Guia da Semana

Já Não Há Mais Lugar Para Onde Ir

Espetáculo é inspirado na obra O Último Tango em Paris.

Este evento terminou

Já Não Há Mais Lugar Para Onde Ir

Data Sáb 01 Jan 2000
26 e 27 de julho

Preço(s) R$ 14,00.

Horário(s) sábado e domingo, 20h.

Rua Almerinda Dultra, 67, 41950-090

Telefone (71) 3489-2917

Um homem e uma mulher vão alugar um apartamento e se encontram. É assim que começa a trama do espetáculo Já Não Há Mais Lugar Para Onde Ir, inspirado n´O Último Tango em Paris.

A partir daí varias situações são desencadeadas e cada um vai se expondo e vivendo os seus conflitos. Afloram as paixões, as angústias e os medos. A manipulação do outro desenvolve as carências e o ódio de cada um e o passado vem à tona.

Ele, um homem amargurado pela vida e sem crença em mais nada. Ela, cheia de vida e de sonhos. Os dois começam uma grande guerra de sentimentos e de poder.

Foto: sxc.hu

Compartilhe

Mapa do local

Comentários

Explore ao redor

Mme. Champanharia

Mme. Champanharia

21m

Postudo

Postudo

34m

À Proa

À Proa

84m

The Twist Pub

The Twist Pub

105m

Tom do Sabor

Tom do Sabor

155m

Pirâmide do Rio Vermelho

Pirâmide do Rio Vermelho

155m

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA