Guia da Semana

Chegou a hora de morar sozinho? Confira como planejar seus novos gastos

Comprar ou alugar um apartamento? Quanto vai gastar para mobiliar o imóvel? Seus gastos fixos vão aumentar em quanto?

Chega um momento na vida em que precisamos tomar uma atitude: a de sair da casa dos pais e ir morar sozinho, com o namorado/marido ou com amigos. Se você está bem perto disso, mas ainda confuso com os compromissos financeiros que vai ter que assumir, o Guia da Semana, em parceria com o canal EconoWeek, vai te ajudar.

O primeiro ponto (e também mais importante) é: onde você vai morar? Vai comprar um imóvel? Alugar uma casa ou até mesmo um quarto? O que vale mais a pena? Se comprar um apartamento financiado, quanto você vai gastar de juros? Tudo isso precisa ser analisado e colocado no papel. Independente de comprar ou alugar, você vai ter custo de mobília. Quanto precisa economizar para dar conta de pagar os móveis e eletrodomésticos da sua nova casa?

Os seus gastos mensais também vão aumentar: contas de água, luz, internet, compras no supermercado vão fazer parte das suas contas fixas. E aí, está preparado para assumir tudo isso? Se você está confuso, assista ao vídeo do canal EconoWeek, com cálculos médios de quanto você precisa para começar essa brincadeira:

Atualizado em 24 Ago 2016.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Olimpíadas 2020: Goku, do "Dragon Ball Z", pode ser embaixador dos Jogos no Japão

Apesar de nenhum anúncio oficial, o rumor está circulando na internet!

Harvard disponibiliza curso online e gratuito de fotografia

Programa constitui em 12 módulos que vão de práticas básicas ao uso de softwares de edição

"Ai, misericórdia": você precisa conhecer o novo meme das redes sociais

Dos mesmos criadores de "Eta, Giovana", apresentamos o novo hit da internet

Com Super Mario e Zelda, novo videogame da Nintendo será lançado em março

Switch, misto de videogame de mesa e console portátil, sairá por US$ 299

10 dicas infalíveis para curtir ao máximo os bloquinhos de Carnaval de rua

Temer aprova lei que cobra impostos de serviços como Netflix e Spotify

Serviços de streaming passam a entrar na lista de cobrança do ISS