Guia da Semana
Cinema
Por Juliana Varella

“A Garota no Trem”: adaptação do bestseller chega aos cinemas na próxima quinta

Emily Blunt sai da zona de conforto e interpreta uma mulher alcoólatra e desequilibrada.

Emily Blunt vive a protagonista na adaptação do livro de Paula Hawkins (Foto: Divulgação)

Adaptar livros para o cinema é sempre um jogo complicado. Fãs da obra original raramente ficam satisfeitos, pois muitas vezes é preciso sacrificar detalhes ou criar novas relações entre os personagens para que a história faça sentido na tela. Esse é o caso de “A Garota no Trem”, suspense de Tate Taylor baseado no livro de Paula Hawkins que está incomodando amantes da versão impressa, mas que, como um filme isolado, merece um olhar bem atento.

O longa traz Emily Blunt no papel de Rachel, uma mulher destruída: divorciada, alcoólatra, desempregada e amargurada por não ter conseguido ter um filho com o ex-marido, que agora é pai. Ela passa seus dias viajando de trem, passando sempre em frente à mesma casa branca e perfeita. Lá, vive um casal cuja vida ela começa a fantasiar: eles se amam, talvez ela seja artista, ele deve ser médico ou arquiteto. Ela poderia ter tido aquela vida.

Um dia, porém, enquanto os observa, ela nota algo que estilhaça seu ideal de perfeição, quebrando o pouco de estabilidade que tinha conseguido construir para si. Então, um crime acontece e, sem consciência do que ela poderia ou não ter feito enquanto estava alcoolizada, Rachel parte numa busca desesperada pela verdade.

Se levarmos em conta apenas a trama, “A Garota no Trem” é um suspense de mistérios e reviravoltas, como “Garota Exemplar” ou “Os Suspeitos”. Mas, assistindo à interpretação devastadora de Blunt, fica claro que a espinha do filme é o drama dessa mulher, que foge totalmente aos padrões de Hollywood – o alcoolismo normalmente é associado a homens ou, quando acontece com mulheres, tem um ar de glamour – e sobre os homens abusivos que cercam sua vida.

Se há uma puxada de orelha para fazer a este filme, é que a figura de Rachel poderia ter sido muito mais subversiva se sua fragilidade não fosse, mais uma vez, associada à maternidade (ou à falta dela). Pense em como os filmes de terror tantas vezes têm no centro uma mãe frustrada, mas nunca um pai. Pois esse é um tema que permeia todas as mulheres do filme, com exceção da policial interpretada por Allison Janney e, enquanto a figura de um bebê de fato acrescenta uma camada importante à história, talvez isso não precisasse ser repetido para as três personagens principais.

“A Garota no Trem” chega aos cinemas no dia 27 de outubro e também traz no elenco, além de Blunt e Janney, Rebecca Ferguson, Haley Bennett, Luke Evans, Justin Theroux e Edgar Ramirez.


Por Juliana Varella

Atualizado em 28 Out 2016.

Mais notícias

Saiba como assistir ao Oscar 2021 na TV e Internet

Cinema

Divulgados trailer e pôster inéditos do filme "Cruella"; confira!

Cinema

Resenha: 'En las estrellas'

Cinema

Confira a lista dos indicados ao Oscar 2021

Cinema

Oscar 2021: saiba onde assistir aos filmes indicados

Cinema

10 mostras de cinema online para conferir em março de 2021

Cinema