Guia da Semana

Além do diploma

Depois de terminar a faculdade, é hora de continuar os estudos para tornar-se competitivo no mercado de trabalho

Foto: Getty Images


Durante o período de graduação, é muito comum se abdicar de aquisições como um carro e outros tipos de bens em prol do tão sonhado diploma. Mas, depois de conquistar o canudo, é hora de seguir em frente e agregar mais teoria. Pós-graduação, cursos extras, MBA, Latu ou Stricto Sensu, são algumas das opções que os já graduados procuram para não estacionarem nos estudos e se manterem atualizados com o que há de mais atual em suas áreas. Claro que, tal façanha, tem um custo. No Brasil, os melhores cursos ficam na média dos R$ 40 mil e nos Estados Unidos giram em torno de U$ 150 mil, com moradia e alimentação. Cabe a cada um botar na ponta do lápis quanto valerá fazer uma especialização e, assim, continuar a investir na carreira.

Dúvida cruel

Após concluir o curso de graduação, é comum surgir a grande questão: o que fazer para alavancar de vez a carreira? Opções não faltam e as mais procuradas têm sido os cursos de pós e intercâmbios no exterior. Agora, saber qual a decisão correta, é o que complica. O intercâmbio pode resultar em ter de pedir demissão de uma empresa que apresente oportunidades de desenvolvimento profissional. Já a pós-graduação traz um gasto elevado, além de tomar grande parte do tempo, devido a trabalhos e provas.

Muitas pessoas ainda têm dúvidas entre Lato e Stricto Sensu. Para seguir por essas áreas é preciso entender o que cada uma abrange. O Lato é voltado para a especialização e aperfeiçoamento técnico-profissional em uma determinado campo. Costumam ter a duração mínima de 360 horas, distribuídas em, aproximadamente, um ano e meio, considerando-se ainda o prazo para entrega da monografia, que é o trabalho de conclusão. Já os cursos de Stricto Sensu são voltados à carreira acadêmica (professores e pesquisadores), incluindo o mestrado, o doutorado e o MBA mestrado executivo.

Foto: Getty Images


O MBA

O Master Business Administration, mais conhecido como MBA, tem como proposta oferecer ao aluno uma grade de matérias relacionadas a negócios e gestão empresarial ligadas ao tema escolhido. Hoje, no Brasil, existe uma enorme quantidade de cursos do gênero devido à procura, por parte dos profissionais, em ter um diferencial para concorrer no disputado mercado de trabalho. Por conta disso, é necessário ficar de olhos bem abertos para os objetivos do curso e a dinâmica de ensino, para que não seja gasto dinheiro e tempo em algo que não acrescentará frutos positivos a sua profissão e nem atenderá suas expectativas.
 
Momento exato

Ao contrário da graduação, que é um curso com uma base teórica mais acentuada, o MBA é voltado para relacionamentos e discussões de práticas já usadas no mundo corporativo. Isso é notado em exercícios, onde situações reais são utilizadas para dar mais ênfase a determinada atividade. Portanto, a necessidade de possuir certa experiência é desejável.

A procura por cursos de pós-graduação acontece muito entre profissionais que pretendem dar um up na carreira. Exemplo básico é de um coordenador que queira um cargo na diretoria. Nestes casos, o curso ajuda a vivenciar situações da nova função que ele enfrentaria.  É ideal que o aluno possua uma experiência média de 3 anos na área a ser estudada. Isso faz com que ele aproveite melhor as aulas e traga para elas a vivência de fazer parte da rotina de trabalho, além de trocar experiências com professores e colegas de sala.

Foto: Getty Images


Consequências

Um curso feito no momento errado da carreira pode acarretar negativamente um profissional. A principal sequela que a escolha precipitada pode causar é a decepção, tanto com o curso quanto com o próprio conhecimento, já que ele pode ter a sensação de que aquilo que aprendeu na faculdade e no mercado de trabalho não serviram para nada. Para agravar a situação, o profissional pode ter a sensação de que está na área errada, de que não deve seguir esse caminho.

Portanto, é preciso se preparar para realizar qualquer tipo de especialização. O mais ideal antes de bater o martelo na sua aposta é fazer alguns cursos livres que estejam relacionados com a área e acumular idiomas. Aprender diferentes línguas é importante, já que diversas referências bibliográficas utilizadas em um MBA são estrangeiras e dominá-las ajuda na hora de estudar, além de estimular o ensino.

Confira os 5 melhores MBAs do país, segundo pesquisa realizada em 2009 pela Você S/A:

MBA Executivo: Eaesp-FGV (SP) - One MBA - R$ 112 mil com 624 horas-aula.

Mestrado Profissional: Eaesp-FGV (SP) - Mestrado Profissional em Administração - R$ 77 mil com 576 horas-aula.

Finanças: Eaesp-FGV (SP) - Ceag - Especialização em Finanças - R$ 37 mil com 506 horas-aula.

Marketing: FGV (RJ) - MBA em Marketing - R$ 24 mil com 360 horas-aula.

Tecnologia da Informação: FGV (DF) - Administração Estratégica de Sistema de Informação - R$ 17 mil com 360 horas-aula.

Recursos Humanos: FGV (SP) - Gestão Estratégica de Pessoas - R$ 24 mil com 360 horas-aula.

Atualizado em 26 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Volta de "CQC" é certa, segundo diretor da atração

Estreia e emissora ainda não foram decididos

Transmissão do Billboard Music Awards 2017 na TV e internet

Premiação musical será exibida pelo TNT neste domingo, 21

Transmissão do MTV Movie & TV Awards 2017 na TV e Internet

O ator e comediante Adam Devine vai apresentar a premiação

Quarta temporada de ‘Adotada’ estreia nesta terça-feira (11), na MTV

Maria Eugênia vai rodar por todo o Brasil em 13 novos episódios inéditos

Marcos é expulso do BBB 17

A delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá esteve nos Estúdios Globo nesta segunda-feira (10)

Talk show de Tatá Werneck estreia hoje no Multishow

"Lady Night" vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 22h30