Guia da Semana
Arte
Por Redação Guia da Semana

Filme no almoço

Aproveite seu horário de almoço para um programa super diferente: ver curtas-metragens nacionais de qualidade - e de graça.

Este evento terminou

Filme no almoço

Data 18 Out 2010-12 Nov 2010
6 de outubro a 12 de novembro de 2010.

Preço(s) Gratuito.

Horário(s) De quart a a sexta-feira, às 12h30, 13h e 13h30.

(próximo às estações Sé e São Bento do Metrô)
Rua Álvares Penteado, 112, Centro 01012-000

Telefone (11) 3113-3651

Ir ao cinema na hora do almoço, sem pagar nada. Essa é a proposta das sessões de curtas metragens nacionais ao meio-dia, uma programação que acontece bem no centro da cidade. Parece inusitado? E é mesmo! A mostra Curta o Curta no Almoço vai levar cultura de forma bacana, aproveitando aquela famosa uma horinha de almoço e o que é melhor, de graça. Basta retirar antes uma senha na bilheteria do filme.   Essas exibições são organizadas pela distribuidora de curtas-metragens Curta o Curta, do Rio de Janeiro, e acontecem entre 6 de outubro e 12 de novembro no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O grande mérito do evento é apresentar filmes de menor duração, com perfil mais alternativo, para o grande público - que só toma conhecimento desse tipo de produção em festivais. A iniciativa é inovadora também em outro quesito: o financeiro. "Os produtores dos filmes serão remunerados pela exibição, o que não acontece quando eles aparecem em festivais", conta Marcus Vinicius Mannarino, sócio do Curta o Curta. Além de valorizar as películas, o objetivo dos organizadores e do CCBB é tornar a Mostra em uma programação fixa, com dia e horário regulares. "Para o ano todo e gratuito", diz Marcelo Mendonça, diretor do CCBB. Foto: Divulgação/Curta o Curta"Barbosa", com Antonio Fagundes, é um dos filmes da mostraCuriosamente, os curtas brasileiros eram exibidos obrigatoriamente nos cinemas, nos anos 70. Como hoje isso não acontece mais e a produção de filmetes cresce a cada ano, o Curta o Curta é uma excelente oportunidade de mostrar produções com artistas famosos ou nem tanto, de todas as épocas. "Hoje é muito mais fácil fazer um filme, com uma câmera ou celular. A produção fica mais diversificada e criativa", conta Mendonça. E põe diversificada nisso. Em três sessões diárias de meia hora cada, a lista inclui roteiros surpreendentes: documentários, filmes, histórias, comédias, dramas, animações...   Um deles é um clássico, que praticamente todo mundo já viu na escola. É o conhecido Ilha das Flores (foto no alto), de Jorge Furtado. Filmado em 1989, ele conta a história de pessoas que moram em um lixão e lutam com porcos pelos restos que os caminhões de lixo despejam na tal Ilha das Flores todos os dias. Outra atração da mostra é Barbosa, de 1988, também de Jorge Furtado, com Antonio Fagundes no elenco. A narrativa mostra um homem que volta no tempo para impedir que o goleiro da seleção brasileira leve aquele fragoroso gol que deu aos uruguaios a vitória na Copa de 1950, em pleno Maracanã lotado.   Também será exibido Os Filmes que Não Fiz, filmado em 2008 e dirigido pelo cineasta Gilberto Scarpa. O curta traz a história e a filmografia de um diretor que não dirigiu filmes. Essas e outras obras que têm, no máximo, 20 minutos de duração, são alternativas para transformar a hora do almoço num programa cultural. "O pessoal pode comer e ainda pegar uma sessão de cinema", brinca Mannarino. Mendonça, do CCBB, destaca que o público eclético que frequenta o centro de São Paulo pode aproveitar o tempinho extra para dar uma escapada... rumo ao cinema. "O centro já tem tantas manifestações culturais diferentes e circula tanta gente por lá: o executivo, o operador da bolsa, o office-boy, o camelô... queremos levar esse público para dentro do CCBB, para passar um tempo de qualidade, com conforto e [para] ter entretenimento e cultura", diz. Uma oferta cultural que é assiiim... uma Brastemp.

Mapa do local

Explore ao redor

Cafezal Cafés Especiais

Restaurantes

Bolsa Oficial de Café - Santos

Arte

Espaço Cultural BM&FBOVESPA

Arte

Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa

Turismo

Espaço Bovespa

Arte

Braços Abertos na Virada Cultural 2014

Turismo

Notícias recomendadas

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte

Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro disponibiliza online seu acervo de pintura com mais de 400 itens

Arte

B3 cede obras de grandes nomes do movimento modernista ao MASP

Arte

Inhotim lança duas novas exposições virtuais no Google Arts & Culture

Arte

Google Arts&Culture disponibiliza obras do artista plástico e militante político Antonio Benetazzo; saiba mais!

Arte

Agora você pode visitar a exposição dos 20 anos de Harry Potter em uma plataforma online do Google; saiba mais!

Arte