Guia da Semana

Compras no Panamá

Conheça os principais endereços do paraíso das compras na América Central

Já imaginou viajar por um país que tenha vários duty free - em que os produtos são isentos de impostos -, shopping enormes - com bons preços- e ainda é uma zona franca? Para passar por essa experiência, basta comprar uma passagem para fazer compras no Panamá.

Esse país da América Central é considerado um paraíso das compras, principalmente para os brasileiros, que vão conhecê-lo ou fazer escala de voo para países da América do Norte ou para cruzeiros no Caribe.

Que dinheiro levar?

A moeda local é a balboa, no entanto, o dólar circula livremente como a moeda corrente e a conversão acaba acontecendo de um balboa para um dólar. Outra dica importante, para fazer seu circuito de compras no Panamá, é sempre andar com o passaporte em mãos, pois as aquisições nos duty free somente são permitidas com o documento. Prepare os dólares e renda-se ao prazer das compras!

Confira as melhores dicas de compras no Panamá!

Duty Free do Aeroporto Internacional de Tucumen

Para quem adora compras, o delírio já começa nos primeiros passos no Panamá. Famoso pela grande quantidade de lojas duty free, o espaço mantém um fluxo intenso de pessoas que estão chegando ou saindo do país.

Talvez por isso, alguns produtos disputados de marcas conhecidas, como maquiagens da MAC ou relógios da Michael Kors, ficam em falta. O preço também não é dos mais baratos quando comparados a outros paraísos das compras, como Miami e Orlando,nos Estados Unidos, mas, ainda assim, compensa se for comparar com os valores do Brasil.

Caso queira adquirir o famoso Rum Abuelo ou uma garrafa de Seco - típica bebida panamenha destilada da cana de açúcar -, o duty freede embarque para o Brasil é a opção ideal para a compra.

Shopping Multiplaza

O slogan ¡Todo lo que quieras! (Tudo o que quiser!, em português) representa a sensação ao adentrar nas dependências do Multiplaza, já que é possível encontrar as grifes mais desejadas por homens, mulheres e crianças.

É possível sair da realidade por algumas horas em meio a tanto glamour e sofisticação, como se estivesse andando pela Champs Élysées, em Paris, e observando as vitrines da Cartier, Louis Vuitton, Channel, Calvin Klein, Lacoste, Givenchy, Fendi, entre outras lojas.

Para quem quiser sentir um pouco mais o gostinho do luxo, há um espaço privativo Veuve Clicquot. Mas, como tudo tem um preço, os produtos comercializados no Multiplaza são considerados os mais caros do Panamá.

Shopping Albrook Mall

Sua fama entre os turistas é tão grande como suas dimensões. Para se ter ideia do tamanho do prédio, seria necessário aproximadamente 5.592 passos para percorrer toda extensão do edifício ou 56 horas para visitar, por pelo menos 10 minutos, suas 320 lojas.

Roupas, sapatos, perfumes, acessórios, artigos de decoração e brinquedos misturam-se em algumas lojas de departamentos, como Collin´s, Madson Store, Titan e a panamenha Farmacia Arrocha, que de farmácia possui apenas um setor, já que seu forte são os produtos de decoração por um preço supreendemente baixo.

Já as pessoas que procuram por grifes, vão adorar as lojas da Tommy Hilfiger, Nike, Adidas e Zara, entre outras. O shopping é considerado popular pela média de preço não ser alta, mesmo nos produtos de lojas famosas. Uma boa dica é pegar os cupons de descontos pelo site ou na entrada do shopping e gastar menos.

Duty Free Amador 

Em meio ao complexo Amador Causeway, entre restaurantes, casas noturnas e uma grande marina, há um singelo duty free. Singelo em tamanho, mas vantajoso em produtos.

Os perfumes são consideravelmente mais baratos do que os encontrados no duty free do Aeroporto de Tucumen e até mesmo quando comparados aos do Aeroporto Ezeiza, de Buenos Aires, que também é famoso pelo bom preço em perfumes.

Há ainda souvenirs típicos do país, como imãs de geladeira e bolsinhas com tecidos coloridos, feitos manualmente. No local, é possível ainda encontrar o tradicional chapéu Panamá por US$ 28. Mas antes de adquirir o chapéu, pesquise o preço em outras lojas, no mesmo complexo Armador.

Zona Libre de Colón

A segunda maior cidade do país, Colón, fica há aproximadamente 78Km da Cidade do Panamá, no litoral do Oceano Atlântico, e é destino certo para os turistas que querem comprar grande quantidade de mercadorias. Isso porque o município é uma zona de livre comércio, aliás, a segunda maior do mundo, depois de Hong Kong, na China. Assim, os produtos são adquiridos sem imposto nenhum.

As marcas vão das nobres européias Salvatore Ferragamo, Channel, Versati e Carolina Herrerara, até as cool americanas, como Ambercombrie & Fith e Hollister, e as de surfwear: Billabong e Hurley.

Para chegar até o paraíso das compras, é possível ir de carro, pelo Corredor Norte, ou de ônibus que saem do Terminal Albrook a cada 15 minutos, pela manhã, e a cada 30 minutos, à tarde e à noite até 22h. Não se esqueça do passaporte, pois a entrada só é permitida com a apresentação do documento.

*A jornalista viajou ao Panamá a convite da Copa Airlines e Viaggiare Tour Operator.  

Atualizado em 6 Mar 2014.

Por Ana Stella Guisso
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Conheça 3 lugares na Itália que nem mesmo os italianos conhecem

Se você estiver indo para a Itália, vale a pena colocar estes lugares maravilhosos e pouco conhecidos na sua lista

10 viagens dos sonhos que todo mundo deveria fazer

Destinos paradisíacos, exóticos e badalados para quem sonha em viajar para fora

6 praias desertas para conhecer no Sul da Bahia

Os destinos parecem ter saído de um filme de tão bonitos!

7 lugares paradisíacos para conhecer na Costa Verde, trecho que liga o litoral norte de SP ao sul do RJ

O trecho que liga São Paulo ao Rio de Janeiro possui algumas das praias mais bonitas do Brasil!

13 praias bem preservadas em SP para conhecer nesse verão

Quem disse que São Paulo não possui praias limpas e paradisíacas?

AquaRio vende ingresso antecipado com direito a um ano de visitação

Maior aquário da América do Sul inicia as vendas pela internet com valores entre R$ 60 e R$ 360