijuca

Turismo

Cachoeira das Almas

Turismo

Heliporto Mirante Dona Marta

Turismo

Notícias recomendadas

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte

Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro disponibiliza online seu acervo de pintura com mais de 400 itens

Arte

B3 cede obras de grandes nomes do movimento modernista ao MASP

Arte

Inhotim lança duas novas exposições virtuais no Google Arts & Culture

Arte

Google Arts&Culture disponibiliza obras do artista plástico e militante político Antonio Benetazzo; saiba mais!

Arte

Agora você pode visitar a exposição dos 20 anos de Harry Potter em uma plataforma online do Google; saiba mais!

Arte