Guia da Semana
Moda e Beleza
Por Redação Guia da Semana

7 dicas essenciais para cuidar de cabelos com química

Faz progressiva? Descolore a madeixa? Vem ver como seus fios devem ser tratados.

Como cuidar de cabelos com química?

Mudar a cor dos cabelos é uma excelente saída para sair da rotina e elevar a autoestima. Seja para dar aquela repaginada no visual, ou mesmo para cobrir os indesejáveis fios brancos, quem tem o hábito de tingir os cabelos deve tomar algumas precauções para garantir a durabilidade da cor e, principalmente, a saúde dos fios e do couro cabeludo.

Independentemente da tonalidade, todo cabelo que passar por processo de descoloração ou tintura precisa de cuidados especiais e contínuos para manter a estrutura dos fios fortes.

Isso porque as tinturas, assim como outras químicas como a escova progressiva, contêm algumas substâncias que podem danificar a cutícula dos fios, por exemplo os oxidantes presentes na água oxigenada e a amônia dos alisamentos.

Para evitar danos ao cabelo e prejudicar seu aspecto depois de tratamentos químicos e tinturas, veja algumas dicas para os cuidados diários com os fios.

Shampoo e condicionador específicos

A indústria cosmética evoluiu muito em relação a produtos para os cabelos. Por isso, opte por shampoos e condicionadores desenvolvidos especialmente para cabelos tingidos. Eles geralmente são formulados com substâncias antioxidantes e baixos índices de sulfatos, ajudando a prolongar a duração da cor.

Lave os cabelos com água fria

A água quente é inimiga não só da pele, mas também dos cabelos. A alta temperatura resseca o couro cabeludo e os fios, pois remove a oleosidade natural do cabelo. Mesmo quem sofre com excesso de oleosidade deve evitar a água quente, que estimula ainda mais a fabricação do óleo natural que protege os fios, causando um desequilíbrio.

Sempre que possível, lave e enxágue os cabelos com água fria, que ajuda a manter o brilho, a textura e a cor das madeixas.

Hidratação é fundamental

Nenhuma coloração vai durar muito se for aplicada em um cabelo danificado. As cutículas do cabelo devem se manter bem seladas para segurar melhor a pigmentação. Além disso, o próprio processo de tingimento pode abrir essas cutículas e deixar os fios com um aspecto ressecado.

Por isso, é muito importante realizar uma hidratação intensa alguns dias antes de tingir o cabelo, e seguir com a rotina pelo menos uma vez a cada 10 dias. Cabelos mais ressecados podem ser hidratados uma vez por semana.

A mesma recomendação vale para cabelos que passaram por outro tipo de modificação, como alisamentos, escovas químicas ou permanentes.

Proteja-se do sol

Além da pele, os fios sofrem alteração por causa da radiação solar. Não exponha os fios aos raios UV sem utilizar protetor solar próprio para os cabelos. Caso contrário, a tintura e a química vão oxidar mais rapidamente, além de acelerar o processo de ressecamento dos fios.

Evite piscinas

O cloro é um dos principais vilões do ressecamento e das alterações na coloração. Cabelos descoloridos e tons louros ficam esverdeados em contato com a substância, e só bons produtos de linha profissional poderão desfazer o estrago na cor e na textura. Os tons escuros também ficam avermelhados quando expostos ao cloro, e uma nova coloração terá de ser aplicada. Por isso, se for inevitável cair na piscina, use sempre touca impermeável e proteja seus fios.

Um processo por vez 


Após passar por qualquer processo químico, o couro cabeludo e os fios precisam de um descanso antes de um próximo procedimento. Por exemplo, se os fios foram platinados, siga todos os cuidados recomendados e espere um intervalo de ao menos um mês para realizar uma nova descoloração. O mesmo vale para quem tingiu ontem com uma cor escura e pretende fazer uma progressiva logo em seguida: o resultado será desastroso.

Dê um tempo para que seu cabelo se acostume com os produtos e se recupere antes de submetê-lo a novos tratamentos químicos.

Turbine seus cremes

Adicionar ampolas de vitaminas no creme hidratante de sua preferência ajuda a manter os cabelos mais saudáveis, macios, resistentes e, consequentemente, mais fortes para a próxima sessão de tintura. A Vitamina E, por exemplo, é um excelente antioxidante e ajuda a reforçar a fibra capilar. Já a ceramida é responsável por ativar a formação de novas células que compõem a estrutura capilar dos fios e a raiz do cabelo.


Atualizado em 29 Jul 2015.

Mais notícias

Inspirações de maquiagens e penteados para arrasar nas festas juninas

Moda e Beleza

15 inspirações de vestidos de noiva para quem quer casar ao ar livre

Moda e Beleza

De brilho a degradê: 5 tendências de unhas para apostar no inverno 2019

Moda e Beleza

Aposte sem medo: 5 tendências de cabelo para o outono/inverno 2019

Moda e Beleza

5 tendências de maquiagem para apostar no outono/inverno 2019

Moda e Beleza

Inverno 2019: 5 modelos de botas que vão bombar na estação

Moda e Beleza