Guia da Semana

Saiba tudo sobre a exposição interativa Experiência Alice

Mostra fica em cartaz no Shopping JK Iguatemi até dia 30 de novembro

Se a história de Alice no País das Maravilhas por si só já tem sabor de curiosidade, viagem, sonho, metamorfose, nonsense e criatividade, tudo o que a contorna consegue ser ainda mais envolvente. 

Escrita por Lewis Carroll em 1862, a arte apropriou-se de Alice e a transformou nas mais diversas linguagens que, em sua totalidade, nos convida a procurar o jardim das inesgotáveis possibilidades que existem dentro de cada um de nós. Característica que também define Experiência Alice

A mostra, em cartaz no Shopping JK Iguatemi até dia 30 de novembro, abre novas portas da imaginação e do pensamento que, diante de personagens e acontecimentos fantásticos, nos indaga se somos mesmo capazes de acreditar no inacreditável, de tornar possível o impossível e confiar em nossos sonhos, despertando para uma nova realidade. 

Assim, lhe convidamos a entrar conosco nessa grande aventura. Seja bem-vindo:

LEWIS CARROLL

A exposição conta com 12 salas recheadas de detalhes minuciosos, que vão desde a história original do escritor Lewis Carroll até o final de Alice no País das Maravilhas. E esse é o momento que nos prepara para a grande inserção que o restante da mostra nos reserva. 

Nessa sala, o visitante faz um passeio por tudo o que envolveu a criação não apenas da personagem, mas de todas as influências e criações que resultaram na sequência de acontecimentos como conhecemos. 

O espaço, que mais parece um labirinto forrado de páginas da literatura, apresenta 12 vitrines lindas, e cada uma delas foi pensada e preparada para representar uma das salas, nos dando ainda mais vontade de ver o restante. Lá, também saboreamos "Alice Através do Espelho", "Jogo das Sete Chaves" e muitos outros textos deliciosos e preparados por Adriana Peliano, presidente da Sociedade Lewis Carroll no Brasil. 

BARCO 

Nem todas as pessoas que conhecem a história sabem que os primórdios de sua criação nasceram durante um passeio de barco. No ano de 1862, Lewis Carroll passeava com seu amigo Robinson Duckworth e as três filhas do vice-chanceler da Universidade de Oxford. Para distrair as meninas, contou-lhes uma história de improviso, sem pretensão alguma. 

Uma das três irmãs presentes no barco era Alice Pleasance Liddell, de dez anos. Quando Carroll contou a história que tinha Alice como protagonista, a garota gostou tanto que pediu para que ele a escrevesse. 

Diz-se que a garota inspirou sua personagem principal e, apesar de o autor ter dito em vida que não teria se inspirado em nenhuma criança real, existem muitos fatores que nos fazem pensar o contrário.

As datas das publicações das histórias de Alice, por exemplo, são marcantes: Alice no País das Maravilhas é datada de 4 de julho, dia do aniversário de Alice Liddell; e Alice Através do Espelho é de 4 de novembro, seis meses após seu aniversário. Além disso, no segundo livro a personagem diz que tem sete anos e meio, idade que a garota real teria na época. 

Como se não bastasse, ambas as obras foram dedicadas a ela e no final da segunda existe um poema em que as letras iniciais de cada verso formam o seu nome completo.

EXPERIÊNCIA

A exposição foi pensada para que fosse uma experiência em primeira pessoa e, a partir da segunda sala, os convidados se transformam na Alice. O local, assim como na história, possui duas entradas que dão início à mostra: uma por uma porta normal e outra por uma portinha pequena, que nos faz entrar na toca do Coelho e "cair" por um escorregador, iniciando a viagem pelo mundo de Alice. 

Nas três paredes, através de uma projeção mapeada, o Coelho aparece correndo, sempre atrasado, ao som da nostálgica música "Ai, os meus bigodes... É tarde, é tarde, é tarde". 

A produção cenográfica da mostra é feita pela Castelúdico, a mesma que fez a histórica exposição do Castelo Rá-Tim-Bum. No local, com nada menos que 800 m², portas se abrem sozinhas, botões disparam conteúdo de áudio e muitas outras surpresas nos surpreendem.  

ETAPAS DO CLÁSSICO

A partir da terceira sala, é possível se relacionar com diversos personagem que, encantadoramente, nos acompanham desde o momento que entramos até o momento em que deixamos o local: o olhar de todos eles foi feito exatamente para termos a sensação de estarmos sendo acompanhados e olhados como se fossemos Alice. 

ESPAÇOS DEDICADOS PARA FOTOS

Sucesso em todas as exposições atuais, os locais dedicados para tirar selfies e fotos são muitos – e todos extremamente envolventes e criativos. Desde o barco (na primeira sala) até a casa com espelhos de diversos tamanhos e o púlpito onde Alice encara a Corte e a Rainha de Copas, é possível se divertir e interagir, além, é claro, de eternizar a experiência em uma imagem que, com certeza, guardará muito mais do que simples memórias.

FRASES E MÚSICAS

Do início ao fim, somos acompanhados por músicas que estiveram presentes na infância de muitas crianças e que permanecem na memória de cada adulto que guardou em si um pouquinho (ou muito) dessa linda história. Além disso, as paredes nos remetem a diferentes momentos com famosas frases que, quando lidas, nos fazem recordar das partes de onde saíram. 

LOJINHA

Aos fãs de objetos temáticos e colecionadores, a notícia é que a lojinha é in-crí-vel, e as ofertas variam de moleskines personalizados a almofadas bordadas, copos, enfeites e muito mais. 


SERVIÇO

QUANDO: De 6 de outubro a 30 de novembro de 2016 | De segunda a sábado, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 19h.
ONDE: Shopping JK Iguatemi, av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041 - Terceiro Piso
QUANTO: R$35  

 

Atualizado em 7 Out 2016.

Por Nathalia Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

'Exposição Rá-Tim-Bum, O Castelo' surpreende, emociona e recria a magia do seriado de TV

Mostra fica em cartaz no Memorial da América latina até o mês de junho

Arte à noite: galerias em São Paulo recebem segunda edição do Gallery Night

Evento acontece nos dias 3 e 4 de abril, das 17h às 22h

Memorial da América Latina recria Castelo Rá-Tim-Bum em exposição inédita

Abertura acontece no dia 31, às 19h

Yoko Ono ganha exposição interativa em São Paulo; ingressos já estão a venda

Mostra acontece no Instituto Tomie Ohtake entre 1 de abril e 28 de maio

MAM comemora centenário da Arte Moderna com duas exposições sobre o tema

Anita Malfatti, Tarsila do Amaral e Alfredo Volpi são celebrados em mostra no Ibirapuera

Silvio Santos ganha exposição no MIS; confira 9 motivos para não perder por nada

Mostra nos faz viajar pela trajetória do maior ícone da televisão brasileira, além de nos colocar dentro de programas como "Show do Milhão", "Qual é a Música?" e "Roda a Roda"