Guia da Semana
Exposição
Por Nathália Tourais

Exposição do lego e mais 13 mostras imperdíveis em SP em agosto

De pintura a mobiliário, confira opções para todos os gostos e saiba suas datas de visitação.

Exposição "O que vem com a Aurora", na Casa Triângulo

A cidade de SP é palco de muitas manifestações artísticas e, sem dúvidas, as exposições estão entre as principais. Todos os meses - entre as menores e mais alternativas até as mais expressivas - chegam novas opções, sejam elas referentes às artes plásticas, audiovisual, esculturas, fotografias e tantas outras.

Para que você consiga se organizar e saber o que rola de melhor na capital, o Guia da Semana lista 13 opções para você visitar em agosto. Desde uma mostra de lego aos últimos dias da exposição do Picasso, confira o que você não pode perder neste mês:

PICASSO: MÃO ERUDITA, OLHO SELVAGEM

Com um vasto volume de trabalhos do artista espanhol, pertencente ao Musée National Picasso-Paris, a potente exposição organizada pelo Instituto Tomie Ohtake exibe peças que guardam uma relação muito particular de Picasso com a sua obra, já que foram selecionadas e mantidas por ele ao longo de sua vida. Estas obras que viveram ao seu lado integram agora a coleção do museu francês, cujo acervo picassiano é um dos mais importantes do mundo, proveniente, principalmente, de duas doações sucessivas efetuadas pelos herdeiros do pintor em 1979 e 1990. 

"Picasso: mão erudita, olho selvagem", com curadoria de Emilia Philippot, curadora também do Musée National Picasso-Paris, é composta por 153 peças, sendo a grande maioria inédita no Brasil. As obras traçam um percurso cronológico e temático em torno de conjuntos que seguem as principais fases do artista, desde os anos de formação até os últimos de produção. São 116 trabalhos do mestre espanhol – 34 pinturas, 42 desenhos, 20 esculturas e 20 gravuras –, além de uma série de 22 fotogramas de André Villers realizados em parceria com Picasso. Completam a mostra, 12 fotografias de autoria de Dora Maar.

QUANDO: até 14 de agosto. De terça a domingo, das 10h às 19h
ONDE: Instituto Tomie Ohtake
QUANTO:
 R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia entrada)

EU AMO SÃO PAULO

Entre os dias 28 de julho e 17 de agosto, o Shopping Center 3 recebe a exposição fotográfica "Eu Amo São Paulo" - resultado do concurso de mesmo nome lançado pelo Shopping, que desafiou fotógrafos profissionais e amadores a registrar o seu olhar sobre a metrópole.

Um total de 154 participantes enviaram 507 imagens e, dentre estas, estão selecionadas as fotografias que compõem a exposição, avaliadas segundo critérios como adequação ao tema proposto, plasticidade e qualidade técnica.

QUANDO: Até dia 17 de agosto. De 28 de julho a 17 de agosto de 2016
ONDE: Shopping Center 3
QUANTO: Grátis

O QUE VEM COM A AURORA

Entre os dias 30 de julho e 27 de agosto, a Casa Triângulo recebe a exposição 'O que Vem com a Aurora', mostra coletiva com curadoria de Bernardo Mosqueira. A exposição reúne 27 trabalhos que nos apresentam imagens ou instrumentos comprometidos com a criação de um mundo diferente. 

QUANDO: Até dia 27 de agosto. De segunda a sábado das 10 às 19 horas
ONDE: Casa Triângulo
QUANTO: Grátis

MARIO CRAVO NETO + VICENTE SAMPAIO 

Nome badalado da fotografia nacional e protagonista de exposições grandiosas dentro e fora do país, Mário Cravo Neto desenvolveu uma linguagem singular através de suas lentes: brasileira e universal ao mesmo tempo, ela vem fundamentada entre o universo religioso africano e a arte contemporânea. Os panos de fundo também são múltiplos e neles podem aparecer as ruas da Bahia – cidade onde nasceu e cresceu em berço artístico – em cidades maiores, como Berlim e Nova York, ou então alcançar altos níveis técnicos dentro de estúdio. 

QUANDO: Até 27 de agosto. De segunda a sexta. das 10h às 19h. Sábados, das 10h às 17h
ONDE: Galeria Marcelo Guarnieri
QUANTO:
 Grátis

CARTAS AO PREFEITO: SÃO PAULO

Entre os dias 2 e 27 de agosto, propositalmente no período eleitoral, o Edifício Copan recebe a mostra "Cartas ao Prefeito: São Paulo". A exposição, que une arquitetura, arte e política, faz parte de um projeto mundial concebido pela Storefront for Art and Architecture e intitulado Letters to the Mayor. É um evento itinerante que já aconteceu em cidades como Nova Iorque (E.U.A.), Atenas (Grécia), Bogotá (Colômbia), Buenos Aires (Argentina), Cidade do Panamá (Panamá), Cidade do México (México), Taipei (Taiwan), e outras.

