O Que O Mordomo Viu

O espetáculo aborda as atitudes sociais em relação à sexualidade, como homens e mulheres se sentem e se comunicam

Última publicação: 03/04/2014

  • A peça promete divertir a plateia falando de temas atuais como sexualidade, poder, mentiras, traições e corrupção

    A peça promete divertir a plateia falando de temas atuais como sexualidade, poder, mentiras, traições e corrupção
    Créditos: Divulgação/Facebook

  • O espetáculo é estrelado por Miguel Falabella e Marisa Orth

    O espetáculo é estrelado por Miguel Falabella e Marisa Orth
    Créditos: Divulgação/Facebook

  • Miguel Falabella interpreta o psiquiatra Dr. Arnaldo

    Miguel Falabella interpreta o psiquiatra Dr. Arnaldo
    Créditos: Divulgação/Facebook

INFORMAÇÕES DO EVENTO

  • Data(s): De 21 de março a 27 de julho de 2014
  • Horário(s): Sexta, às 21h30; Sábado, às 19h e 21h30; Domingo, às 19h
  • Preço(s): De R$50 a R$150
  • Onde: Teatro Procópio Ferreira
    Rua Augusta, 2823 - Jardim América | Como Chegar >

O espetáculo O Que O Mordomo Viu  chega ao Teatro Procópio Ferreira no dia 21 de março e fica em cartaz até o dia 27 de julho. A famosa farsa do escritor inglês Joe Orton marca o reencontro do ator Miguel FalabellaMarisa Orth.

Veja as estreias no teatro desta semana em São Paulo   
Conheça os musicais que vão agitar a cidade em 2014 
Veja as exposições imperdíveis em São Paulo

A história gira em torno do psiquiatra Dr. Arnaldo (Miguel Falabella) e sua atraente secretaria, Denise Barcca (Alessandra Verney). O espetáculo começa com a secretária sendo examinada pelo doutor, durante uma entrevista de emprego. Como parte da entrevista ele a convence a se despir. A situação vai se tornando mais intensa à medida que a entrevista avança, até a entrada em cena da Sra. Mirta (Marisa Orth), esposa de Dr. Arnaldo.

Neste momento ele tenta encobrir o que se passava e, sem tempo para pensar, esconde a secretária Denise atrás de uma cortina. A partir daí se desenrola um grande jogo de erros, pois sua esposa também está escondendo algo: a promessa do cargo de secretário a Nico (Magno Bandarz), por quem está sendo chantageada.

O espetáculo de Joe aborda com muito humor, as atitudes sociais em relação à sexualidade, como homens e mulheres se sentem e se comunicam, sobre seu desejo pelo poder e como lidam com esse poder. E tem todos os ingredientes de uma brincadeira muito agradável: manias dos personagens, enredos tortuosos, confusão de identidades, portas batendo, roupas que desaparecem, e, acima de tudo, a sagacidade subversiva de Orton, que foi considerado um dos dramaturgos mais criativos do século 20.

 

Anna Thereza de Almeida redator(a)

Comentários

Destaques do guia