Guia da Semana

Vai viajar? Saiba quais países exigem vacina contra a febre amarela

Pelo fato do Brasil ser um país de risco, os brasileiros precisam da vacina para entrar em mais de 150 países.

Por causa do crescimento de casos de Febre Amarela no Brasil nos últimos meses, alguns países passaram a exigir dos brasileiros um certificado que comprova que o viajante está com a vacina contra a doença em dia. Mesmo que você não tenha contraído febre amarela, só por viver em um país de risco, como é o caso do Brasil, já torna obrigatório o comprovante da vacina.

Entendendo a doença

A febre amarela é uma doença infecciosa febril e de gravidade variável. A doença, que pode se manifestar com febre alta, calafrios, cansaço, dores no corpo e até náuseas, possui dois ciclos distintos de transmissão: silvestre e urbano. No silvestre, os primatas não humanos, como os macacos, são os principais hospedeiros e os vetores são mosquitos com hábitos silvestres. Nesse ciclo, o homem participa como um hospedeiro acidental ao ter contato com áreas onde os mosquitos habitam. Já no urbano, a transmissão ocorre a partir dos mosquitos Aedes Aegypti (mesmo da dengue) infectados que picam o homem.

O que preciso para fazer uma viagem?

O viajante precisa, antes de tudo, verificar de o destino exige a Vacina contra Febre Amarela. Em caso positivo, é necessário ir a um Posto de Saúde e tomar a vacina com pelo menos 15 dias de antecedência da viagem. Feito isso, é preciso fazer um cadastro no site da anvisa e ir até um dos lugares indicados no site para a impressão do Comprovante Internacional de Vacina. Sem ele o turista não embarca - mesmo que o viajante esteja com as vacinas em dia. 

*Apenas a dose padrão da Vacina (aquela que vale para a vida toda) dá direito ao certificado. 
 

Países que exigem vacina contra a Febre Amarela

A lista abaixo foi divulgada pela Organização Mundial da Saúde. Confira:

Afeganistão
África do Sul
Albânia
Arábia Saudita
Argentina
Argélia
Antígua e Barbuda
Austrália
Bahamas
Barein
Bangladesh
Barbados
Belize
Benin
Butão
Bolívia
Bonaire
Botsuana
Brunei
Burkina Faso
Cabo Verde
Camarões
Camboja
Cazaquistão
Chade
China
Cingapura
Colômbia
Coreia do Norte
Costa Rica
Cuba
Curaçao
Djibuti
Dominica
Equador
Egito
El Salvador
Eritreia
Etiópia
Fiji
Filipinas
Gâmbia
Granada
Guadalupe
Guatemala
Guiné
Guiné Equatorial
Guiana
Guiana Francesa
Haiti
Honduras
Ilhas Pitcairn
Ilhas Salomão
Indonésia
Irã
Iraque
India
Jamaica
Jordânia
Kiribati
Laos
Lesoto
Líbia
Madagascar
Malawi
Malásia
Maldivas
Malta
Martinica
Mauritânia
Maurício
Mayotte
Montserrat
Moçambique
Myanmar
Namíbia
Nauru
Nepal
Nova Caledônia
Nigéria
Niue
Omã
Panamá
Peru
Paquistão
Paraguai
Polinésia Francesa
Quênia
Quirguistão
Reunião
Ruanda
São Bartolomeu
São Cristóvão e Névis
Santa Lúcia
Saint Martin/Sint Maarten
São Vicente e Granadinas
Samoa
São Tomé e Príncipe
Santa Helena
Senegal
Seychelles
Somália
Sri Lanka
Sudão
Suriname
Suazilândia
Tailândia
Timor-Leste
Trinidad e Tobago
Tristan da Cunha
Tanzânia
Uganda
Vietnã
Venezuela
Wallis e Futuna
 Zâmbia
Zimbábue

Onde encontrar a vacina

O Ministério da Saúde disponibiliza gratuitamente a dose nos postos do SUS de todas as cidades do país, mas você também pode pagar para tomar a sua em uma clínica privada - os preços podem ser diferentes para as regiões, por isso é importante se informar antes.

A vacina é regulamentada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e em 2016 houve uma alteração nas normas que afetou diretamente os viajantes brasileiros. Agora, uma dose da vacina garante imunidade contra febre amarela por toda a vida. Até então, a vacina tinha validade de 10 anos e precisava ser reforçada de uma nova dose quando esse prazo vencesse.

Porém, por causa do crescimento do número de casos da doença no Brasil, o Ministério da Saúde lançou campanha de vacinação com doses fracionadas do imunizante. Conforme mencionado acima e de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a dose fracionada não vale para quem vai viajar para países que exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) – o documento é fornecido apenas para quem toma a dose-padrão da vacina, que é de 0,5 mililitros e imuniza para a vida toda. A dose fracionada contém 0,1 mililitros e dura 8 anos.

Atualizado em 16 Jan 2018.

Por Redação Guia da Semana
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

8 fronteiras internacionais que vale a pena conhecer

Confira uma lista com alguns encontros entre países que fogem do convencional

Nova York em 25 fotos: conheça a cidade que nunca dorme

Recheada de atrações culturais, Nova York é uma das cidades mais incríveis do mundo!

10 viagens de trem ao redor do mundo que valem muito a pena

Conheça rotas que garantem ótimas paisagens durante a viagem de trem

Viena é o destino da vez; conheça 10 lugares imperdíveis por lá

A cidade de Viena é um dos destinos mais culturais de toda a Europa!

Rússia em 45 fotos: conheça o país sede da Copa do Mundo de 2018

A Rússia vai receber a próxima Copa do Mundo e guarda inúmeras paisagens incríveis!

Conheça o melhor da Europa com passagens a partir de R$ 1.964 com taxas – e parcelamento em até 12 vezes sem juros!

Sempre sonhou em viajar para a Europa gastando pouco?! AQUI temos a solução