Guia da Semana
Shows
Por Redação Guia da Semana

Aposta nacional

Gravadoras investem cada vez mais na música popular brasileira.

Arnaldo Antunes lançou o álbum Qualquer pela Biscoito Fino


Entrar na contramão do mercado e confiar na qualidade e retorno da música brasileira parece não assustar mais certas gravadoras. Abastecendo o mercado fonográfico com verdadeiras relíquias e jovens revelações, a Biscoito Fino não completou nem uma década de existência, mas já responde por um dos catálogos mais ricos do país.

Ainda que suas apostas estejam centradas em talentos de pouco ou quase nenhuma repercussão na grande mídia, nomes de peso da MPB não hesitaram em lançar trabalhos pelo selo carioca. Rita Lee, Toquinho, Leila Pinheiro, Gilberto Gil e Arnaldo Antunes são alguns dos artistas que já divulgaram registros em áudio ou vídeo pela gravadora. Carioca, primeiro álbum de inéditas de Chico Buarque desde 1998, é um dos projetos mais ambiciosos da Biscoito Fino, que prepara o DVD da turnê do cantor e compositor para este mês.

Adoniran em vídeo
Restaurar o legado de figuras fundamentais da MPB é um dos motes da gravadora. Um ótimo exemplo é Antonio Carlos Jobim em Minas Ao Vivo Piano e Voz, álbum que resgata os maneirismos do gênio da bossa nova - beirando a timidez durante a apresentação gravada em 1981. No recital, Tom dialoga com o público, criando um clima de camaradagem entre o músico, solitário no palco, e a platéia, ansiosa em rever o maestro após anos longe da capital mineira. Outro mestre reverenciado pela Biscoito Fino é Adoniran Barbosa. Ícone do samba paulista, o boêmio revela toda a poesia de suas canções no programa Ensaio, lançado em DVD.

Repleta de talentos e reconhecida internacionalmente como celeiro de grandes virtuoses, a música instrumental brasileira encontra no selo carioca uma oportunidade rara de divulgar-se e chagar aos ouvidos de um público distante do gênero. Dessa forma, artistas como o multinstrumentista Hermeto Pascoal, os violonistas Romero Lubambo e Chico Pinheiro, o trombonista Raul de Souza e o Grupo Pau Brasil confiaram na expansão da Biscoito Fino, que hoje conta com mais de 150 artistas em seu acervo, e emplacaram um bom número de lançamentos.

Outra iniciativa interessante de Olívia Hime foi aproximar a música da poesia de nomes consagrados da literatura brasileira. A produtora deu moldes a projetos que envolviam as obras de Manuel Bandeira e Ruy Guerra, interpretadas por gente como Tom Jobim, Milton Nascimento, Dorival Caymmi e pela própria Olívia.

Vertentes distintas

Enquanto a tendência da gravadora carioca é investir em pérolas da música popular brasileira, outro selo nacional tem garimpado revelações no universo pop-rock. Não é de hoje que a Trama esmiúça o cenário independente em busca de jovens bandas espalhadas pelo país. Seu site serve de vitrine para artistas desvinculados às majors divulgarem arquivos em áudio, fotos e releases. Dessa forma, o portal permite que corram na mesma raia grupos dos mais diferentes estilos e influências, mas com o mesmo objetivo: ter a chance de se destacar na rede e alçar vôos mais altos.

O vozeirão de Elza Soares na jovem Reco-Head


Quem também enxerga no meio indie uma fonte de diversidade ímpar é Reco-Head, gravadora que, embora jovem, já conta em seu catálogo com a voz marcante de Elza Soares. Além da sambista, bandas como Jumbo Elektro, Cérebro Eletrônico, Druques e Seychelles já lançaram trabalhos pelo selo.

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Sandy e Junior no Brasil em 2019

Shows

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows