Guia da Semana
Shows
Por Marina Marques

8 motivos para virar fã de Tom Odell

Artista britânico lançou seu primeiro disco em 2013 e ganhou sucesso internacional.

Cantor britânico foi o primeiro artista masculino a ganhar o prêmio da crítica no Brit Awards (Divulgação)

Na aparência, uma mistura de Kurt Cobain e Hanson. Mas não se deixe enganar pelo visual, na sonoridade Tom Odell passa longe de qualquer uma dessas comparações.

O jovem de 23 anos, nascido em Sussex, na Inglaterra, estourou no último ano e agora tem ganhado espaço também na mídia internacional. Depois de lançado seu primeiro trabalho, Songs From Another Love (2012), o garoto ganhou um BRIT Awards e também apareceu na lista de apostas da BBC. E foi então que mostrou ao mundo que é um músico completo.

Já chamado até de "cria" do Coldplay ou até uma miniatura de Jeff Buckley, Tom Odell impressiona pelo suas apresentações entusiasmadas ao piano, que pode ser comparado à também britânica Birdy. Ambos vão contra ao estereótipo de artistas jovens pré-fabricados. Odell compõe suas próprias músicas desde cedo e busca inspirações em artistas como Elton John. Nas apresentações, o artista tem trabalhado seu primeiro álbum, Long Way Down (2013).

Se você ainda não ouviu falar de Tom Odell, confira 8 motivos que vão te fazer virar fã do artista:

1 – Influências de peso

Odell cresceu ouvindo Elton John. Um dos primeiros álbuns que ouviu foi Goodbye Yellow Brick Road (1973). Ele também cita David Bowie, Jeff Buckley, Bob Dylan, Arthur Russell, Leonard Cohen, Leon Russell, Billy Joel, Randy Newman, Tom Waits, Rodríguez e Bruce Springsteen como influências. Além disso, é fã de Arcade Fire, James Blake, Cat Power, Blur, Beach House, Radiohead e Ben Folds.

Sentado ao piano, ao bom estilo de um dos mais populares Sirs da Inglaterra, a canção "Your Song" já chegou, inclusive, a fazer parte da setlist do artista em algumas apresentações.

2 – Queridinho dos críticos

Em 2013, o jovem músico e compositor se transformou no primeiro artista masculino a ganhar o prêmio da crítica em um Brit Awards. Os especialistas em música que decidiram o ganhador da categoria preferiram o jovem músico em vez das artistas femininas, AlunaGeorge e LauraMvula.

3 – Esta música

4 – Boas companhias

Além de ótimo compositor, Tom Odell toca piano e foi descoberto pela cantora Lily Allen, que o levou para o selo In the Name Of, da Columbia Records. Tom Odell recebeu elogios também da Taylor Swift, após fazer uma linda versão de I Knew You Were Trouble na BBC Radio 1.

5 – Este gif 

6 – Ele compõe suas músicas

O artista começou a compor suas próprias músicas quando tinha 13 anos, mas não contou a ninguém, pois sentia que isso soaria “uncool", ou seja, nada popular. Se não bastasse, para escrever Another Love, música destaque do seu primeiro EP, Tom Odell diz não ter gasto cinco minutos.

7 – Um artista completo

Tom não é responsável apenas pelas letras de suas músicas, ele também tem propriedade para cuidar do arranjo de suas composições. Os destaques do álbum Long Way Down são violão e, é claro, o piano - instrumento que o músico aprendeu a tocar com sete anos.

8 – Este clipe


Por Marina Marques

Atualizado em 14 Ago 2014.

Mais notícias

Sandy e Junior no Brasil em 2019

Shows

Sidney Magal faz show no Quintal do Espeto Tatuapé no dia 11 de abril; saiba mais!

Shows

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows