Guia da Semana

Diversão em casa

Está sem grana? Veja dicas de programas bacanas e baratos para organizar e curtir os amigos no seu lar.


Com a chegada do frio, muitas pessoas trocam os bares e baladas por uma reunião com os amigos no aconchego do lar. De jantares e happy hours a sessões de cinema, karaokês, jogos ou ainda criativos saraus, são muito os programas que podem ser organizados para se divertir sem sair de casa - e o melhor: gastando muito pouco.

Para que a confraternização seja agradável para todos, o organizador de eventos Will Araújo, afirma que é preciso conhecer bem o perfil dos convidados. "Isso é muito importante para que não sejam cometidas gafes", explica. Conhecendo os gostos das pessoas que irá receber, é possível fazer uma boa seleção de músicas para deixar como som ambiente, e dar o primeiro passo para o sucesso.

O segundo ponto a se pensar são os comes e bebes. Mesmo que o objetivo não seja comer, qualquer reuniãozinha que se preze merece comidinhas saborosas. Uma opção prática é partir para os congelados, como os Escondidinhos Sadia.  O próximo passo é escolher o tipo de entretenimento que proporcione a você e a seus convidados muitas horas de descontração. O Guia da Semana selecionou opções de programas fáceis e baratos, para todos os estilos. Confira!



Filmes e música

"Dependo do grau de intimidade, faça uma sessão de cinema selecionando filmes de acordo com o perfil dos convidados", sugere Will Araújo. A dica nesse caso é pensar em longas-metragens que não sejam tão densos. Por mais interessante que a película seja, ver seus amigos dormindo no sofá talvez não seja agradável.

Para quem sempre fica em dúvida na hora de escolher entre uma comédia, ação, romance ou drama, uma alternativa é optar pelos DVD's de shows. Agora, se você deseja música, mas com mais interação, o set list pode vir do próprio gogó em uma tarde divertida de karaokê. Não importa se você e seus companheiros cantem bem ou mal, a ideia é se soltar e rir com as típicas trilhas sonoras que são tiradas do baú.


É hora de jogar

Foto: Thinkstock

Jogos de tabuleiros são sempre ótimas opções de entretenimento

Eles que fizeram parte de toda a nossa infância são ainda uma opção recorrente de entretenimento para todas as idades. Tire os seus jogos de tabuleiro do armário e coloque as cartas na mesa, porque um dia de jogatina pode sim ser saudável! "War, Banco imobiliário, torneios de game, xadrez, dama e baralho são opções bacanas e que todos curtem", recomenda Will Araújo.

Além de conquistar os países do mapa-mundi e se tornar um ricaço cheio de propriedades, é possível vencer a disputa emocionante em busca do sucesso - com direito a se casar e ter filhos - no Jogo da Vida. Outro clássico é o Imagem & Ação (1 e 2), em que os participantes se dividem em equipes e a brincadeira gira em torno da adivinhação de palavras por meio da mímica. Todos deveriam ter em suas casas também um jogo de dardos, que deve ser pregado numa parede em que o participante consiga ficar a uma distância que possibilite uma dificuldade razoável.

Sentar em torno de uma mesa para jogar baralho é outra atividade que rende diversão até altas horas. Quem nunca ficou uma tarde inteira jogando truco ou fazendo apostas e mais apostar no pôquer que atire a primeira pedra! Até o buraco dos tempos dos nossos avós e a tradicional canastra podem entrar para essa lista.

Foto: Thinkstock

Bebidinhas e um baralho na mesa nunca te deixam na mão em uma reunião de amigos

E para quem quer mexer o esqueleto a dica é adquirir aquele jogo que não deixa ninguém parado: o twister. O objetivo é seguir as indicações da roleta e colocar as mãos e os pés nos círculos coloridos, sem perder o equilíbrio. Se a faixa etária dos seus convidados permitir desenvoltura sem futuras dores nas costas, a gargalhada é garantida.


Apreço pelas artes

Se há um gosto apurado por poesia e literatura, organize um sarau e aproveite toda a magia que o momento proporciona. Peça para que seus amigos tragam textos próprios ou de algum poeta que lhes agradem para proporcionar uma rica troca literária. O anfitrião deve sempre começar a recitar para incentivar e desinibir os demais.

Caso prefira uma atividade artística que se adapte também aos mais tímidos, uma ideia bacana é promover uma sessão de contação de histórias. Quem quiser pode trazer contos de sua preferência - mas não é obrigatório - e compartilhar com os outros. Comece você lendo um texto bem interessante que cative e traga bons fluídos à interação no seu lar.

Foto: Thinkstock

Atualizado em 12 Fev 2014.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Turma da Mônica passa a integrar a grade da TV Cultura a partir de outubro; saiba mais!

Estreia acontece no dia 9 de outubro, junto à novidade 'Mônica Toy'

"São Paulo nas Alturas" estreia na E! Entertainment Brasil em 29 de setembro

Bandas brasileiras tocam no topo de prédios históricos da cidade em novo programa do canal

7 programas da TV aberta que valem a pena

'Profissão Repórter', 'Masterchef' e 'Amor & Sexo' são algumas das opções

Transmissão ao vivo do Rock in Rio 2017 na TV e Internet

Multishow e Rede Globo vão transmitir as principais atrações do festival nos dias 21, 22, 23 e 24 de setembro

Anitta lidera indicações ao 'Meus Prêmios Nick 2017'; confira a lista completa!

Preamiação contece no dia 25 de outubro, com transmissão pela Nickelodeon

Rio de Janeiro: sinal analógico da TV termina no dia 25 de outubro; saiba como fazer a transição para o digital

O Guia da Semana tira todas as suas dúvidas sobre o assunto