Guia da Semana

Tudo o que você precisa saber sobre o ioga

Conversamos com profissionais e praticantes para entender sobre essa filosofia milenar; confira!

O ioga é uma filosofia milenar, que data mais de 5 mil anos desde sua origem na Índia. Por fundir corpo, mente e emoção, a melhor tradução para a prática seria união. Além de proporcionar um profundo relaxamento mental, o ioga usa de técnicas que melhoram a concentração, clareza e percepção interior. Suas propriedades também são essenciais para o fortalecimento da parte física do corpo, melhorando a flexibilidade e a resistência. Por isso, o ioga é, comumente, confundido com uma mera prática de academia. Mito. O Guia da Semana conversou com o instrutor Caio Corrêa Baganha para esclarecer eventuais dúvidas sobre a prática, além de mostrar os benefícios. Confira!

"O ioga é muito mais do que movimentação. Quer dizer as suas atitudes com relação ao mundo a sua volta: da alimentação aos atos corriqueiros do dia a dia", ensina Caio. Para isso, o propósito essencial de uma boa aula é incorporar o aspecto filosófico e teórico aos benefícios físicos da prática. São as posturas e exercícios respiratórios que levam ao compreendimento total da filosofia como um todo. 

Existem diversos tipos de ioga. O mais comum, e praticado por Caio, é o Hatha Yoga. As técninas se constituem, basicamente, em etapas de meditação e respiração; levam, assim, à compreensão da energia interna e o alinhamento dos chakras. O objetivo dos exercícios é preparar o físico para que você esteja capacitado a se conhecer melhor. Com o corpo e mente sã é que se entra em contato com a energia superior. 

"É importante entender que a prática incorpora todo um processo de mudança na vida do iogue, principalmente quanto aos princípios de moralidade", defende Caio. Entretanto, não é necessário que tais atitudes se deem de forma radical. O vegetarianismo, por exemplo, não precisa ser, necessariamente, praticado. A dieta acaba sendo adotada pelos praticantes por partir da premissa de que os seres ao nossos redor fazem parte de uma matéria orgânica e viva, que rege o universo como um todo. Ter clareza disso basta; o crucial é respeitar.

"Eu não acredito que, em uma sociedade onde as pessoas têm uma série de planos, desejos e ambições, a prática do ioga deva transformar a sua vida por completo", pontua Caio. O segredo é incorporar, aos poucos, os princípios da filosofia. Usar isso como base para sustentar a sua rotina, pode levar a uma vida muito mais leve e saudável. Mais uma vez, ressalta-se não só o benefício físico do ioga, e sim os seus princípios filosóficos e de desbravamento interno. Eliminar energias ruins e conhecer cada ponto do seu corpo bastam para que o ioga, de certa forma, transforme a sua vida.

Quanto a contra-indicações, é impossível negá-las. Em contrapartida, por mais que muitos médicos não aconselhem a prática a pessoas com problemas cardiovasculares, por exemplo, se praticado de forma correta, o Yoga pode trazer diversos benefícios. Movimentações que parecem simples e banais, inevitavelmente, melhoram a flexibilidade dos músculos e o bom funcionamento da circulação sanguínea. Bastam alguns ajustes.

Atualmente, as academias vêm investindo em vertentes como o Power Ioga e a adesão de exercícios físicos mais pesados, aliando, por exemplo, aos pilates. Para Caio, o ioga é muito mais do que isso. Desbravar as sensações e emoções é o ponto chave. Se usada como auxiliar, a prática leva a pequena mudanças no cotidiano, como o aumento do conforto, serenidade e o controle da ansiedade. 

Caio Baganha é um exemplo vivo das pequenas transformações do ioga. Deixou de lado a vida agitada, viajou à Índia e especializou-se no ioga. É claro que as mudanças, para ele, foram mais radicais. "Por mais que eu não tenha fugido da sociedade e virado um ermitão, o ioga tornou-se um vício, a minha vida". O instrutor investe no ensino teórico e filosófico da prática. Além de dar aulas todos os domingos no Parque Burle Marx, possui alunos particulares e divide os seus conhecimentos e experiência. E você, vai aderir?!

Atualizado em 17 Dez 2014.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

4 receitas de Panetone saudável para quem está de dieta

Quem disse que quem está de dieta não pode saborear um delicioso Panetone?

5 motivos para você pensar antes de aderir a uma dieta low-carb

O Guia da Semana conversou com a nutricionista Mariana Nacarato, da Equilibrium

7 receitas de biscoitos saudáveis para fazer em casa

18 receitas saudáveis e refrescantes para saborear no verão

Tem receita de bolo gelado, sorvete, smoothie e até de tartar!

12 exercícios ao ar livre para emagrecer e ainda curtir o verão

Que tal se exercitar e curtir um lindo pôr do sol ao mesmo tempo?

De água à manteiga de coco: conheça 6 maneiras de usar a fruta a favor da saúde

A fruta é rica em vitaminas, minerais e compostos que ajudam na prevenção de doenças