Guia da Semana

Guia da Semana

Em comemoração ao centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, o Museu de Arte Brasileira da FAAP (MAB FAAP) abre no dia 10 de março a exposição “Modernos”. A mostra é dividida em dois grandes núcleos: Antes de 1922, com curadoria de Felipe Chaimovich e que ficará em cartaz por três meses, e Depois de 1922, com curadoria de Laura Rodríguez e que seguirá até novembro.

O núcleo Antes de 1922 contempla o envolvimento da família Prado – considerada uma das mais influentes famílias paulistas - com as artes, incluindo o financiamento da Semana de 1922 pelo mecenas Paulo Prado, um dos principais incentivadores do movimento. O público poderá apreciar obras de Antônio Parreiras, Eliseu Visconti, Estevão Silva, Georg Grimm e João Batista Castagneto. Para constituir esse núcleo, o MAB FAAP conta com a parceria de outras instituições, que emprestaram obras de seus acervos, como a Pinacoteca de São Paulo, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), o Museu Afro Brasil, o Itaú Cultural, o Museu Antonio Parreiras (RJ) e o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA RJ).

O núcleo Depois de 1922 apresenta uma seleção de obras do acervo do MAB FAAP organizadas em uma série de agrupações de artistas que surgiram depois de 1930. O objetivo, segundo a curadora Laura Rodríguez, é mostrar a ebulição característica das vanguardas até o surgimento dos grupos concretistas.

Entre os coletivos abordados estão o Núcleo Bernardelli, Clube dos Artistas Modernos, Grupo Santa Helena, Grupo Guanabara e Atelier-abstração. Além do eixo Rio-São Paulo, a mostra destacará as reverberações do modernismo junto com a arte popular em outras regiões do Brasil. Uma cronologia apontará os eventos de maior importância, determinantes na sucessão de transformações que foram ocorrendo nas principais capitais.

A partir de junho, após a saída do núcleo temporário Antes de 1922, o espaço receberá outras obras do acervo, ampliando o núcleo Depois de 1922. Serão obras dos grupos Concretistas de São Paulo e Rio de Janeiro, do grupo Realismo Mágico liderado por Wesley Duke Lee e por uma seleção dos primeiros professores e alunos da FAAP. Até o fim da exposição, em novembro, o núcleo Depois de 1922 contará com obras de 119 artistas.

Mapa do local

Modernos

Preço Grátis

Data 10 Mar-27 Nov

Horário(s) segundas, quartas, quintas e sextas, das 10h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h - *fechado às terças-feiras, inclusive aos feriados!

Endereço
MAB FAAP
R. Alagoas, 903, Higienópolis,

Por Amanda Matos