Guia da Semana
Shows
Por Anna Thereza de Almeida

Péricles relembra sambas dos anos 1990 em show em São Paulo

O cantor interpretou pagodes românticos e partido alto.

Péricles lançou seu segundo trabalho, “Nos Arcos da Lapa”, em única apresentação no Credicard Hall (André Villa)

O cenário do palco do Credicard Hall do último dia 25 de setembro não deixou dúvidas de que o show de lançamento do segundo trabalho solo de Péricles, intitulado “Nos Arcos da Lapa”, seria embalado por clássicos do samba e pagode. As imagens do Aqueduto da Carioca, popularmente conhecido como Arcos da Lapa, e a calçada de Copacabana encantaram o público logo de cara.

+ Veja os shows desta semana em São Paulo
Ouça 22 pagodes para relembrar os anos 1990
Confira 11 músicas que cantamos errado

Dono de uma potente voz e de um carisma que conquistou fãs por todo o Brasil, Péricles mostrou a todos que realmente é um sambista nato. Além de sucessos do seu primeiro trabalho solo, “Sensações”, e alguns hits da época do grupo Exaltasamba, o cantor homenageou o pagode dos anos 1990 e a cidade do Rio de Janeiro. E claro, apresentou algumas canções inéditas, que reforçaram a qualidade de sua obra.

O show começou com uma homenagem ao grupo Art Popular, do qual Péricles declarou ser fã. A música “O Canto da Razão” fez o Credicard Hall inteiro se levantar e dançar com o pagodeiro. Outros ícones da música brasileira também foram lembrados, como os grupos Só Preto Sem Preconceito e Katinguele, os compositores Tom Jobim e Vinícius de Moraes, os sambistas Bezerra da Silva e Zeca Pagodinho, entre outros.

“Esse CD mostra que a gente precisa cultivar e cultuar os nossos ídolos e suas obras. Profissionais que desempenharam um bom trabalho devem ser lembrados. É o que eu faço nesse projeto. Eu, depois de tanto tempo no Exalta, me vejo em condições de prestar essa grande homenagem a todos esses artistas que admiro”, afirmou o cantor durante o espetáculo.

Um dos momentos mais arrepiantes do show foi quando, em uma homenagem a Vinícius de Moraes e Tom Jobim, Péricles recitou o poema “Soneto de Fidelidade” para depois soltar a voz na canção “Eu sei que vou te amar”.

Outro momento marcante do show foi durante a música “Se Eu Largar o Freio” (primeiro single do novo álbum), que contou com a participação especial da atriz Cacau Protássio. No palco, os dois protagonizaram uma divertida e engraçada cena em que Péricles não hesitou em se queixar do desleixo da mulher.

Duas horas foi pouco para o cantor apresentar todo o seu talento e repertório. Porém, os mesmos 120 minutos foram suficientes para os fãs afirmarem mais uma vez que Péricles é um dos grandes nomes da música brasileira. 

 


Por Anna Thereza de Almeida

Atualizado em 15 Abr 2015.

Mais notícias

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows

Trocas do Rock in Rio Card começam nesta quarta-feira (6); saiba mais!

Shows