Guia da Semana
Teatro
Por Redação Guia da Semana

4 motivos para ver (ou não) a peça God, de Miguel Falabella

Espetáculo fica em cartaz no Teatro Procópio Ferreira até dia 19 de fevereiro de 2017.

Divulgação

Entre os dias 18 de novembro a 19 de fevereiro de 2017, o Teatro Procópio Ferreira abre as portas para a peça God, estrelada por Miguel Falabella. Para quem ainda não conhece, a produção é uma releitura da Broadway, que mostra uma versão moderna de Deus em uma conversa com a humanidade, para colocar alguns pingos nos is. 

Com uma cenografia linda, composta por um telão de fibra ótica e um figurino de brilhar os olhos, o espetáculo divide o público entre os que gostam e se divertem, e os que não gostam e saem do teatro extremamente incomodados. 

Para tirar a prova, o Guia da Semana foi conferir o espetáculo e lista abaixo 5 motivos pelos quais você deveria (ou não) assistir. Confira: 

SINOPSE

A ideia da peça é genial. Afinal, como seria um Deus moderno? Cansado dos Dez Mandamentos e de toda a incerteza que eles vêm gerando à humanidade, o criador toma forma através de Miguel Falabella para propor novas leis e esclarecer qualquer mal-entendido a seu respeito.

No espetáculo, ele e seus dois arcanjos dedicados, Miguel (Magno Bandarz) e Gabriel (Elder Gattely), respondem a algumas das questões mais profundas que têm atormentado a humanidade desde a Criação. 

PIADAS

Bem humorada, a peça é recheada de piadas do início ao fim... O que agrada algumas pessoas, mas incomoda outras. O motivo? Sacadas ultrapassadas que, ao invés de fazer rir, nos faz pensar que os diálogos pecam pela falta de originalidade e criatividade, chegando à conclusão de que mesmo com uma história aparentemente genial, o resultado final decepciona. 

DEUS ANTIBES 

O talento e desenvoltura cênica de Miguel Falabella são incontestáveis. Com maestria e muita presença de palco, o ator segura 90 minutos de espetáculo sem sair de cena uma única vez. 

Entretanto, a impressão é que sua versão moderna de Deus é, na verdade, uma mistura com seu eterno Caco Antibes, afinal, os trejeitos, falas e características se assemelham muito ao personagem do saudoso "Sai de Baixo" - aspecto que, pelo excesso, também causa grande incômodo em quem assiste. 

ELENCO 

Com um elenco enxuto, formado por dois arcanjos, interpretados por Magno Bandarz e Elder Gattely, a peça também frustra pela interpretação de ambos, que não convencem sob os papéis que vestem, deixando claro e aparente o descolamento entre ator e personagem, que forçam, não encaixam, e não caem na simpatia do público. 

SERVIÇO

Período: 18 de Novembro de 2016 a 19 de fevereiro de 2017
Local: Teatro Procópio Ferreira (Rua Augusta, 2823 – Jardins, SP)
Horários: Sexta, 21h; Sábado, 18h e 21h; Domingo, 18h
Duração: 90 minutos
Classificação: 12 anos


Atualizado em 9 Dez 2016.

Mais notícias

5 bons motivos para assistir ao "Ovo", novo espetáculo do Cirque du Soleil que estreia no Brasil em 2019

Teatro

Mais de 10 peças de teatro imperdíveis em novembro de 2018

Teatro

6 motivos para assistir ao musical "O Fantasma da Ópera"

Teatro

'Disney On Ice' chega ao Brasil com cenas de 'Frozen', 'O Rei Leão' e outros clássicos infantis; saiba tudo sobre o espetáculo!

Teatro

9 peças de teatro imperdíveis para assistir em São Paulo em maio de 2018

Teatro

"Baixa Terapia", peça com Antonio Fagundes, comemora um ano em cartaz com turnê pelo Brasil; confira!

Teatro