Guia da Semana

Quanto mais simples, melhor!

De buscas específicas a novos layouts, ferramentas incrementam e potencializam seu Twitter.


Foto: Reprodução

Já teve Orkut, Facebook, MySpace... Agora, a febre é o tal do Twitter, um sistema simples de comunicação baseado em mensagens curtas, com até 140 caracteres, imitando um blog em formato bastante reduzido. "Sua simplicidade permite que diversos usos da ferramenta sejam adotados por diferentes tipos de usuários, fazendo com que milhares de pessoas inscrevam-se no serviço atraídas pelas mais criativas e inusitadas formas de comunicação", explica Victor Lourenço, brasileiro que ajudou a desenvolver o formato do site. Resumindo, o Twitter não é exatamente uma rede social, mas você pode fazer um uso social dele comunicando-se com as pessoas ou escolhendo receber as atualizações de pessoas e empresas que admira, basta segui-los.

Foi a partir daí que surgiu um novo desafio na rede: conseguir o maior número de seguidores possível, pessoas interessadas no conteúdo do seu perfil. Mas, é importante ressaltar que as ferramentas que prometem aumentar o número de seguidores costumam fazer uso de recursos que não são aprovados diretamente pelo Twitter, como seguir milhares de pessoas apenas para receber o follow-back (ser seguido de volta). Quem utiliza esses recursos pode acabar tendo sua conta suspensa, como designado nos termos de uso do site.

"A melhor forma de conseguir seguidores é expor da melhor maneira o seu perfil. Recomendo colocar widgets em blogs, adicionar o endereço de seu Twitter em redes-sociais e também inscrever-se no www.wefollow.com, um diretório de usuários do Twitter. Engajar-se com outros usuários através da busca em tempo-real também é muito interessante. Vale lembrar que o que importa não é o número de seguidores, mas sim o quanto estes estão interessados e engajados com o seu conteúdo", completa Victor.

Ferramentas poderosas

Veja algumas ferramentas disponíveis na rede que incrementam e potencializam seu Twitter. Porém, fique atento: utilizar estas ferramentas exige que você insira a sua senha, o que pode abrir espaço para que alguém a roube.

Twitter Vampire - http://www.twittervampire.com/
Este recurso é mais uma brincadeira entre os usuários do Twitter, onde um perfil pode "morder" o outro, como se fosse um vampiro.


Foto: Reprodução

Twitter Grader - http://twitter.grader.com/
Essa ferramenta é utilizada para medir sua popularidade no Twitter, dando notas de zero a dez. A conta não leva em consideração apenas o seu perfil e o número de seguidores, mas também a relevância dos últimos, de acordo com o número de atualizações. 

TweetDeck - http://tweetdeck.com/beta/
Ele cria um template diferente do básico, permitindo que você veja tudo o que quer de uma só vez e possa se organizar por data. Ele pode ser aplicado nos sistemas Mac, Windows e Linux.

Twellow - http://www.twellow.com/
O Twellow funciona como um serviço de busca avançado do Twitter, um tipo de "páginas amarelas". Digitando a palavra-chave, você encontra diferentes perfis baseados no que está procurando.

Tweettag - http://www.tweetag.com/
Seguindo a proposta de sistema de busca, este site não funciona por palavra-chave, mas sim por tag. Quando você busca a tag escolhida, caso ela seja popular, além de encontrar os perfis relacionados, ganha também uma nuvem com tags relacionadas.

TweetStats - http://tweetstats.com/
Ele disponibiliza um status dos seus tweets, em gráficos coloridos.


Foto: Reprodução

Twitpocalypse - http://www.twitpocalypse.com/
Este site não ajuda exatamente a potencializar o uso do Twitter. O que ele faz é contar os dias para o fim da rede. Isso, porque a capacidade do Twitter não é o suficiente para a quantidade de dados que ele recebe diariamente. Para corrigir o problema, seria preciso alterar o banco de dados de 32 bits para 64 bits, o que causaria uma pane geral.

Curiosidade

O Twitter se tornou tão popular que iniciou-se uma corrida entre grandes artistas pelo primeiro um milhão de seguidores. Tudo começou com o ator Ashton Kutcher (That 70's Show), que propôs o desafio para a CNN. Na proposta, ele doaria US$ 100 mil ao Dia Mundial da Malária. Agora, caso ele ganhasse, prometeu tocar a campainha do fundador da CNN, Ted Burner, e sair correndo. O marido de Demi Moore venceu a prova, mas desistiu de tocar a tal campainha. Ao invés disso, reuniu cem pessoas e seguiu até um restaurante que homenageia o nome de Burner. Lá, os seguidores deixaram pacotes da bolacha "Ding-Dong", que imita o som da campainha, e tocaram o sino do restaurante.

Atualizado em 17 Jul 2012.

Por Angela Miguel
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"São Paulo nas Alturas" estreia na E! Entertainment Brasil em 29 de setembro

Bandas brasileiras tocam no topo de prédios históricos da cidade em novo programa do canal

7 programas da TV aberta que valem a pena

'Profissão Repórter', 'Masterchef' e 'Amor & Sexo' são algumas das opções

Transmissão ao vivo do Rock in Rio 2017 na TV e Internet

Multishow e Rede Globo vão transmitir as principais atrações do festival nos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro

Anitta lidera indicações ao 'Meus Prêmios Nick 2017'; confira a lista completa!

Preamiação contece no dia 25 de outubro, com transmissão pela Nickelodeon

Rio de Janeiro: sinal analógico da TV termina no dia 25 de outubro; saiba como fazer a transição para o digital

O Guia da Semana tira todas as suas dúvidas da nova TV brasileira

Multishow transmite show "Luan 1977 Ao Vivo" na TV e web neste sábado (19); saiba mais!

Especial comemora dez anos de carreira do cantor