Guia da Semana
TV
Por Redação Guia da Semana

Arte utilitária

Na parede ou no chão, os tapetes persas são sinônimos de luxo.


Expostos em tapeçarias ou estendidos no chão, os tapetes persas são artefatos típicos da cultura oriental. Sua beleza transcende o caráter decorativo, contendo um legado artístico milenar, oriundo dos povos da antiga Pérsia. Os costumes, ritos e valores da civilização persa são os temas mais recorrentes, incluindo-se os florais e tipos geométricos.

Os tapetes persas podem ser confeccionados a partir de diferentes materiais. Os mais utilizados são a lã de carneiro e o algodão, mas também são encontrados exemplares mais sofisticados, feitos a partir da lã de camelo ou de seda. Este último, além de ser mais caro, oferece menor durabilidade. Já as tintas, antigamente compostas por materiais orgânicos, hoje são produzidas artificialmente à base de cromo.

Irã: maior exportador de tapetes persas

Os verdadeiros persas são originários principalmente do Irã, mas também podem ser exportados por outros países da região como Índia, Paquistão e Turquia. Embora hoje, a maioria desses tapetes seja produzida à máquina, as peças artesanais ainda são muito procuradas devido ao seu valor e originalidade. A paciência e o tempo necessários para a confecção manual conferem ao tapete um requinte único, aumentando significativamente seu preço.

Cuidados especiais

Tapetes persas são objetos sensíveis, por isso é recomendável retirar os sapatos ao caminhar sobre eles, não permitindo, assim, que as impurezas trazidas da rua danifiquem sua lã. A limpeza deve ser feita em média a cada três anos, de preferência em empresas especializadas em tratamento de tapetes. A exposição direta ao sol pode causar desbotamento da lã, vasos de plantas posicionados em cima dos tapetes tendem a estragar a trama. Assim, a melhor maneira de conservar as peças é evitar o contato direto com materiais pesados, inclusive móveis.

Exemplo de tapeçaria persa

Naturalmente caros, um modelo razoável não sai por menos de R$ 1.000,00 e costumar ser cada vez mais valorizados com o passar do tempo. Apenas peças com aproximadamente um século de existência são caracterizadas como antigas. Outro elemento fundamental na valorização do tapete é a qualidade da lã e dos nós (quanto maior a quantidade de nós, maior a definição das figuras).

Saiba mais sobre tapetes persas

  • Os tapetes persas feitos de seda são geralmente expostos como peças de tapeçaria
  • Há basicamente dois tipos de nós: o "nó único" persa (senneh) e o "nó duplo" turco (giordes)
  • A confecção de determinados tapetes pode durar mais de um ano
  • Sarouk, Kashan e Tabriz são regiões da Pérsia que batizam determinados tipos de tapetes
  • O exemplar mais antigo de tapete persa remete ao século V antes de Cristo
  • Os muçulmanos utilizam um pequeno tapete persa, no qual se ajoelham, durante suas orações diárias voltadas para Meca
  • A exportação de tapetes no Irã só é menos lucrativa do que a de petróleo

  • Serviços

    Fenícia Maracatins - Tapetes, Lavagem e Restauração
    Endereço - Alameda dos Maracatins, 63, Moema
    Telefone - (11) 5051-4228

    Morales Tapetes Orientais
    Endereço - Shopping Ibirapuera - Piso Jurupis
    Telefone - (11) 5181-8973

    By Kamy - Tapetes, Lavagem e Restauração
    Endereço - Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1147, Jd. Paulista
    Telefone - (11) 3081-1266


    Atualizado em 10 Abr 2012.

    Mais notícias

    MasterChef Brasil: cozinheiros vão preparar receita em prato não convencional neste domingo (19)

    TV

    Shows da Virada Cultural 2019 serão transmitidos ao vivo pela internet; saiba mais!

    TV

    “MasterChef": gastronomia mineira é o próximo desafio dos cozinheiros; saiba mais!

    TV

    Troféu Imprensa 2019 é neste domingo (28); saiba tudo!

    TV

    Conheça a trama da novela "A Dona do Pedaço", que estreia hoje (20) na Rede Globo

    TV

    MasterChef Brasil do dia 21 de abril tem prova com pimentas do mundo todo; saiba mais!

    TV