Guia da Semana
Shows
Por Adriano Bertin

Nando Reis encerra Bailão do Ruivão em SP

Prestes a encerrar turnê em palcos de São Paulo, Nando Reis fala sobre os convidados da série e revela data para gravação de novo disco.

Nando Reis faz último show do Bailão do Ruivão em São Paulo (Divulgação)

Em 28 de janeiro, o cantor e compositor Nando Reis faz o último show da série Bailão do Ruivão na cidade de São Paulo, que trouxe boas releituras de Johnny Nash e Bob Marley. No entanto, a turnê ainda continua em outras cidades do Brasil até o segundo semestre de 2012.

A pausa na capital paulista representa um bom sinal para os fãs que sentem falta do estilo inconfundível do músico – último CD de canções inéditas saiu em 2009 –, pois ele confirma sua volta aos estúdios já para fevereiro desse ano. Ainda sem grandes detalhes sobre a obra, Nando anuncia que ela estará concluída até o mês de março. É esperar para ver.

Enquanto isso, em meio ao encerramento dos shows e o começo das gravações, Nando falou com o Guia da Semana. Confira:

Guia da Semana: Como surgiu a ideia de criar o Bailão?
Nando Reis: A ideia do Bailão do Ruivão surgiu em 2009, quando montei uma apresentação na festa do VMB inspirada nesse repertório diferenciado, de músicas que eu já apresentava no bis dos meus shows com Os Infernais.

Como é pra você, consagrado por suas belas composições, dar nova roupagem a clássicos de outros artistas?
É muito gratificante, gravei um disco pela primeira vez cantando música de outros autores e fiz questão de escolher músicas que amo, de autores que admiro.

Você já disse em entrevista que toma cuidado ao escolher alguma parceria musical. Como foi dividir o palco com Zezé di Camargo & Luciano, Joelma e Chimbinha?
Foi ótimo, já conhecia Zezé di Camargo & Luciano de anos atrás, fizemos um evento juntos e depois participei da trilha sonora do filme deles. O Calypso, por exemplo, cantar "Kaoma" com a Joelma, tocando com o Chimbinha, trazer o Calypso para o palco é puro Bailão. Outra parceria muito importante foi com Zafenate, a banda do meu filho Theo, foi um momento maravilhoso.

Seu último álbum de inéditas, Drês, é de 2009. Já pensa em entrar em estúdio pra gravar um novo disco?
Gravo meu próximo disco entre fevereiro e março, que será apenas de inéditas.

Para os próximos trabalhos, há alguma chance de retornar ao estilo da sua época no Titãs?
O estilo Titãs ficou para época que ainda participava da banda. Acredito que consegui ao longo de todos os anos de carreira solo, construir meu próprio estilo musical.


Por Adriano Bertin

Atualizado em 27 Jan 2012.

Mais notícias

Sandy e Junior no Brasil em 2019

Shows

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows