Guia da Semana

Guia da Semana

Uma das mais gratas surpresas deste III Festival Internacional de Cinema de Trancoso foi “Plano B”, o muito oportuno filme de Helena Rosén, exibido ontem na primeira noite da programação do festival.

Agora também cineasta, a sueca/brasileira Helena, radicada em Trancoso desde o início dos anos 80, é empresária no setor do turismo, imobiliário, entretenimento, artista por natureza, amazona desde criancinha e também responsável pela área de Assuntos Internacionais da Embaixada da Paz.

O projeto da Embaixada, fundado e presidido pela atriz e escritora Maria Paula Fidalgo (ex-Casseta), tem como missão contribuir com a transformação dos indivíduos por meio da Cultura da Paz, promovendo iniciativas, dando visibilidade a ações voluntárias e ajudando cidadãos em situação de vulnerabilidade social.

E o filme “Plano B” é um alento para ajudar este “pequeno universo de pessoas que estão vivendo em situação de vulnerabilidade social” durante a pandemia, ou seja, um tal de planeta Terra.

Contando com curtos depoimentos e reflexões de personalidades e personagens diversos, que vão desde pescadores locais e índios pataxós da Aldeia Mãe Barra Velha a empresários peso-pesado internacionais e executivos de empresas multinacionais, passando por artistas plásticos, cantoras, atrizes globais, músicos, esportistas, chefs de cozinha, nobres europeus como a Princesa da Prússia e outros, o filme traz uma visão otimista do delicado momento que estamos vivendo.

Com uma abordagem positiva, são levantadas muitas questões que nos afligem, extraindo deste momento de ruptura, paralização, morte, isolamento e crise econômica uma nova forma de viver, de repensar posturas e viver o momento, praticar exercícios, valorizar os relacionamentos e as pessoas com quem convivemos, os espaços, o sentido da vida, as prioridades, a empatia, solidariedade e respeito, o acolhimento dos outros, das ideias, da Cultura da Paz, o cuidado e respeito à natureza, a sustentabilidade.

Será que o Plano B não será melhor que o Plano A?

Será que o melhor não está por vir, um movimento de novos seres humanos, o princípio da Era da Paz, com mais discernimento, suavidade e muito equilíbrio? A mensagem deste “experimento” nos obriga a repensar, mostra a nossa necessidade de evoluir, de fazer diferente, de produzir menos lixo e mais solução, mais entendimento e diversão.

Segundo a diretora, também é Plano B de Brasil, Plano B de Bahia...


Assista ao filme "Plano B":

Por Gerson Kerr | Enviado Especial

Atualizado em 3 Dez 2020.