Guia da Semana

Crítica: “O Exótico Hotel Marigold 2” amarra histórias de amor e amizade em diferentes idades

Filme traz Dev Patel, Judi Dench e Maggie Smith em papéis de destaque

Nem só para adolescentes são feitas as comédias românticas. Dando sequência ao divertido água-com-açúcar de 2011, “O Exótico Hotel Marigold 2” traz de volta o elenco de setentões e oitentões numa nova história cheia de paixonites, desentendimentos e aprendizagens.

Depois de atrair a primeira leva de britânicos aposentados para seu hotel/casa de repouso indiano, Sonny (Dev Patel, que rouba a cena desde o primeiro minuto) decide investir num segundo endereço – como ele diz, o “segundo melhor hotel exótico de Marigold”. O problema é que, para fazer a expansão, ele precisa agradar a um fiscal de hotéis que virá à paisana e ainda enfrentar a concorrência (nos negócios e no amor) do sedutor Kushal (Shazad Latif).

Paralelamente, os moradores do hotel têm seus próprios dilemas a enfrentar. Evelyn (Judi Dench) e Douglas (Bill Nighly) querem ficar juntos, mas não encontram a coragem para isso. Madge (Celia Imrie) tem tantos pretendentes que não consegue decidir com qual se casar. Já Norman (Ronald Pickup) acha que contratou acidentalmente um matador de aluguel para sua querida Carol (Diana Hardcastle) e agora precisa segui-la em todos os lugares.

Maggie Smith ganha destaque no papel de Muriel Donnely, a irresistivelmente mal-humorada mentora de Sonny que observa todos os tropeços do pupilo sem perder a esperança. Novos personagens, interpretados por Richard Gere e Tamsin Greig (em papéis bastante previsíveis), são adicionados à mistura, diversificando um pouco mais a faixa etária do filme.

O filme tem o espírito otimista e festivo de um sucesso de Bollywood (com direito à dancinha tradicional de encerramento) com os clichês reconfortantes de uma comédia romântica americana. Todos os casais apresentados, é claro, terão seu final feliz e, de um jeito ou de outro, sabemos que Sonny conseguirá abrir seu segundo hotel.

O que faz o longa valer mais a pena do que outros tantos semelhantes no mercado é justamente esse elenco veterano: Smith e Dench são tão espontâneas que o roteiro, em suas mãos, jamais soa forçado. Além disso, assistir a esses atores e atrizes em plena atividade faz com que repensemos o papel da terceira idade na vida real e na ficção – afinal, é perfeitamente compreensível que seus personagens formem um grupo igualmente inquieto, empenhado em trabalhos profissionais, paqueras, traições e novos casamentos. Por que não?

“O Exótico Hotel Marigold 2” estreia no dia 7 de maio e é um alívio bem vindo em meio a uma temporada marcada por grandes blockbusters de ação e pequenos dramas pesados. Vale seu ingresso.

Atualizado em 28 Abr 2015.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

10 Filmes da seleção de Cannes que você vai querer ver em 2017

Biografia de Godard e novos filmes de Michael Haneke e Roman Polanski são destaques no festival

Filmes exibidos em Cannes têm desconto no streaming no mês de maio

Now e ITunes fazem promoção cinéfila para acompanhar o festival

26 remakes ou reboots que você nem acredita que estão nos planos de Hollywood

"Os Pássaros", "A Mosca" e "Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado" estão entre os filmes que podem ganhar novas versões nos cinemas

“Corra!” – terror sobre preconceito racial é uma das melhores coisas que você verá nos cinemas neste ano

Filme de Jordan Peele estreia no dia 18 de maio nos cinemas

7 Filmes imperdíveis que chegam aos cinemas em maio

"Corra!" e "Alien: Covenant" chegam aos cinemas neste mês

“Gostosas, Lindas e Sexies” – Sex and the City à brasileira chega aos cinemas com elenco plus-size

Filme estreia nesta quinta, 20 de abril