Guia da Semana

Mostra retrospectiva de Salvador Dalí faz sucesso no Tomie Ohtake

Conheça mais sobre a vida e obra do gênio surrealista

No dia 19 de outubro, a exposição do gênio Salvador Dalí chegou ao Instituto Tomie Ohtake e, desde esse dia, foi um sucesso. Filas gigantes têm se formado de terça à domingo para ver a maior retrospectiva das obras surrealistas do pintor e, por isso, o Guia da Semana foi conferir o que está rolando por lá.

Famoso por manter seu bigode extremamente fino e com as pontas para o alto, o artista catalão nasceu nove meses após a morte de seu irmão, de dois anos de idade, também chamado Salvador, assim como seu pai.

Fotos da exposição de Salvador Dalí

Dalí disse que seus pais não suportaram a dor dessa morte e, por isso, quiseram ter outro filho. Tornando-o, então, um filho substituto. O artista dizia que justamente por ter nascido para substituir um vazio, nasceu duplamente e foi o bem amado que se ama demais.

Seu pai era um rígido e autoritário advogado e Dalí o odiava, pois sentia que seu amor era pelo outro filho. Isso fez com que tivesse comportamentos provocadores em relação às pessoas a sua volta, mas, segundo ele, era sempre para enfrentar o pai.

Dizia também que sua forma exibicionista de ser foi o que o salvou do lugar de substituto e o modo excêntrico e exagerado de se comportar foi sua marca registrada até sua morte.

fotos da exposição de Salvador Dalí

Gala, sua mulher, o incentivou a tirar proveito de seu modo “surrealista” de ser para deixar sua marca no mundo das artes. Mas foi depois de ler o livro "A Interpretação dos Sonhos", de Freud – a qual afirmou ser a maior descoberta de sua vida – que suas obras passaram a ser mais abertas e deliberadamente freudianas, com símbolos sexuais justapostos a estranhas paisagens fantasiosas.

Dalí, então, conheceu Freud e mostrou sua última obra da época, "Metamorfose de Narciso". O pai da psicanálise observou a tela e disse que estava inclinado a considerar que todos os surrealistas fossem idiotas, mas que o jovem Salvador, com seus olhos fanáticos e sua técnica perfeita, fez com que ele pensasse diferente, dizendo também que seria muito interessante explorar analiticamente suas pinturas.

fotos da exposição de Salvador Dalí

Na exposição, 95% das obras são inéditas no Brasil e foram cedidas pelo Museu Reina Sofia e pela instituição Gala-Salvador Dalí. Com curadoria de Montse Aguer, pinturas, gravuras, capas de revistas, ilustrações feitas para livros como "Alice no País das Maravilhas", "Dom Quixote" e "O velho e o mar", fotos, documentos e filmes estão disponíveis para o público, que enfrenta uma fila que, com certeza, vale a pena. Para quem ainda não foi, a exposição fica em cartaz até dia 11 de janeiro de 2015. 

Atualizado em 26 Nov 2014.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças