Guia da Semana

15 livros que todo mundo deve ler antes de morrer

Confira obras que ultrapassaram o tempo e permanecem importantes e extremamente relevantes nos dias de hoje.

Livros. Paixão de uns, refúgio de outros; tanto para quem escreve como para quem lê. Há quem gostaria de ter mais horas no dia para poder ler mais, de tantas e tão célebras obras literárias já publicadas até hoje.

+ Veja toda a programação grátis de SP
+ Saiba quais museus têm entrada franca em quais dias

A tarefa de escolher apenas 15 livros obrigatórios é dificílima, mas o Guia da Semana elegeu e agora divide aqui. Veja a lista:

 

Os Miseráveis – Victor Hugo 

Jean Valjean é condenado a trabalhos forçados por ter roubado um pão em um dia em que os filhos de sua irmã tinham fome. Libertado 19 anos depois, adota outra identidade e transforma-se em um próspero empresário. Perseguido pelo inspetor Javert, é preso, mas consegue escapar. Resgata a pequena Cosette das mãos do terrível casal Thénardier, e vai morar com ela em um convento em Paris. Anos mais tarde, explodem conflitos políticos nas ruas da cidade: a Revolução Francesa.

 

 

 

 

 

 

 

O Iluminado – Stephen King 

O livro conta a história de Jack Torrance e sua família. Ele é um escritor que está tentando se curar do alcoolismo que o fez quebrar o braço de seu filho Danny e agredir um aluno na escola New England, o que custou seu emprego de professor.

Jack, sua esposa Wendy e Danny se mudaram para o resort hotel Overlook, pois Jack começou a trabalhar como zelador de inverno. O passado do hotel é fantasmagórico, Danny é telepata e sensível a forças sobrenaturais, e assim segue uma série de acontecimentos estranhos. O sucesso do livro foi tão grande que o diretor Stanley Kubrick dirigiu um filme de mesmo título, que até hoje é um dos mais marcantes de terror.

 

 

 

Dom Casmurro – Machado de Assis 

Este gênero é o mais difícil para escolher apenas um título, já que em todos os outros há um pouco de romance. Porém Dom Casmurro é leitura obrigatória; não há, na história, outro livro que possa ser comparado a ele.

O romance de Bento e Capitu, e a possível interferência do amigo Escobar, contados sob a mente não tão lúcida de Bentinho, nos levam a diversas interpretações. Podem-se fazer inúmeros debates e estudos, mas nunca conseguirá ser provado se Capitu traiu ou não Bentinho, o que faz deste um dos melhores romances de todos os tempos.

 

 

 

As Aventuras de Sherlock Holmes - Arthur Conan Doyle 

As Aventuras de Sherlock Holmes é uma coletânea de doze contos de aventuras do mais famoso detetive de todos os tempos. Foi publicada em 1892, mas originalmente publicados na revista Strand Magazine, nos anos de 1891 e 1892.

 

 

 

 

 

 

 

 

Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley

Datado de 1932, o livro narra um “hipotético” futuro onde as pessoas nascem todas de proveta e são submetidas a um condicionamento biológico desde o início. O objetivo é criar uma sociedade harmônica, com leis e regras sociais e organizada por castas. Não havia a ética religiosa nem valores morais, além de elevar Henry Ford ao nível de Deus pela criação da linha de montagem. Consumo, superficialidade, falta de relações afetivas, ausência do conceito de família e velhice, aliados aos efeitos da droga “soma” criam uma comunidade típica e, para os olhos mais atentos, com algumas semelhanças com os tempos atuais.

 

 

 

 

O Auto da Compadecida – Ariano Suassuna 

Este não é um livro propriamente de comédia, mas a forma com que foi escrito faz dele um dos mais divertidos da literatura nacional. O Auto da Compadecida é uma obra constituída pela descrição do cenário do sertão nordestino com muito bom humor.
As peripécias de Chicó e João Grilo retratam a alegria do povo nordestino, que mesmo com as adversidades da vida, não deixa de sorrir e sonhar.

 

 

 

 

 

 

1984 - GEORGE ORWELL

Winston, herói de '1984', último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que 'só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade - só o poder pelo poder, poder puro.'

 

 

 

 

 

DOM QUIXOTE - MIGUEL DE CERVANTES 

O livro traz a história de um ingênuo senhor rural cujo passatempo favorito era a leitura de livros de cavalaria. Na sua obsessão, acreditava literalmente nas aventuras escritas e decide tornar-se um cavaleiro andante. Suas viagens sucedem-se sob a alucinação de que estava vivendo na era da cavalaria; pessoas que encontrava nas estradas pareciam-lhe como cavaleiros em armas, damas em apuros, gigantes e monstros; até moinhos de vento na sua imaginação eram seres vivos. Combatendo as injustiças, o personagem enfrenta situações penosas e ridículas, mantendo, porém, uma figura nobre e patética.

 

 

 

 

O LIVRO DO DESASSOSSEGO - FERNANDO PESSOA

O narrador principal das centenas de fragmentos que compõem este livro é o 'semi-heterônimo' Bernardo Soares. Ajudante de guarda-livros na cidade de Lisboa, ele escreve sua 'autobiografia sem factos', sem encadeamento narrativo claro e sem uma noção de tempo definida. Ainda assim, foi nesta obra que Fernando Pessoa mais se aproximou do gênero romance. Os temas, adequados a um diário íntimo, são permeados pelo tom de uma intimidade que nunca encontrará ponto de repouso. Na prosa metódica do 'Livro do desassossego', Pessoa criou um mundo; e nele faz fluir todas as suas perspectivas poéticas.

 

 

 

 

O HOMEM SEM QUALIDADES - ROBERT MUSIL 

Nesta que é considerada uma das obras literárias mais importantes do século XX, o autor Robert Musil tece uma intrincada trama centralizada em Ulrich. O personagem vive diversas experiências, viaja ao exterior e, às vésperas da Primeira Guerra Mundial, retorna a Viena, convivendo com os mais diversos tipos humanos. Este romance-ensaio mostra a decadência dos valores vigentes até o início do século passado, marcando a perda de posição da Europa na decisão dos rumos políticos e econômicos mundiais.

 

 

 

 

O APANHADOR NO CAMPO DE CENTEIO - J.D. SALINGER 

Um garoto americano de 16 anos relata com suas próprias palavras as experiências que ele atravessa durante os tempos de escola e depois. Revela o que se passa em sua cabeça. O que será que um adolescente pensa sobre seus pais, professores e amigos?
 

 

 

 

 

 

 

A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER - MILAN KUNDERA

É um livro em que o desenvolvimento dos enredos erótico-amorosos se conjuga com extrema felicidade à descrição de um tempo histórico politicamente opressivo e à reflexão sobre a existência humana como um enigma que resiste à decifração - o que lhe dá um interesse sempre renovado. Quatro personagens protagonizam essa história - Tereza e Tomas, Sabina e Franz. Por força de suas escolhas ou por interferência do acaso, cada um deles experimenta, à sua maneira, o peso insustentável que baliza a vida, esse permanente exercício de reconhecer a opressão e de tentar amenizá-la.

 

 

 

 

A VIDA, MODO DE USAR - GEORGES PEREC 

A vida modo de usar, publicado em Paris em 1978 - quatro anos antes da morte prematura do Georges Perec, fundador ao lado de Raymond Queneau do grupo de experimentação literária OuLiPo - é recorrentemente considerado um dos grandes romances da segunda metade do século XX. Na verdade uma teia de romances (no plural, como enfatizava o autor), o livro é composto por uma miríade de histórias e 'sub-histórias', a um primeiro olhar banais, envolvendo os habitantes de um edifício em Paris, e que se entrecruzam como as peças de um puzzle.

 

 

 

 

 

LOLITA - VLADIMIR NABOKOV

A obra narra o amor obsessivo de Humbert Humbert, um cínico intelectual de meia-idade, por Dolores Haze, Lolita, 12 anos, uma ninfeta que inflama suas loucuras e seus desejos mais agudos. Como autêntica aventura intelectual que é, não costuma deixar nenhum autor indiferente. 

Atualizado em 9 Jun 2016.

Por Rafaela Piccin
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Os 10 livros mais lidos de todos os tempos

Confira um ranking dos livros mais vendidos

7 livros para começar 2018 com o pé direito

Confira uma lista com livros otimistas para se inspirar

Saga "Cinquenta Tons" vai ganhar livro com visão de Christian Grey

Nova versão será lançada em novembro, de acordo com a autora

Bienal do Livro 2017 terá lançamentos da Turma da Mônica e presença de Mauricio de Sousa; saiba mais!

Evento acontece entre 31 de agosto e 10 de setembro no Rio de Janeiro

Amazon antecipa "Book Friday" com descontos de até 90%; saiba mais!

Promoção começa ao meio-dia desta quinta-feira (17)

Clube de Autores oferece 20% de desconto em livros impressos e e-books nesta terça-feira (25)

Em comemoração ao Dia do Escritor, site de autopublicação oferece voucher de desconto aos leitores do Guia da Semana