Guia da Semana
Shows
Por Redação Guia da Semana

O hit das mandonas

"Minha Mulher Não Deixa Não", do cantor Reginho, promete ser a música do carnaval 2011.

Foto: Divulgação

O cantor pernambucano Reginho ficou famoso em apenas três meses através da internet

No carnaval de 2009, o som que tomou conta da folia foi Chupa que é de uva, do grupo pouco conhecido na época, Aviões do Forró. Em 2010, foi a vez da canção Rebolation, da banda Parangolé, fazer a galera remexer nos quatro cantos do Brasil. Já em 2011, a grande aposta é o hit contagiante Minha Mulher Não Deixa Não, do cantor Reginho. O motivo da escolha deste ano é o recorde de popularidade que o pernambucano Reginaldo Alves da Silva, 39, está batendo. Em apenas três meses, seu clipe atingiu o pico de 9 milhões de acessos no site Youtube.

Desde então, o cantor passou a estar presente nos principais jornais, em revistas e nos programas de rádio e TV mais famosos do país. Só no Recife, o novo astro já vendeu 100 mil cópias do seu disco e conquistou fãs de peso para sua música, como Ivete Sangalo, Alexandre Pires e a própria banda Aviões do Forró, que regravou Minha Mulher Não deixa Não. Mais pop do que ninguém nesse carnaval, o cantor foi convidado para estrelar a campanha do Ministério da Saúde para incentivar o uso da camisinha na temporada da folia.

Na noite do dia 24 de fevereiro, o ônibus que levava Reginho e sua banda sofreu um acidente em Jeremoabo, na Bahia, quando seguia do Rio de Janeiro para o Recife. Infelizmente, o baixista do grupo, Lenine Castro dos Santos, faleceu em decorrência do acidente e quinze integrantes ainda estão internados. O vocalista teve ferimentos leves e, segundo sua assessoria de imprensa, já foi liberado e passa bem.

Dias antes do ocorrido, Reginho revelou, em entrevista ao Guia da Semana, que está muito grato pelo sucesso que conseguiu alcançar até agora. Confira o bate-papo na íntegra!



Guia da Semana: Como começou sua carreira na música?
Reginho: Há 26 anos, eu toco em barzinhos fazendo voz e teclado, nas noites de Paulista, na região do Grande Recife. Todo ano, eu fazia um CD independente, colocava algumas músicas próprias e foi no volume 6, no ano passado, que estava a música Minha Mulher Não Deixa Não. Montamos o grupo Reginho e Banda Surpresa há apenas três meses, quando a canção estourou no Brasil todo.

Guia da Semana: A que se deve o sucesso de Minha Mulher Não Deixa Não?
Reginho: A música estourou primeiro na praia da Maria Fumança, no litoral de Recife, depois que Anjo, Gal, Ponga e Mimosos - os quatro meninos que aparecem no vídeo - levaram o meu CD para o local e começaram a tocar por lá. Acho que a canção deu certo porque ela ficou com um tom gostoso e humorístico, além de ser uma história que se encaixa na vida de vários homens. Tanto que em todos os shows, alguns homens vêm até mim para falar que é a história da vida deles e que suas mulheres agem de maneira: mandona. Eu acho que entrei na vida desses marmanjões sem pena.

Guia da Semana: De onde veio a inspiração para escrever essa letra?
Reginho: Desde 2002, eu tocava no mesmo bar chamado Cabeça de Galo da Marli e foi lá que consegui inspiração para escrever a música Minha Mulher Não Deixa Não, através da vida dos clientes. Eu via sempre as mulheres indo buscar seus maridos no bar, brigando com eles para ir embora para casa. Eu usei algumas experiências pessoais, pois já tive uma mulher dominadora, e também me inspirei na história do DJ Sandro - que tocava nos meus intervalos no bar - com sua mulher ciumenta e que, até hoje, vive dominado por ela, mas dominado no bom sentido.

Guia da Semana: A versão que você fez para os homens que se impõe, Minha Mulher Não Manda Em Mim, foi solicitada pelo público masculino?
Reginho: Sim, fiz a música para os marmanjos que chegavam até mim e pediam para eu dar uma moralzinha para os homens (risos).




Guia da Semana: A coreografia de Minha Mulher Não Deixa Não já invadiu até os jogos de futebol do Brasil, através do jogador Neymar. Como surgiu essa dança?
Reginho: A idéia foi dos quatro rapazes. Na praia, os meninos estavam escutando a minha música, em seguida, começaram a dançar e a namorada de um deles filmou-os. Foi uma alegria imensa ver o Neymar dançando com a rapaziada e pedindo para os quatro meninos cortarem o cabelo igual ao dele e eles assim o fizeram.

Guia da Semana: Qual é o conselho que você dá para as mulheres mandonas?
Reginho: Eu aconselho para essa rapaziada masculina a deixar a mulher mandar, porque isso é muito bom, gostoso e prazeroso. Casamento em que a mulher manda, possui menos risco de terminar.  Já o casamento em que o homem é o bam bam bam da história, não costuma durar, pois a mulher nunca gosta de ser dominada. Nos shows, 80% dos homens que converso gostam de ser dominados e só 20% não preferem relacionamentos assim.

Guia da Semana: Quais são seus cantores prediletos?
Reginho: Tenho uma grande admiração pelo Rei Roberto Carlos, Ivete Sangalo e gosto demais do Alexandre Pires. Inclusive a Ivete e o Alexandre executam a minha música no show deles. Fiquei muito feliz com isso.

Guia da Semana: O que mudou na sua vida após a fama?
Reginho: Mudou muita coisa e só para melhor. Estou sendo muito recompensado pelo Papai do Céu e peço a ele muita luz, humildade, saúde, energia e inteligência para eu caminhar nessa nova estrada que ele trilhou para mim. Para onde ele me levar, eu vou. Está tudo uma loucura e eu estou, praticamente, morando dentro do ônibus e de  avião, viajando muito para todos os cantos do Brasil.

Guia da Semana: Após ter o título de autor do hit do momento, você já começou algum outro trabalho para esse ano?
Reginho: Acabei de lançar o clipe da minha nova música de trabalho, chamada Posição da Rã.


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows

Trocas do Rock in Rio Card começam nesta quarta-feira (6); saiba mais!

Shows