Guia da Semana
Shows
Por Redação Guia da Semana

Deusa do Afropop

Margareth Menezes comenta sobre o novo CD, considera que a Bahia não vive apenas de carnaval e ainda diz não gostar de pagode.

Por Humberto Baraldi




Pop, afro, reggae, axé, samba. Ritmos que combinam com o rebolado das mainhas carregando enormes tachos de acarajé ou ainda que estimulam os painhos nas rodas de capoeira. Assim vive o povo de Salvador, terra onde a música é reflexo do jeito de ser de cada habitante. E é deste modo, que a cantora Margareth Menezes interpreta suas canções. "Canto afropopbrasileiro, uma mistura de música popular com os costumes africanos, tão fortes na minha cidade", explica a artista. Maga, como é chamada pelos amigos, acaba de lançar um novo álbum e em conversa ao Guia da Semana revela o que que realmente a baiana tem.

Dona de um dos maiores vozeirões da MPB, a interprete de Dandalunda, grande sucesso da carreira, comenta sobre a parceria com Ivete Sangalo em um dos hits do novo CD Margareth Menezes Pra Você (EMI), considera que a Bahia não vive apenas de carnaval e ainda diz odiar pagode.

Guia: O que você quer ou quis oferecer em "Margareth Menezes Pra Você"?
Margareth: Quero transmitir um bom astral. Quero que as pessoas ouçam e decidam qual o melhor lugar para curtir este som. Pode ser no carro, em casa, no verão. Pretendo deixar o público à vontade.

Guia: É verdade que este trabalho é o mais pop de sua carreira?
Margareth: Talvez por possuir um pouco mais de percussão, algumas pessoas o consideram mais pop. Na verdade, canto afropopbrasileiro, uma mistura de música popular com os costumes africanos, tão fortes na minha cidade.

Guia: No disco há participações especiais de Ivete Sangalo e Cláudio Zoli. Por que escolheu estes dois cantores?
Margareth: Convidei a Ivete, pois sou muito amiga dela e também por gratidão ao convite que ela me fez para participar da gravação do DVD. Já Cláudio, admiro ele há tempos e gosto de seu estilo.

Guia: Está confiante que este álbum faça sucesso?
Margareth: Ah, meu amigo (sotaque baiano bem arrastado). Deste mercado não podemos esperar nada. A pirataria rola solta, os preços estão cada vez mais altos...Quando você já tem 17 anos de carreira, tem que começar a controlar mais a ansiedade.

Continua...

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows

Trocas do Rock in Rio Card começam nesta quarta-feira (6); saiba mais!

Shows