Guia da Semana
Shows
Por Marina Marques

Bandas para conhecer no Lollapalooza 2016

O festival é uma ótima chance de conhecer coisas novas; confira!.

A banda brasileira Dônica é uma das atrações (Divulgação)

A edição 2016 do Lollapalooza Brasil acontece nos dias 12 e 13 de março, no Autódromo de Interlagos. O evento trará grandes atrações imperdíveis - como Eminem, Florence + The Machine, Jack Ü, Mumford & Sons e muito mais.

Mas não é só de grandes bandas que vive o Lolla, o festival é também uma grande oportunidade para conhecer bandas não tão populares e se apaixonar por elas. Confira dicas de bandas/DJs que você não pode deixar de conferir o show e já vá se preparando para este festival incrível!

Cold War Kids

Os californianos do Cold War Kids entraram no radar de grandes produtores e do público alternativo com o sucesso de duas canções – “We Used to Vacation” e “Hang Me Up To Dry”. A banda, que existe desde 2004, tem influências de músicos e bandas como Jeff Buckley, Bob Dylan, Velvet Underground, e Johnny Segment. A banda já esteve em turnê com Muse, Two Gallants, Tapes 'n Tapes, Clap Your Hands Say Yeah, Sound Team e The White Stripes.

Supercombo

O Supercombo é hoje uma das mais relevantes bandas brasileiras da nova geração, com três álbuns lançados e alguns anos de história e conquistas. Surgida em Vitória em 2007, a banda participou em 2015 do programa Superstar, da Rede Globo.

Jungle

A dupla formada por T e J (Tom McFarland e Josh Lloyd-Watson) teve seu disco de estreia, de nome homônimo, eleito o melhor álbum alternativo de 2014 pelo iTunes. Entre as características mais marcantes do grupo está o fato de que eles fazem de suas apresentações na TV momentos muito raros e nunca aparecem em seus clipes. As coreografias para os vídeos também são um capitulo à parte. Para as apresentações, é esperado o mesmo formato que a dupla apresenta em outros países, com uma banda de 7 integrantes.

Gramatik

Gramatik começou a produzir as primeiras batidas em seu próprio grupo de hip-hop, expandindo em seguida suas habilidades de produção com as influências jazz, blues e funk que já trazia desde infância. Gramatik lançou 8 álbums, 3 EPs, inúmeros singles e remixes. Por todas as suas influências musicais é que seu show é algo único e imperdível.

Zeds Dead

Apadrinhada por ninguém menos que DJ Diplo, a dupla canadense Zeds Dead explora uma grande variedade de gêneros que combinam aspectos de electro house, hip-hop, glitch e drum and bass em seu som, em grande parte dubstep.

Dônica

Criada em 2011, a Dônica vem angariando admiradores por onde tocam. Influenciada pelo rock progressivo dos anos 70, pela MPB e pela música experimental, a banda caiu nas graças de Milton Nascimento, hoje o padrinho oficial do grupo. Dentre os integrantes do grupo está Tom Veloso, filho de Caetano Veloso. Em setembro de 2015 a Dônica abriu o Rock in Rio 2015 tocando no Palco Sunset ao lado do Maestro Arthur Verocai como convidado.


Por Marina Marques

Atualizado em 7 Mar 2016.

Mais notícias

18 live shows imperdíveis em abril de 2020

Shows

11 shows imperdíveis que estão disponíveis no Globloplay

Shows

6 shows incríveis que estão disponíveis na Netflix

Shows

Coronavírus: Espaço das Américas anuncia o adiamento de mais de 10 shows em São Paulo

Shows

Lollapalooza Brasil 2020 é adiado para dezembro; saiba mais!

Shows

10 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2020

Shows