Guia da Semana
Shows
Por Redação Guia da Semana

Criolo

Criolo tem atraído a atenção dos fãs e da mídia pela qualidade das suas músicas - além de ter sido o criador da rinha de MCs.

Foto: Ursula Kiori


Intenso é a única palavra que fica completamente óbvia quando se assiste a um show do Criolo, hoje não mais Doido. Após quase 20 anos de carreira no rap, ele alcançou o mainstream com o disco Nó Na Orelha, lançado este ano.

O último show que ele realizou em Santo André, no ABC Paulista, foi, na verdade, puro improviso. Isso porque era para ser uma rinha de MCs - disputa de freestyle que ele próprio, ao lado do DJ Dan Dan, criou - mas não houve quem quisesse desafiá-lo. Mas ele não decepcionou a galera e, além das músicas do mais novo trabalho e algumas antigas, cantou a estrofe de uma faixa inédita, como presente para os fãs que lotavam o lugar.

Uma semana depois, a corrida para os ingressos de duas apresentações no Studio SP, na capital paulista, era frenética. As entradas se esgotaram rapidamente para as datas, a imprensa foi vetada de última hora e a plateia tinha nomes como Kamau e Adriana Lessa.

Com um público totalmente cheio e que incluía pessoas de todos os tipos, Criolo sobe ao palco, de bata africana e óculos escuros, ao som de Bogotá, primeira música do disco e cantada a todos pulmões por um público que não errava a letra.

O ápice, como já era de se esperar, ficou para Não Existe Amor Em SP, que virou hit do ano, mas faixas como Linha de Frente e Grajauex também arrancaram gritos inspirados de um público emocionado, quando Criolo já estava com sua famosa camisa do Corinthians.

Em 2011, o rapper chegou ao pico da carreira, tendo participado (e bastante elogiado por isso) do último clipe do Emicida, Então, Toma!, com direção de Fred Ouro Preto. O vídeo traz ainda participações inusitadas como Renato Teixeira , Zeca Baleiro e até NX Zero.

Isso sem contar que era para Nó na Orelha ser o álbum que faria o artista dar uma pausa na carreira, mas acabou ganhando uma produção bem feita de Daniel Ganjaman e o sucesso foi imediato. Ficou curioso para ver o show? Clique aqui e assista a um trecho! 

Leia as colunas anteriores de Carol Tavares:

Pitty

Esteban


Quem é a colunista: Carol Tavares, uma repórter geminiana e um pouco esquisita.

O que faz: É repórter do Portal MTV - o que quer dizer que escreve, grava, entrevista, cobre eventos e planta bananeira com uma mão só (mentira, isso eu não sei fazer).

Pecado Gastronômico: Cerveja conta?


Melhor lugar do mundo: O Meu Quarto.

O que está ouvindo no carro, iPod, mp3: No momento, viciada no disco A Coruja e o Coração, da Tiê. Mas a trilha sonora do filme À Prova de Morte, do Tarantino, não sai do carro.

Fale com ela: caroluiz@gmail.com ou siga seu Twitter.





Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Sandy e Junior no Brasil em 2019

Shows

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows