Guia da Semana
Shows
Por Rafaela Piccin

Bandas femininas que você tem que conhecer

Conheça The Runaways, The Donnas, Le Tigre, e muito mais.

The Runaways é destaque (Divulgação)

Ao longo dos anos, as mulheres vêm conquistando cada vez mais espaço em diversas áreas, como política, trabalho, esportes, entre outras. E com a música não poderia ser diferente.

Confira os shows internacionais que rolam em 2013
Veja um roteiro com o melhor da programação grátis de SP

Em homenagem ao aniversário de Joan Jett (22 de setembro), umas das maiores cantoras de rock, o Guia da Semana listou algumas bandas femininas que você tem que conhecer. Confira:

The Runaways

Antes de seguir carreira solo acompanhada pela banda The Blackhearts, Joan Jett foi guitarrista e vocalista da The Runaways. Uma das maiores - senão a maior - banda feminina da história, tiveram carreira curta e sucesso que repercute até hoje com os hits Cherry Bomb, Queens of Noise e Born To Be Bad. 

The Donnas


Quatro garotas estadunidenses, fãs de Ramones, formaram uma banda de punk rock em 1993. O resultado? Do estilo "de garagem" a um glam punk, as meninas fizeram muito sucesso e lançaram oito álbuns como The Donnas, incluindo um com os melhores hits. Anteriormente, a banda chamava Ragady Anne, que lançou um álbum homônimo, e The Electrocutes, que teve o trabalho Steal Yer Lunch Money 

Spice Girls

Mesmo que contassem com uma banda de apoio, as Spice Girls têm que figurar na lista pela grande representatividade no gênero pop - destaque para o hit Wannabe. Inicialmente, o grupo se chamava Touch, e depois de dois anos ficou com o nome definitivo. 

Bikini Kill


As americanas do punk rock se juntaram em outubro de 1990. A banda é considerada a pioneira do riot grrrl - movimento feminista dentro da música -, com letras radicais e performances incendiárias. O grupo durou sete anos, gravando dois álbuns, vários EPs e duas compilações. Kathleen Hanna, ex-vocalista e compositora, a partir do término da Bikini Kill, se juntou com outras pessoas e fundou o Le Tigre. 

Le Tigre

Apesar de ter a fisionomia de um rapaz, JD Samson nasceu fisicamente como uma mulher, que, pouco a pouco, conseguiu se libertar e viver da forma que acredita. As letras da banda disseminam o feminismo e apóiam a comunidade LGBT por experiências próprias das integrantes. O som delas é bem diferente, misturando rock com eletroclash, dance-punk e estilos do gênero.  

Volkana 

Eis uma banda brasileira na seleção. As volkanas, Cláudia França, Karla Carneiro, Selma Moreira e Pat, unidas em 1987, são de Brasília e tocavam thrash e heavy metal. A formação original durou até 1996, quando o grupo fez uma pausa e retomou as atividades em 2008, com a seguinte formação: Mila Menezes, Marielle Loyola, Renata Lopes e Sérgio Facci. 

L7


L7 foi uma banda de rock formada por garotas estadunidenses em 1985. Eram elas: Donita Sparks e Suzi Gardner, e, posteriormente, uniram-se a elas Jennifer Finch e Dee Plakas. Apesar de o fim do grupo não ter sido declarado oficialmente, acredita-se que a banda tenha acabado em 2000. O nome, L7, é uma gíria nos EUA para "quadrado" (fazendo o símbolo de um L com uma mão e de um 7 com a outra, usando os dedos indicadores e polegares).


Por Rafaela Piccin

Atualizado em 14 Out 2013.

Mais notícias

Confira as atrações internacionais do Rock in Rio 2019 que também farão shows em São Paulo

Shows

Confira os melhores clipes de 2019... até agora

Shows

Shows em comemoração ao Dia dos Namorados 2019 em São Paulo

Shows

Confira a programação de shows nos CEUs durante a Virada Cultural 2019

Shows

Shows imperdíveis da Virada Cultural 2019

Shows

Maroon 5 confirma show no Villa Mix Festival São Paulo em julho deste ano; saiba mais!

Shows