Guia da Semana
Shows
Por Juliana Andrade

8 DJs brasileiros que você precisa saber quem são

Corra atrás desses sons se os nomes forem desconhecidos pra você.

DJ e produtor Akin, fundador do Coletivo Metanol ( I Hate Flash)

Talvez você conheça ou já tenha ouvido falar em alguns nomes dessa listas, mas se esses projetos forem desconhecidos pra você, pare tudo que estiver fazendo e ouça o que essa galera faz.

+ 9 DJs que você tem que ver pelo menos uma vez na vida
+ As cervejas mais caras do planeta

Muitas vezes esquecemos de olhar pro trabalho que as pessoas andam fazendo por aqui e acabamos perdendo várias coisas boas que os artistas nacionais produzem na música. Por isso, fizemos uma listinha com DJs e produtores brasileiros que você tem que conhecer.

Prepare as caixas de som!

Zegon

Quem é fã de Planet Hemp já conhece o trabalho do Zegon. Ele é o cara! Depois de ficar por seis anos no PH, seguiu carreira solo e trabalhou com o Racionais MCs, Sabotage, MV Bill e Xis. Nos últimos anos se juntou com o norte-americano Sam Spiegel e formou o N.A.S.A. e, pra você ter uma ideia, o primeiro disco da dupla, “The Spirit of Apollo”, contou com participações especiais de Kanye West, M.I.A., Santigold e David Byrne. Diz que tá vindo novo álbum por aí.

Boss in Drama

Ganhou espaço na cena eletrônica brasileira com suas influências funky, disco e R&B. Boss in Drama chama atenção não só por seu visual glam mas também por suas performances divertidas e seu talento, claro! "Mistura a la Chromeo de vocoder, electro-funk, sintetizadores pesados e disco dos anos 80”, disse Justin Timberlake. Tá? Ele também já levou um VMB, na categoria de “Melhor Artista de Música Eletrônica” e entrou como destaque na lista HOT 100 da revista americana URB.

Sany Pitbull

Conhecido por levar o funk carioca mundo afora, Sany está na ativa desde 1986. O DJ é considerado um dos expoentes da nova fase do funk nacional por apostar mais no ritmo do que vocal. Batizado pelos alemães como "pós-baile funk",  Sany também mistura em suas composições batidas de electro e rap norte-americano. Ele passou por clubes renomados em Londres, Paris, Estocolmo e Berlim. Se Sany estiver nas picapes, certamente você não vai ficar parado. 

Marky

O DJ e produtor Marky iniciou sua carreira no começo dos anos 90 e foi um dos pioneiros na música eletrônica no Brasil. Ele conquistou geral botando pra quebrar nas picapes e sacudindo a galera com muito drum'n'bass e jungle. Marky passou e passa pelas melhores pistas do Brasil e do mundo e já ganhou dezenas de prêmios.

Database

A dupla Lucio Moraes e Yuri Chix, conquistou a cena nacional e internacional com suas produções dançantes influenciadas por electro, techno e disco music. Em 2009, levaram pra casa o prêmio revelação pela DJ MAG Brasil como melhores produtores brasileiros. Já passaram por diversos festivais de música importantes do mundo e fizeram remixes oficiais para o Fatboy Slim, Dragonette, Is Tropical, Citizens!, Mix Hell, Jamaica, Copacabana Club, Neon Indian, NASA, Larry Tee e Metronomy. Atualmente contribuem com o selo francês Kitsunè Maison, um dos mais importantes da cena musical. É mole ou quer mais?

Metanol

Fundado pelo DJ e produtor Akin, o Metanol é um coletivo de São Paulo que reúne DJs que circulam por galerias, festas gratuitas, casas noturnas e abertura de shows da cidade. Tudo começou em 2009 com uma rádio independente criada por Akin, em que apresentava diversas sonoridades da música eletrônica. O canal foi ganhando sucesso e Akin convidou alguns amigos para participar do projeto: MJP, Oh! Mussi, Seixlack, Soul One, U-rso e Vekr. Fique ligado que essa galera apavora!  

Gui Boratto

O produtor e DJ de techno e house emplacou a sua carreira em 2005 e em 2009 ficou entre os 100 melhores DJs do mundo no ranking da revista DJ Mag. Várias de suas músicas estão em selos respeitados dentro do universo da música eletrônica. Gui passou por alguns dos festivais de músicas mais importantes do mundo e suas produções são tocadas e remixadas por artistas como Deep Dish, Tiefschwarz, e Hernan Cattaneo.

Patife

Influenciado por jazz e soul, começou a sua carreira como DJ em 1995 e depois disso nunca mais parou. Patife é do drum'n'bass e já trabalhou com Fernanda Porto, DJ Marky e Dudu Marote (lembra do remix " Só Tinha de Ser Com Você"?) e tocou em várias edições do "Skol Beats". Ele também fez remixes para artistas como Tribalistas , Funk Como Le Gusta , e Wilson Simoninha. 

 


Por Juliana Andrade

Atualizado em 9 Set 2013.

Mais notícias

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows

Trocas do Rock in Rio Card começam nesta quarta-feira (6); saiba mais!

Shows