Guia da Semana

Atores fazem de "Trapaça" um dos melhores filmes da temporada

Mais uma vez, David O'Russell aposta num bom elenco para alavancar seu candidato ao Oscar

Certos filmes se cercam de atores premiados para disfarçar um roteiro fraco, uma direção confusa, uma ideia pouco original. Não é o caso de Trapaça. Munido de nomes como Christian Bale, Amy Adams, Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert DeNiro (numa aparição-relâmpago), o novo longa de David O'Russell não poderia existir sem suas estrelas.

+ Confira salas e horários para assistir ao filme
+ Veja as apostas do Guia para o Oscar 2014
+ Conheça os indicados ao Oscar 2014 

Todos já haviam trabalhado com o diretor recentemente (em O Lado Bom da Vida ou O Vencedor) e deixam transparecer na tela a química entre si e com O'Russell. Bale, em particular, entrega-se de corpo inteiro, cultivando uma barriga respeitável e transformando sua forma de andar, falar e mover os olhos até tornar-se irreconhecível – e hilário.

Apesar de baseado numa operação real de combate à corrupção (o caso Abscam, nos anos 70), Trapaça não se permite ser sério: como seus personagens, O'Russell inventa uma nova vida para sua história, vestindo-a de charme, humor e intenções duvidosas.

Não há um protagonista central – apesar de o personagem de Bale, Irving Rosenfeld, ser aquele que mais evolui e acaba mostrando camadas mais “sinceras” por baixo de toda a farsa. Irving é um autêntico vigarista: desde pequeno, aprendeu a explorar a necessidade dos outros para extorqui-los e, agora, divide seu tempo entre uma lavanderia (legítima), algumas pinturas roubadas e uma empresa de empréstimos fajuta (ele promete grandes quantias a pessoas desacreditadas pelos bancos e recebe uma “pequena” comissão antecipada).

É nesse último escritório que ele conhece a bela e igualmente mascarada Sydney (Adams), que fortalece o negócio fingindo-se de inglesa, nobre e cheia de “contatos”. Um dia, porém, os dois são flagrados pelo policial Richie DiMaso (Cooper).

Para escapar da cadeia, o casal criminoso aceita trabalhar para Richie, entregando quatro peixes pequenos em troca da liberdade (isso, se o próprio policial não estragar tudo). Como ninguém neste filme é realmente honesto, contudo, os quatro bandidos logo se expandem para uma rede envolvendo um prefeito (Jeremy Renner, vários políticos e mafiosos italianos donos de cassinos.

A ambiguidade moral dos personagens é o que dá tempero à história. Enquanto Irving se divide entre a amante criminosa e a esposa desastrada (Jennifer Lawrence, roubando a cena como dona-de-casa), Richie também esconde uma noiva, enquanto investe num romance mais aventureiro com Sydney. O mais coerente, provavelmente, é o prefeito acusado de receber propina – que mantém seu discurso de “governar para o povo” do começo ao fim.

Apesar de Trapaça ter sido muito comparado aos antigos trabalhos de Martin Scorsese, a forma como O'Russell amarra sua trama – dando nós cada vez mais apertados e confusos – lembra uma comédia comportamental dos irmãos Coen, como Queime Depois de Ler. A corrupção, afinal, fica em segundo plano enquanto as relações entre marido e mulher, marido e amante, criminoso e político, ocupam o campo central e revelam o lado mais banal da traquinagem. Banal e adorável.

Assista se você:

- Quer ver ótimas atuações na tela
- Quer ficar por dentro de um dos favoritos ao Oscar
- Procura um filme bem-humorado e inteligente

Não assista se você:

- Não gosta de filmes de época
- Não gosta de algum dos atores principais
- Procura um filme fácil, que não precise pensar muito

Atualizado em 6 Fev 2014.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Ator de “Power Rangers” faz homenagem à Chapecoense durante a CCXP 2016

Elenco do filme participa da terceira edição da feira de cultura pop em São Paulo

Veja os melhores cosplays da Comic Con Experience 2016 (CCXP)

Evento acontece no São Paulo Expo entre 1 e 4 de dezembro

CCXP 2016 surpreende com vídeos exclusivos no segundo dia de evento

Cena de novo “Homem-Aranha” e trailer de “Planeta dos Macacos: A Guerra” foram destaques na sexta-feira

"Jumanji" tem estreia no Brasil adiada para 2018

Anúncio foi feito pela Sony durante a CCXP

Assista à entrevista exclusiva com Fiuk e Sandy sobre a animação "Sing - Quem Canta Seus Males Espanta"

Filme estreia no dia 22 de dezembro nos cinemas

"A Múmia": Remake com Tom Cruise ganha teaser e pôster

Estreia está agendada para junho de 2017