Em cada uma destas cidades foi exposto um conjunto de cartas que cinquenta arquitetos locais escreveram para o seu Prefeito, expressando suas ideias, opiniões e expectativas para a cidade. As cartas serão exibidas no Pivô Arte e Pesquisa, com um intenso programa de debates e palestras que acontecerão durante todo o mês de Agosto. Posteriormente todas as cartas expostas serão enviadas para o gabinete do Prefeito.

Ao trazer um conjunto de vozes e ideias relevantes para a consciência pública e também para as agendas e mesas dos candidatos, a exposição pretende intensificar a discussão sobre a cidade em um período em que decisões cruciais sobre o seu futuro e desenvolvimento devem ser tomadas, em meio a um complexo momento político e econômico no país.

QUANDO: De 2 a 27 de agosto. De terça a sexta, das 13h às 20h; Sábados das 13h às 19h
ONDE: Edifício Copan - Galeria Pivô
QUANTO: Grátis

CINERAMAS 

Sob curadoria de Ricardo Resende, a mostra é composta por 14 pinturas que registram a obsessiva observação do movimento das águas e as mudanças de luz e tonalidades do mar e do céu. Em busca do silêncio da memória, as pinturas inéditas apresentadas nessa exposição retratam o intervalo de tempo entre uma onda que se quebra e outra que se forma. São imagens seriadas fixadas na mente do artista como fotografias de memória, registradas pacientemente em manhãs e tardes de 2015, na Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. Quando observadas quadro a quadro, as pinturas à óleo soam como uma longa projeção de cinema, convidando o espectador a uma narrativa sobre o silêncio da memória, o barulho das ondas e o movimento das águas azuis de Ipanema.

QUANDO: De 1 a 27 de agosto. De terça a sexta, das 11hs às 19hs. Sábado, das 11hs às 15hs.
ONDE: DConcept Escritório de Arte
QUANTO: Grátis

FIGURA [AÇÃO] DE 2

Luis Maluf Art Gallery recebe a partir do dia 29 de Julho a exposição “Figura[ação] de 2”, dos artistas André Brunharo e Pedro Pezte. Eles dividirão o espaço cada um com sua proposta e poética, dialogando na diversidade e intertextualidade das suas produções.

Enquanto André Brunharo foca em obras minimalistas, com cores puras, perspectivas e pontos de fuga. Pedro Pezte se pauta no excesso, nas texturas, nas sobreposições, nos índices e signos. 

QUANDO: Até dia 29 de agosto. Terça a Sexta, das 11hs às 20hs. Sábado das 11 às 18h
ONDE: Luís Maluf Art Gallery
QUANTO:
 Grátis

CINEMA LASCADO

Sob curadoria de Eder Chiodetto, a mostra é composta por vídeo instalações, projeções e 22 imagens inéditas, resultantes de suas pesquisas sobre imagem digital, estéticas da obsolescência tecnológica e paisagens urbanas arruinadas. Utilizando-se de softwares, ferramentas e aparatos eletrônicos de várias gerações, a produção de Giselle Beiguelman problematiza a tecnologia no campo estético. Seus vídeos fazem o espectador viajar pelo tempo entre a “paleoweb” e o pós-cinema, e suas imagens entre o Low-tech e o Hi-tech. São viagens por paisagens urbanas que choram, que explodem, que passam rapidamente pelos olhos e se fixam na memória, que discutem, em paralelo, ainda, o consumo desenfreado de tecnologia e a obsolescência programada.

QUANDO: Até dia 25 de setembro. De terça a domingo, das 09h às 19h
ONDE: Caixa Cultural Sé
QUANTO: Grátis

REENCONTROS

O reencontro do público, admiradores e amigos com as muitas fases da sua obra faz parte dos objetivos do Instituto e deve ser disseminado em ações diversificadas, como era desejo do pintor, que entendia a democratização do seu trabalho como possibilidade real de levar a arte a outros rincões que não só os tradicionais, principalmente àqueles com menor acesso à ela.

QUANDO: Até dia 30 de setembro. De segunda a sexta, entre 8h e 18h
ONDE: Instituto Gustavo Rosa
QUANTO: 
Grátis

LEGO NA OCA

Entre os dias 11 de agosto e 30 de outubro, além de podermos relembrar um pedacinho da infância, também acompanharemos uma exposição incrível na Oca do Ibirapuera. O espaço receberá a mostra de Nathan Sawaya, que conta com 80 obras de arte feitas com blocos de Lego.

Entre tantas, destacam-se reconstruções de obras universalmente conhecidas, como “O Pensador” de Rodin, “Vênus de Milo”, “O Grito” de Edvard Munch e “O Beijo” de Gustav Klimt. 

Além disso, o local oferece um espaço para brincar e construir com as famosas e saudosas peças coloridas, e também terá seções com o Buda ou esculturas enormes, como o impressionante esqueleto de T-Rex de 6 metros de comprimento feito com 80.020 blocos.

Para facilitar o fluxo de pessoas, os ingressos também são vendidos antecipadamente. Para programar e agendar sua visita, clique aqui

QUANDO: De 11 de agosto a 30 de outubro. De terça a domingo, das 11hs às 17hs
ONDE: Oca do Ibirapuera
QUANTO: R$20 e R$10 meia entrada

LOS CARPINTEIROS: OBJETO VITAL

Exposição composta por mais de 70 obras de um dos coletivos de arte mais aclamados da atualidade. Por meio da utilização criativa da arquitetura, da escultura e do design, os artistas questionam a utilidade e exploram o choque entre função e objeto com uma forte crítica e apelo social de cunho sagaz e bem-humorado.  O público poderá acompanhar todas as fases do coletivo, desde a década de 1990 até obras inéditas, feitas especialmente para a exposição. A curadoria é de Rodolfo de Athayde.

QUANDO: Até dia 12 de outubro. De quarta a segunda, das 9hs às 21hs
ONDE: Centro Cultural Banco do Brasil
QUANTO: Grátis

(R)ESISTENCIAS

A artista plástica Laura Lydia apresenta seu projeto (R)esistencias na Luis Maluf Art Lab, na Vila Madalena, a partir do dia 4 de Agosto. A exposição fotográfica retrata a resistência e a potencia da natureza indesejada e concretizada pela cidade. O trabalho tem como ênfase a exaltação das pequenas plantinhas que crescem em meio a rachaduras do asfalto e paredes, exigindo seu espaço dentro da arquitetura hostil urbana paulistana.

A ideia foi iniciada pelo mapeamento botânico do projeto Ervas SP que usa os suportes de gravura em metal e fotográfico dessas pequeninas resistências no Minhocão (Elevado Costa e Silva) com a participação do fotografo e biólogo Vitor Barão. Desde então, o trabalho já se expandiu em oficinas por SESCs por toda São Paulo e interior para trazer o olhar da natureza desprezada como pequeninos pés de amoreira, goiabeiras, dente de leão, plantas usadas na medicina popular que poderiam entrar dentro dos ambientes de discussão e de possibilidades de mudança urbanística, e acabam sendo ignoradas por cidadãos passantes.

QUANDO: 4 de agosto 3 de setembro. De terça-feira à sábado das  13 às 18h
ONDE: Luis Maluf art Lab
QUANTO: Grátis

CASO O ACASO

A exposição coletiva propõe um diálogo entre a produção de oito artistas que desgastam e testam a resistência de materiais, normalmente considerados sólidos e usados em diferentes estruturas. Os trabalhos rompem, inserem brechas ou ainda distorcem elementos tão diversos quanto o cimento, gesso, madeira, argila, cerâmica, vidro, além do próprio espaço expositivo. Desconstruir para reconstruir, construir para destruir, moldar a partir da arquitetura antiga ou atual, aglutinar elementos soltos em um novo objeto. São todos procedimentos observados nas obras desses artistas, nas quais a transformação da matéria se sobressai.

Assim, esses trabalhos tornam palpáveis a impermanência e fragilidade intrínseca desses materiais e das estruturas que eles suportam. Algumas obras aparecem como resquícios de um passado, que desfaz as camadas do tempo, a imagem de paredes desgatadas. Outras, devolvem organicidade e movimento à rigidez de elementos de sustentação, como tapumes e concretos. Transpassando os limites, as obras reunidas na exposição formulam um convite a considerar o avesso, o que há por detrás do muro.

QUANDO: 17 de agosto a 15 de dezembro. De segunda a sexta das 11 às 19 horas/ sábado das 11 ás 17 horas
ONDE: Central Galeria
QUANTO: Grátis

INTROSPECÇÃO

Entre os dias 19 de agosto e 24 de setembro, a Casa do Olhar Luiz Sacilotto recebe a mostra Introspecção, do único escultor hiper-realista do Brasil, Giovani Caramello, que instiga o público com temas recorrentes em seu íntimo por meio de suas obras. Dentro deste contexto, quase dois anos depois de sua primeira mostra em Santo André, no museu da cidade, o artista de apenas 26 anos retorna à sua terra natal, agora na Casa do Olhar, para apresentar três instalações feitas com esculturas inéditas.

Dessa vez, na exposição, é possível conhecer características profundas da personalidade do artista, tais como timidez, ansiedade e solidão, que segundo Caramello são sentimentos universais e que costumam gerar proximidade com seus admiradores.  “Tento transmitir, de uma forma visual, sensações que já superei em minha vida, mas que outras pessoas podem estar passando ou refletindo sobre este mesmo tema. Para isso, optei por experimentar e inovar dentro da minha técnica e fazer uma obra autobiográfica”, comenta.

QUANDO: 19 de agosto a 24 de setembro. De terça a sexta, das 10h às 17h; aos sábados, das 10h às 15h
ONDE: Casa do Olhar
QUANTO: Grátis


Por Nathália Tourais

Atualizado em 24 Ago 2016.

Mais notícias

Saiba o que esperar da exposição "Hebe Eterna", no Farol Santander

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição “Mickey 90 anos", em cartaz no Shopping JK Iguatemi

Exposição

Confira as exposições imperdíveis em São Paulo em 2019

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição "Hitchcock: Bastidores do Suspense", que chega ao MIS nesta sexta-feira (13)

Exposição

7 exposições em cartaz em São Paulo para visitar nas férias de julho

Exposição

Abertura da exposição Ex Africa, no CCBB, terá performance e debate com artistas; confira!

Exposição