Guia da Semana
Arte
Por Nathália Tourais

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo.

Divulgação

Se a Netflix oferece um imenso catálogo de filmes, os documentários, sem dúvidas, ganham destaque especial. Com mais opções a cada mês, as produções ocupam as mais diversas editorias, agradando todos os gostos.

A série documental "O Começo da Vida", de Estela Renner, é opção certeira para quem gosta de psicologia e assuntos relacionados à vida e evolução do ser humano. Assim, o Guia da Semana lista abaixo os motivos pelos quais você não pode deixar de assistir. Confira:

ESTELA RENNER

Diretora, roteirista, produtora e co-fundadora da Maria Farinha Filmes, Estela Renner já nos presenteou com diversos longas incríveis. Entre eles, "Muito Além do Peso", "Criança: a Alma do Negócio", "Tarja Branca" e a série "Jovens Inventores".

A diretora é uma daquelas que nos faz treinar nosso olhar para ver além do que podemos enxergar e, mais do que isso, nos provoca a observar a vida e o que está a nossa volta com menos pressa e mais sentimento.

SINOPSE



O filme fala da importância dos primeiros anos de vida. Em uma volta nos quatro cantos do mundo, o documentário faz uma análise aprofundada e um retrato apaixonado dos primeiros mil dias de um recém-nascido, tempo considerado crucial pós-nascimento para o desenvolvimento saudável da criança, tanto na infância quanto na vida adulta.

MÚLTIPLAS VISÕES

Recheado de entrevistas com especialistas, pais anônimos e também famosos, como Gisele Bündchen, o que vemos é um panorama real, do dia a dia e suas dificuldades, e uma compreensão psiquiátrica e psicanalítica de forma ampla e também minuciosa - o que deixa a compreensão da importância da primeira infância ainda mais imersiva, dando um sentido especial e arrebatador a quem assiste.

IMPORTÂNCIA DA PRIMEIRA INFÂNCIA



A primeira infância, para muitas pessoas, pode parecer - à primeira vista - um período comum e, talvez, importante, mas não com o peso que realmente tem. Entretanto, é um momento decisivo na vida de uma criança e na formação dela em um sujeito dono de si mesmo, uma janela de oportunidades que, se bem cuidada, contribui para o pleno desenvolvimento do indivíduo, gerando frutos positivos para toda uma vida.

O FUTURO

Mais do que nos fazer pensar sobre o período mais importante da infância, o documentário nos faz pensar que investir no desenvolvimento infantil é também investir na sociedade, caminhando para transformar o mundo num lugar melhor.


Por Nathália Tourais

Atualizado em 15 Dez 2016.

Mais notícias

Conheça a 'Transe', plataforma digital que promove e conecta agentes das artes visuais no Brasil

Arte

Cirque du Soleil lança site especial durante a quarentena; saiba tudo!

Arte

15 museus brasileiros para visitar online

Arte

8 lives de galerias e museus para você curtir arte em casa

Arte

Curitiba recebe visita de museu egípcio itinerante; saiba mais!

Arte

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte