Guia da Semana
Saúde e Bem-Estar
Por Ricardo Archilha

Mitos e verdades sobre o Vegetarianismo

Quer parar de comer carne? Saiba que há vários pontos a serem considerados; confira!.

Go vegan! (Reprodução)

Prometendo uma vida mais saudável, a dieta vegetariana vem ganhando cada vez mais adeptos. Visando a prática do "pain free", o Vegetarianismo implica o não sacrifício de animais a serviço da alimentação. Assim, os vegetarianos não comem carne e, às vezes, os seus derivados. É que existem alguns tipos de vegetarianismo: o ovolacto, que inclui ovos e laticínios, é o mais comum. Os níveis de restrição, entretanto, podem variar, chegando ao Vegan, o mais radical de todos. Conversamos com a nutricionista Eliane Romantini Collis para tirar todas as suas dúvidas sobre o tema; confira!

+ 10 receitas de sucos Detox
+ A dieta ideal de acordo com a sua personalidade
+ Dieta sem glúten e lactose funciona?

Vegetarianismo e seus tipos

Não deixe se enganar pelo nome: o regime vegetariano não é exclusivamente vegetal; o nome vem, na verdade, do latim "vegetus" - forte, rigoroso, saudável. A dieta varia de acordo com as suas opções - carnes vermelhas e brancas são as primeiras a caírem fora. Outros alimentos de origem animal, como ovos e laticínios, podem ser permitidos. Já o Veganismo vem de uma filosofia de vida um pouco mais complexa, transcendendo os limites da alimentação - aqui, até objetos oriundos do couro (e até o mel) não fazem parde da vida vegana. Vamos aos tipos:

Ovolactovegetarianismo: Dieta composta por alimentos de origem vegetal, ovos, leite e seus derivados, além da exclusão total de qualquer tipo de carne.

Lactovegetarianismo: Dieta composta por alimentos de origem vegetal, leite e seus derivados. Os que a seguem não comem ovos nem qualquer tipo de carne.

Ovovegetarianismo: Dieta composta apenas por alimentos de origem vegetal e ovos, havendo a exclusão dos produtos lácteos, seus derivados e de carne.

Vantagens e desvantagens

A nutricionista Eliane Romantini Collis listou algumas vantagens e desvantagens da dieta vegetariana; confira!

Benefícios:

- é uma dieta isenta de gordura saturada (aquela proveniente dos alimentos de origem animal) e isso pode contribuir para prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e alguns tipos de câncer.

- a pessoa ingere grande quantidade de alimentos ricos em vitaminas, minerais, fibras alimentares, gorduras mono e poliinsaturadas e compostos antioxidantes, como frutas, vegetais, cereais integrais, grãos, castanhas.

Desvantagens:

- por ser uma dieta restritiva, pode ter deficiência de vitamina B12, ferro e proteína, nutrientes presentes em carnes, ovos, leite e derivados.

- não é tão fácil encontrar lugares que oferecem esse tipo de alimentação

Vegetariano, eu?

Há vários motivos que levam uma pessoa a optar por virar vegetariano. Os oito principais são:

Ética: aquele que não quer ser responsável pelo sofrimento dos animais em seu abate para diversos fins e nao só alimentar;

Saúde: diversos estudos apontam como mais saudável a dieta vegetariana; Meio ambiente - a pecuária causa erosão do solo e contaminação de mananciais;

Família - influência de familia que segue esse tipo de dieta;

Paladar: algumas pessoas simplesmente nao gostam do sabor da carne;

Crenças espirituais, filosóficas e religiosas, além de práticas como o Yoga são outros motivos que podem levar à dieta vegetariana.

Nutrição

Ao parar de comer carne, peixe ou frango, muitas pessoas se preocupam com o fato de sofrerem alguma deficiência nutricional. Isso até pode acontecer se a pessoa não souber fazer as substituições adequadas. Por exemplo, se cortar a carne e comer apenas biscoitos, massas e carboidratos, isso certamente vai acontecer.

O ideal é equilibrar alimentação com alimentos como tofu, carne de soja, legumes, verduras e por aí vai.

Antes de tudo, é importante entender um pouco sobre as classes dos alimentos que consumimos: carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, fibras, minerais e água. Todos são essencialmente importantes, em quantidades variadas, para o nosso bem estar. A carne é quem fornece proteína, gordura e algumas vitaminas e minerais. Todos esses nutrientes, entretanto, podem ser facilmente obtidos através de outras fontes: nozes, sementes, leguminosas, cereais e produtos derivados da soja, ovo e leite.

Desmistificando o Veganismo

Vegano é um vegetariano que, além de não comer carne, peixe ou frango, também não consomem outros produtos animais e seus derivados, como ovos, lacticínios, mel, couro, pele, seda, lã, cosméticos e até sabões e gelatina. O segredo para uma dieta vegana saudável é a variedade: frutas, vegetais, folhas verdes, grãos integrais, sementes, frutas secas e legumes. Quase todos são boas fontes de proteína: batatas, pão integral, arroz, brócolis, espinafre, amêndoas, ervilhas, grão de bico, manteiga de amendoim, tofu, leite de soja, lentilhas, couve etc.


Por Ricardo Archilha

Atualizado em 20 Jan 2015.

Mais notícias

7 alimentos que ajudam a combater o inchaço

Saúde e Bem-Estar

7 coisas que você precisa saber sobre o colágeno

Saúde e Bem-Estar

10 motivos para comer melancia no verão

Saúde e Bem-Estar

8 motivos para incluir páprica na sua alimentação

Saúde e Bem-Estar

10 banhos energizantes que você precisa incluir na sua rotina

Saúde e Bem-Estar

8 benefícios do vinagre balsâmico

Saúde e Bem-Estar