Guia da Semana
Shows
Por Carine Medeiros

Daniel e a Orquestra Philarmônica

Em coletiva de imprensa, o cantor conversa sobre a paternidade, os 30 anos de carreira e a briga entre Zezé e Luciano.

Divulgação

Por Carine Medeiros

 

Prestes a completar 30 anos de uma carreira marcada pelo sucesso, o cantor Daniel se prepara para subir ao palco da Via Funchal acompanhado da Orquestra Philarmônica São Paulo (OPSP), regida pelo maestro Solielson Goethe, nesta sexta (4).

O repertório do show foi preparado para encantar os fãs. Junto com os 52 músicos da orquestra, o cantor entoa os sucessos mais marcantes de seu repertório, como “Te Amo Cada Vez Mais” e “Os Amantes”, intercalados com releituras de canções como “Disparada”, “Do Fundo do Meu Coração” e “Esperança”.

A ideia do projeto partiu do maestro Goethe em 2003, assim que fundou a orquestra. “A minha intenção era essa. Usar, de alguma forma, a música popular para aproximar o grupo sinfônico do público. Estou muito feliz de fazer essa interação com o Daniel”, diz.

Empolgado com a estreia, Daniel falou sobre a carreira e a vida pessoal em uma coletiva de imprensa. Confira as perguntas respondidas pelo cantor.

 

Daniel, como está sendo a experiência para você?

Daniel: Pra mim é uma experiência única. Tive a honra de tocar com orquestras duas vezes, uma em Poços de Caldas e a outra na Sala São Paulo, com o maestro João Carlos Martins, mas foram apresentações menores, com outros artistas presentes. Agora será diferente. Acho muito legal e interessante juntar a força de um estilo com outro. Música é isso.

 

Qual a diferença entre tocar acompanhado de uma banda e da orquestra?

Daniel: A maior diferença que eu sinto é a dinâmica. Com a orquestra eu sinto mais a música e ela mexe com os sentimentos. Eu me sinto muito melhor cantando assim do que com a banda.

 

No próximo ano você completa 30 anos de carreira. Está preparando alguma comemoração especial?

Daniel: Vamos escrever uma biografia e um documentário. Também tenho vontade da fazer um DVD comemorativo com algumas participações de convidados que marcaram a minha história nesses 30 anos. Quem sabe até esse DVD possa ser com a orquestra. Seria muito interessante. Tenho o sonho de gravar em Brotas, minha terra natal, onde reinaugurei o cinema da cidade, o Cine São José. É um palco pequeno, um lugar pequeno, mas a minha história está ali.

 

Você se tornou pai e está esperando a chegada da segunda filha. Como isso influencia na sua carreira?

Daniel: A prioridade muda. Hoje eu não consigo ficar tanto tempo longe de casa. Estou vivendo uma fase onde não preciso fazer 20 shows por mês, como era antes. O filho causa vontade em você. Ela revolucionou minha vida.

 

Grande parte das suas músicas falam de amor e muitas delas marcaram relacionamentos. Qual você acha que foi mais marcante?

Daniel: Tem uma musica que marcou muito e foi um divisor de águas para a minha carreira que foi “Estou Apaixonado”. Outra que eu gosto muito é “Eu Adoro Amar Você”. Acho que ela chegou exatamente em um momento crucial porque eu havia acabado de perder o meu parceiro (João Paulo).

 

Como você vê o momento atual da música nessa onda de sertanejo universitário?

Daniel: A renovação é natural. Eu vejo que estão surgindo potenciais maravilhosos. Isso só fortalece aquilo que a gente faz. Gosto muito de Victor & Leo e César Menotti & Fabiano, que começaram essa fase. Também gosto de Fernando & Sorocaba, Jorge & Mateus, João Carreiro & Capataz... Luan Santana e Michel Teló também revolucionaram trazendo um público teen.

 

Recentemente, o Zezé e o Luciano anunciaram o fim da dupla e depois voltaram atrás. O que você achou disso?

Daniel: O Leonardo falou uma coisa que eu achei legal. “Antes eu tivesse meu irmão, meu parceiro do meu lado”. Acho que a gente tem que saber respeitar as diferenças e tentar passar por cima de algumas coisas que prejudicam de alguma forma. Não dá pra encerrar uma historia de 20 anos sem um porquê. Eu queria estar brigando com o João Paulo até hoje. De minha parte, estou na torcida para que eles se fortaleçam e não deixem uma historia tão bonita de lado. 

 



Por Carine Medeiros

Atualizado em 2 Dez 2011.

Mais notícias

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows

Trocas do Rock in Rio Card começam nesta quarta-feira (6); saiba mais!

Shows