Guia da Semana

As Faces de Will Smith

Ator, produtor, músico, compositor. Will Smith é um artista bem dinâmico e está de volta aos cinemas com MIB 3

Considerado um dos atores mais rentáveis de Hollywood, Will Smith volta aos cinemas nesta sexta, 25, estrelando a terceira aventura de MIB - Homens de Preto. O ator não aparecia nos telonas desde 2008, quando atuou em Sete Vidas. Em seguida, se dedicou aos filhos e à carreira de produtor, juntando as duas coisas no filme Karatê Kid, protagonizado por Jaden Smith.

>> Confira as estreias da semana
>> Veja os filmes que estão em cartaz
>> Top 10 traz os filmes mais vistos do fim de semana
>> Saiba mais sobre a série MIB - Homens de Preto

Além dos 21 filmes que atuou e outros 14 que produziu, Smith protagonizou a série de TV Um Maluco no Pedaço durante seis anos e gravou 11 álbuns. Tamanhos projetos já lhe renderam duas indicações ao Oscar e outras duas ao Globo de Ouro (por Ali, em 2001, e À Procura da Felicidade, em 2006) e quatro prêmios Grammy.

Will é mesmo um artista de muitas faces. Nas telonas, já protagonizou filmes de ação, drama, comédia romântica, ficção científica e até emprestou a voz para a animação O Espanta Tubarões.

Para homenagear o ator, relembre as várias facetas de Will Smith:

AÇÃO

A primeira grande bilheteria a gente nunca esquece. Então, vamos começar falando de Bad Boys. Além de mostrar que Will Smith também tinha talento para a ação, o filme alavancou as carreiras de Martin Lawrence e do diretor Michael Bay. A produção de 1995 ganhou continuação em 2003 e a previsão é que Bad Boys III chegue aos cinemas em 2013.

Ainda no gênero, o ator estrelou Inimigo do Estado, em 1998, na pele de um advogado que, sem saber exatamente o motivo, passa a ser o maior alvo da polícia.

Em 2008, foi a vez de estrelar Hancock, no qual interpretava um super-herói falido e esquecido que precisa reencontrar suas forças e superpoderes para continuar vivo.

FICÇÃO CIENTÍFICA

Com o terceiro título da série estreando nos cinemas, MIB - Homens de Preto transita entre ficção científica e comédia. A dupla formada por Smith e Tommy Lee Jones surgiu nas telonas em 1997, usando ternos pretos e fiscalizando a ação alienígena na Terra. 

O ator já estava familiarizado com invasões alienígenas, já que um ano antes protagonizou Independence Day.

Em 2004, o gênero volta a marcar a carreira do ator com Eu, Robo, filme ambientado no ano de 2035.

Já em 2007, Eu Sou a Lenda traz Smith no papel de um cientista que sobreviveu ao vírus que dizimou a população terrestre.

COMÉDIA ROMÂNTICA

O talento de Will Smith para a comédia pode ser visto em vários trabalhos do ator, no entanto, este não é o gênero mais explorado em sua carreira.

O que mais se aproxima é a comédia romântica Hitch - Conselheiro Amoroso, na qual encara o papel de um especialista na arte da conquista. Isso até ele se apaixonar pela personagem de Eva Mendes eter que provar a ela que não está apenas testando seus truques amorosos.

DRAMA

O ator também sabe emocionar as pessoas. Ele estreou nas salas de cinema atuando num drama, mas foi com Lendas da Vida (2000) que se fez notar no gênero.

O grande destaque, no entanto, fica para À Procura da Felicidade, de 2006. Além de protagonizar o longa ao lado do filho Jaden Smith, Will també é responsável pela produção da história que mostra a batalha de um pai para cuidar de um filho e manter a dignidade mesmo em tempos tão difíceis. A atuação rendeu a segunda indicação ao Oscar.

A primeira, foi por outro drama: a cinebiografia Ali, de 2001, que apresenta a trajetória do lutador de boxe Muhammad Ali.

Tem ainda Sete Vidas, de 2008, mais uma obra produzida e protagonizada por Will. Seu personagem na história é Tim Thomas, um homem que entre em depressão após um acidente no qual sete pessoas foram mortas. Para aliviar a culpa que sente, ele decide, então, salvar a vida de outras sete pessoas.

ANIMAÇÃO

E não é só a imagem de Will Smith que faz sucesso. O ator hollywoodiano também se arriscou no universo da dublagem quando, em 2004, emprestou a voz para Oscar, um peixinho com grandes sonhos, na animação O Espanta Tubarões.

Atualizado em 28 Mai 2012.

Por Mariana Viola
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Robert Downey Jr. será "Doutor Dolittle" em novo filme do personagem

"The Voyage of Doctor Dolittle" ainda não tem data de estreia

Novo “Power Rangers” equilibra nostalgia e modernidade e foca no público adolescente

Filme aposta no desenvolvimento dos personagens e trabalha a diversidade

"A Bela e a Fera" é a maior estreia do ano - e a sétima da história dos EUA!

Filme estreou na última quinta-feira soma faturamento de US$ 350 mi ao redor do mundo

“T2 Trainspotting” – como o original, sequência também é um espelho do seu tempo

Longa se passa 20 anos depois do clássico e traz de volta o mesmo elenco

"Viva - a Vida é uma Festa", nova animação da Pixar, ganha primeiro trailer

Com dublagem de Gael García Bernal, filme estreia em janeiro de 2018

A Bela e A Fera, antes e depois: comparamos o filme de 2017 com o clássico de 1991

Produções são quase idênticas na trama, mas detalhes fazem a diferença