Guia da Semana
Shows
Por Redação Guia da Semana

A MPB de Mariana Aydar

Antes de entrar no estúdio para gravar seu segundo álbum, cantora conversa com o Guia da Semana.

Uma das vozes em evidência da chamada nova MPB, Mariana Aydar respira música desde o berço. Filha do compositor Mário Manga e da produtora Bia Aydar, a cantora chamou a atenção da crítica com Kavita 1, trabalho de estréia que prima por versões concisas que partem de Zeca Pagodinho e chegam a Los Hermanos.

Assim como as releituras de pérolas do samba e da MPB, as parcerias são uma constante em suas apresentações. Novas vozes do cenário musical, como Roberta Sá, Thalma de Freitas e Céu já dividiram o palco com Mariana, que faz questão de sublinhar a importância desses encontros. "Eu costumo dividir o palco com essas cantoras principalmente porque gosto do trabalho delas. Não que isso interfira no meu trabalho, nas composições do meu álbum, mas exatamente porque é o que eu costumo ouvir. Além de amiga, também sou fã do trabalho delas", confessa.



Em Kavita 1, Mariana apostou em um coquetel de nomes consagrados do porte de João Donato e Danilo Caymmi, e talentos contemporâneos como Giana Viscardi e Rodrigo Amarante. Para o próximo disco, entretanto, a paulistana investe em um trabalho mais autoral. "Adoro o trabalho de vários artistas, me inspiram bastante, mas não há influência nas composições do meu novo CD. O que posso adiantar é que não haverá regravações, nem homenagens aos 50 anos da Bossa Nova. É o próprio estilo Mariana Aydar, que passou uma boa temporada na França e se inspirou muito na cultura local para dar continuidade ao seu trabalho" antecipa a cantora.

Em julho, Mariana voltou à França, onde já havia se apresentado há alguns anos, para uma turnê por cidades como Nice, Paris e St. Georges d´Orques. A cantora crê na ascensão da música popular brasileira como um gênero em evidência não apenas no Brasil, como no exterior. "A MPB está retomando a sua importância no mercado. Aos poucos, o público está voltando a comprar CDs, a lotar as casas de show, a degustar mais a nossa música. Paralelamente, a grande massa se deixa levar por outros estilos musicais, mas é assim que funciona o mercado. Mas a MPB está fazendo a sua parte, crescendo a cada dia, fazendo sucesso tanto aqui dentro do Brasil, quanto lá no exterior, principalmente na Europa, em países como França e Portugal."



Antes de assinar com a Universal e lançar Kevita 1, Mariana trilhou o mesmo caminho percorrido pela maioria das intérpretes identificadas com a Nova MPB, ou seja, apresentando-se na noite de São Paulo. Com o disco nas prateleiras, a cantora foi se firmando com um dos nomes mais promissores da nova geração.

Em 2007, Mariana integrou o especial Som Brasil, da TV Globo, em homenagem a Caetano Veloso, cantando Beleza Pura. "Acho interessante a Globo fazer esses especiais, pois ajuda a divulgar mais ainda a nova MPB, com seus novos talentos, provando que ainda há muito espaço no mercado para todos. O único pesar é que os programas entram no ar muito tarde, mas mesmo assim é interessante", avalia a cantora que escalou novamente a dupla de produtores Duani (que também é seu namorado) e BiD para cuidar dos detalhes de seu novo disco, ainda sem data de lançamento.


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Rock in Rio 2019: venda dos ingressos para público geral começa nesta quinta-feira, 11 de abril; saiba mais!

Shows

Tudo que você precisa saber para curtir o Lollapalooza 2019

Shows

Lollapalooza Brasil 2019: dicas preciosas para curtir o festival ao máximo

Shows

Sandy e Junior anunciam mais dois shows extras em São Paulo em Outubro; saiba mais!

Shows

Álbum "Kisses", da Anitta, é divulgado; Assista a todos os clipes – e entenda cada um deles

Shows

Mais de 12 shows imperdíveis em São Paulo em abril de 2019

Shows