Guia da Semana

Que Pena Ser Só Ladrão

Espetáculo revela caráter refinado dos dois personagens da história: um ladrão e uma prostituta.

Este evento terminou

Que Pena Ser Só Ladrão

Data 10 Dez 2010-19 Dez 2010
Até 19 de dezembro de 2011.

Preço(s) R$ 10,00.

Horário(s) Sábados e domingos, 20h.

Praça Cardeal Arcoverde, s/n, Sul 22040-030

Telefone (21) 2332-7904

Com texto do cronista João do Rio, a peça de Diogo Villa Maior leva para o teatro Gláucio Gill uma história irônica em que os protagonistas, apesar de marginalizados, são sensíveis e têm boas maneiras. O espetáculo Que Pena Ser Só Ladrão se inspira na técnica de film noir, importada do cinema, para promover um ambiente intimista que situa a plateia nas cenas.   No enredo, o personagem Gentleman é um ladrão que invade o quarto de pensão onde vive a prostituta Adriana, mas é pego em flagrante pela moradora que chega inesperadamente. Educado e admirador de óperas e espetáculos teatrais, o bandido usa o seu requinte para conquistar a mulher de programa, que, por sua vez, revela um espírito sensível e até mesmo ingênuo, apesar de sua ocupação. Com essa investida, Gentleman espera sair ileso das acusações de roubo.   Ficha técnica   Direção: Diogo Villa Maior Roteiro: João do Rio Elenco: Fernanda Sal e Sérgio Kauffmann   Foto: Divulgação

Compartilhe

Comentários

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA