Guia da Semana
Exposição
Por Redação Guia da Semana

Saiba o que esperar da exposição "Hebe Eterna", no Farol Santander

Mostra apresenta a vida pessoal e trajetória profissional de uma das maiores personalidades da televisão brasileira.

Foto: Guia da Semana

Depois de Adoniran Barbosa, quem ocupa os andares 19 e 20 do Farol Satander, no centro de São Paulo, é a madrinha da televisão, Hebe Camargo. Entre os dias 19 de fevereiro e 2 de junho, os visitantes poderão conferir a mostra Hebe Eterna, que conta um pouco da trajetória pessoal e profissional de uma das figuras mais importantes da TV brasileira.

A exposição começa no 20º andar, onde conversamos com Marcello Dantas, curador ao lado de Camila Mouri. Ele lembrou como Hebe foi, em vida, uma figura singular, capaz de trazer, para um mesmo espaço, pessoas completamente diferentes, "de Paulo Freire a Paulo Maluf", sempre se preocupando em promover transformações na zona de conforto do povo brasileiro.

Dividida em 11 espaços e cheia de possibilidades interativas, como a imersão na história de uma mulher encantadora, a experiência promete atrair a atenção tanto dos adultos quanto dos jovens.

Foto: Guia da Semana

O primeiro espaço traz uma linha do tempo com detalhes sobre a vida dessa figura icônica. Ao lado de fotografias, pequenos textos apresentam para o público toda a sua trajetória profissional desde seus momentos como cantora, sua passagem pelo rádio e sua consolidação como apresentadora de televisão. É interessante observar como a história de Hebe se encontra com a própria história da telecomunicação no nosso país e como a apresentadora participou ativamente do processo de estabelecimento de uma linguagem para esse novo meio.

Passando por um pequeno corredor decorado com 320 lentes, que marcam a relação de Hebe com as câmeras, chegamos a uma sala onde é possível ler o Hebenews, um jornal preparado especialmente para a exposição, que traz, em todas as suas páginas, matérias publicadas sobre a comunicadora em algum momento da história. Não se preocupe em tentar ler tudo ali na hora — você pode pegar o jornal e levar para ler em casa.

Foto: Guia da Semana

O espaço que se segue é o camarim de Hebe. Ali, os visitantes podem se sentar em frente a três espelhos onde são projetadas imagens de seus cabelereiros. Assim, nos sentimos no próprio salão, enquanto os homens nos contam histórias — algumas inéditas — sobre a antiga cliente. Uma delas é o que ela fazia para seu cabelo ficar sempre impecável em suas viagens, por exemplo.

Em seguida, somos levados ao glamouroso closet de Hebe. Ali, podemos admirar seus luxuosos vestidos — que ela nunca vestia mais de uma vez — e sapatos. Muitas dessas peças foram desenhadas por estilistas famosos, enquanto outras foram dadas de presente para Hebe por profissionais menos conhecidos. A cenografia e arquitetura desse espaço são essenciais para a construção da atmosfera de luxo que acompanha toda a exposição. Ao lado dos vestidos, pequenas telas mostram fotos e vídeos da apresentadora usando as peças.

Foto: Guia da Semana

Depois de explorar seu closet, seguimos para o 19º andar, onde a exposição continua. A primeira ala no novo piso conta com nove aparelhos de televisão, alguns mais recentes e outros da década de 1950, todos projetando imagens de Hebe. Podemos ver entrevistas realizadas pela apresentadora e arquivos — alguns raros — de emissoras pelas quais passou, como TV Tupi, Record e SBT.

Seguindo em frente, nos deparamos com uma sala decorada com belas flores no teto e um piano de cauda onde é projetada a imagem de Hebe. No espaço, há bancos para que os visitantes se sentem e apreciem uma colagem de 10 minutos com vídeos de canções interpretadas por ela, mostrando também a relação que tinha com a música brasileira.

Foto: Guia da Semana

Depois disso, entramos em uma sala escura, onde podemos nos sentar e, por meio de um jogo de projeções e espelhos, vemos Hebe nos entrevistar. Com trechos de vídeos da apresentadora projetados ao lado de nossa imagem, nos sentimos como se estivéssemos conversando com ela – e Marcello Dantas nos encoraja a respondê-la!

O penúltimo espaço traz uma enorme mesa com um lugar vago, que seria o de Hebe, e, na outra ponta, uma televisão com imagens reais de seus fãs. Um menu sobre a mesa apresenta os pratos preferidos da apresentadora. Na parede ao lado, estão dispostas 96 de suas imagens ao lado de diversas personalidades próximas e grandes amigos.

Foto: Guia da Semana

A exposição chega ao fim, mas nos deparamos com uma última surpresa: somos convidados a entrar em uma cabine, onde tiramos uma foto. Logo uma notificação aparece na tela de nossos celulares e vemos uma imagem que certamente não poderia faltar em uma homenagem a Hebe Camargo: a apresentadora nos dando um de seus famosos selinhos. Você não vai querer perder, vai?


SERVIÇO: 

Exposição Hebe Eterna
Quando:
de 19 de fevereiro a 2 de junho de 2019
Horários: de terça a sábado, das 9h às 20h; domingo, das 9h às 19h
Endereço: Rua João Brícola, 24 - 8º. Andar - Centro (estação São Bento – linha 1, azul do metrô)
Ingresso: R$20,00 (inteira)

 


Atualizado em 20 Fev 2019.

Mais notícias

Saiba tudo sobre a exposição “Mickey 90 anos", em cartaz no Shopping JK Iguatemi

Exposição

Confira as exposições imperdíveis em São Paulo em 2019

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição "Hitchcock: Bastidores do Suspense", que chega ao MIS nesta sexta-feira (13)

Exposição

7 exposições em cartaz em São Paulo para visitar nas férias de julho

Exposição

Abertura da exposição Ex Africa, no CCBB, terá performance e debate com artistas; confira!

Exposição

Maio Fotografia do MIS terá cinco exposições simultâneas; confira

Exposição