Guia da Semana

10 fracassos de bilheteria em 2013

Conheça as superproduções que foram verdadeiros micos nos cinemas este ano

Quem vê os valores cada vez mais gigantescos investidos nos longa-metragens costuma ficar assustado. Com orçamentos tão altos, é natural que algumas produções tenham dificuldades para pagarem a si mesmas e entrem para a temida lista de “micos” do ano.

+ Relembre os melhores filmes de 2013 (até agora)
+ Confira os filmes mais esperados de 2014
+ Veja as maiores bilheterias da semana no Brasil e EUA

Às vezes, nem mesmo o boca-a-boca caprichado meses antes do lançamento garante a bilheteria, como foi o caso de Oldboy, remake muito antecipado que alcançou apenas um milhão de dólares no final de semana de estreia nos EUA – e olha que era um feriado. O filme não estreou no mercado internacional e ainda pode se recuperar, mas será difícil cobrir os US$ 30 milhões investidos na produção.

Confira os maiores fracassos de bilheteria em 2013:
*Fontes: IMDB, Box Office Mojo e BoxOffice.com

 

O Quinto Poder

Orçamento: US$ 28 milhões

Bilhet. EUA: US$ 3,251,914 / Total: US$ 8,551,914 (não estreou no Brasil)

A cinebiografia de Julian Assange, do Wikileaks, ainda não estreou no Brasil, mas já amarga uma das piores bilheterias do ano nos Estados Unidos. As críticas que Assange fez ao filme e à atuação de Benedict Cumberbach podem ter contado para a repercussão negativa.

 

R.I.P.D. – agentes do além

Orçamento: US$ 130 milhões

Bilhet. EUA: US$ 33,618,855 / Total: US$ 78,324,220     

  

2013 viu surgirem dezenas de novos filmes com duplas de policiais e nenhum deles decolou – talvez não fosse mesmo o momento de R.I.P.D. tentar a sorte, com Ryan Reynolds e Jeff Bridges como dois “tiras” que, na verdade, estão mortos e voltam para resolver algumas questões.

 

Alvo Duplo

Orçamento: US$ 55 milhões

Bilhet. EUA: US$ 9,489,829 / Total: US$ 13,751,117       

  

Sylvester Stallone bem que tentou, mas nenhum de seus três filmes do ano (Alvo Duplo, Rota de Fuga e Linha de Frente – escrito e dirigido por ele) teve sucesso. O primeiro, aliás, não pagou um quarto dos custos de produção, com a história de um assassino e um detetive que se unem contra um inimigo comum.

 

Oldboy

Orçamento: US$ 30 milhões

Bilhet. EUA: US$ 1,282,665


Ainda é cedo para cravar a estaca em Oldboy, mas o fato é que, mesmo com o lançamento relativamente limitado nos EUA, o filme não poderia ter arrecadado tão pouco ao estrear num feriado prolongado. O remake do thriller sul-coreano de Park Chan-Wook, dirigido por Spike Lee, ainda não teve sua estreia internacional.

 

Jack: O Caçador de Gigantes

Orçamento: US$ 195 milhões

Bilhet. EUA: US$ 65,187,603 / Total: US$ 197,687,603    


Qualquer valor perto dos 200 milhões seria o paraíso para quase todos os outros filmes nesta lista. O problema é que, quando um filme custa US$ 195 milhões para ser produzido, as expectativas mudam bastante. Jack: O Caçador de Gigantes abusou dos efeitos especiais, mas não agradou ao tentar atualizar conto de João e o Pé de Feijão.

 

O Cavaleiro Solitário

Orçamento: US$ 215 milhões

Bilhet. EUA: US$ 89,302,115 / Total: US$ 260,502,115


A aventura com Johnny Depp e Armie Hammer não foi um fracasso total por muito pouco. Para um filme com o peso da Walt Disney, passar raspando na linha do lucro não é comum e O Cavaleiro Solitário acabou levantando algumas questões sobre os critérios da marca.

 

Dezesseis Luas

Orçamento: US$ 60 milhões

Bilhet. EUA: US$ 19,452,138 / Total: US$ 60,052,138


Muitos tentaram, mas nenhuma das novas franquias adolescentes conseguiu desbancar Jogos Vorazes ou se tornar o próximo Crepúsculo. Dezesseis Luas, também adaptado de uma série literária, conseguiu apenas pagar as contas – e só porque teve um desempenho internacional muito superior ao doméstico.

 

A Hospedeira

Orçamento: US$ 40 milhões

Bilhet. EUA: US$ 26,627,201 / Total: US$ 48,227,201


Nem mesmo a autora de Crepúsculo conseguiu fazer com que A Hospedeira fosse um sucesso. O filme, adaptação de outro livro da escritora, sofreu com as críticas e caiu no esquecimento rapidinho.

 

Os Instrumentos Mortais

Orçamento: US$ 60 milhões

Bilhet. EUA: US$ 31,165,421 / Total: US$ 80,165,421


Outro candidato ao trono de Crepúsculo, Os Instrumentos Mortais também apostou na onda das séries literárias, mas arrecadou apenas metade dos custos nos EUA. Nos outros países, o filme até que foi bem, mas não o suficiente para vestir a coroa.

 

Lovelace

Orçamento: US$ 10 milhões

Bilhet. USA: US$ 354,784/ Total: US$ 602,582


O último item de nossa lista é o mais baratinho entre os lançamentos “muito esperados” do ano. Com apenas US$ 10 milhões de orçamento (coisa que, no Brasil, seria um luxo), a biografia da atriz pornô Linda Lovelace, com Amanda Seyfried no papel, não conseguiu chegar nem mesmo à casa dos milhões nas bilheterias de todo o mundo. Isso sim é um prejuízo.

Atualizado em 28 Dez 2013.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"Velozes & Furiosos 8" ganha título, teaser e sinopse oficiais

Trailer completo vai ser divulgado no próximo domingo!

ITunes lança promoção com filmes de 2016 a preços especiais

“Carol” e “A Assassina” estão entre os títulos disponíveis por até US$ 2,99

Belas Artes faz Noitão apocalíptico para “exorcizar” 2016

Maratona terá no cardápio clássicos como “Mad Max” e “Purple Rain”

Taylor Swift e Zayn lançam trecho da trilha sonora de "50 Tons Mais Escuro"; vem escutar

"I Don’t Wanna Live Forever" está disponível no iTunes e Apple Music

Primeiro trailer de "Planeta dos Macacos: A Guerra" é divulgado; assista

Terceiro longa da franquia estreia em julho de 2017

15 presentes que todo fanático por Harry Potter gostaria de ganhar neste Natal

Um mais incrível do que o outro <3