Guia da Semana

Cuide da pele de acordo com a sua idade

A partir dos 25 anos, o organismo vai perdendo colágeno e a capacidade de renovação celular

Com o passar dos anos, a preocupação em cuidar da pele fica mais evidente, principalmente entre as mulheres. E a atenção com o rosto é sempre redobrada.

+ Descubra como acabar com a ressaca
+ Saiba se é possível emagrecer após os 40 anos

No entanto, além se uma questão simplesmente estética, os cuidados com a pele vão além. Nunca se deve esquecer, também, da saúde da tez.

» Crianças
A atenção com a cútis tem de começar na infância. Crianças com até seis meses, lactantes, não devem ser expostas ao Sol. Entre os seis meses e os três anos, os protetores solares usados têm que conter filtros especiais para esta faixa etária. E, no caso dos bebês que frequentam a praia, chapéus e camisetas com proteção solar nas fibras são indispensáveis.

» Jovens
Com a chegada da adolescência, produtos que contêm gordura na fórmula, estimulando a produção de cravos e espinhas, precisam ser evitados. O recomendável é lavar o rosto com frequência e utilizar produtos anti-acne, com adstringentes. O Sol é o fator que mais envelhece e danifica a pele. Para pessoas de pele clara, é recomendado o uso de filtros com proteção maior, que não saiam facilmente, sendo repostos constantemente. Já as pessoas de tez morena estão mais protegidas naturalmente do Sol e tendem a ter um envelhecimento de pele mais lento.

» Adultos
Algumas ações estimulam o aparecimento dos famosos "pés-de-galinha" – aquelas rugas que se formam ao redor dos olhos – antes dos 25 anos. O ato de ir ao Sol e contrair os olhos é um dos causadores do problema. Para isto, a solução é o uso de botox preventivo, ou seja, pequenas aplicações do produto com o intuito, apenas, de relaxar os músculos da região. Após os 30 anos, é necessário o uso de cremes com fórmulas menos penetrantes, com vitamina C ou ácido glicólico, e de loções noturnas, que "desestressam" a pele.

» Idosos
Tês maduras pedem correção mais intensa, com ácido retinóico ou com procedimentos mais invasivos, feitos em consultório. Estes melhoram a textura da pele e ajudam a eliminar as manchas, a flacidez e as rugas profundas.

E é importante lembrar que a maturidade da pele nem sempre corresponde à idade real da pessoa. Por isso, é indispensável uma avaliação especializada para a realização do tratamento mais adequado.

Atualizado em 30 Jun 2014.

Por Lucila Rosa
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 mitos e verdades sobre alimentos e dietas milagrosas para emagrecer

Tá na luta para perder peso? Veja cinco dicas da nutricionista Lara Natacci!

Projeto incentiva pessoas a passearem com cães para adoção

Cãominhada reúne voluntários para passear aos domingos com cães sem lar

"Guiltless food": restaurante em SP aposta na ideia de 'comer sem culpa' para atrair clientes

Deez, na Vila Olímpia, produz massa e arroz feitos de féculas de vegetal (e com o sabor super parecido com os tradicionais alimentos inimigos da dieta)

5 receitas saudáveis da Mayra Cardi, life coach da cantora Anitta

Nutella, waffle e bolinho de maça estão na lista!

5 exercícios para conquistar de vez a barriga chapada

Especialista da Smart Fit indica treino que ajuda a definir o abdômen

Boa forma: aprenda um treino de 5 minutos para fazer em casa

Preparador físico e coach ensina série de exercícios simples para fazer em qualquer lugar