Guia da Semana
Música
Por Edson Castro

Daniela Mercury abre a Virada Cultural 2013 com homenagem à música brasileira

Cantora baiana faz homenagem a música brasileira em clima de samba jazz no primeiro show da Virada.

Daniela Mercury se apresenta no Palco Júlio Prestes junto ao Zimbo Trio (Divulgação)

Aos 47 anos de idade, sendo 30 deles de estrada, coube a Daniela Mercury abrir a Virada Cultural 2013 no Palco Júlio Prestes.  Foi com um "viva a música brasileira" que começou o show da cantora junto ao Zimbo Trio.

Composto pelo pianista Amilton Godoy, o baterista Percio Sápia e o baixista Marinho Andreotti, o Zimbo Trio soltou as primeiras notas do Palco Júlio Prestes dando uma prévia do samba jazz que tomou conta da apresentação. Quando Daniela entrou no palco, a escolhida para abrir o show foi "Madalena", seguida de uma oração a Ave Maria como pedido para abençoar a apresentação.

No palco, a baiana mostrou que está mais diva do que nunca e não poupou sorrisos ao público que lotou os arredores da praça Júlio Prestes. A homenagem à música brasileira seguiu com poucas músicas autorais, mas de excelentíssima qualidade, como "Wave" e "Águas de Março", de Tom Jobim, e "Como Nossos Pais" e "Fascinação", de Elis Regina, todas acompanhadas em uníssono pelo público.

Muito falada no momento por ter assumido seu relacionamento com a jornalista Malu Verçosa, Daniela não deixou de lado questões políticas durante sua apresentação. "Todos têm direito de serem como querem", disse a cantora na já esperada militância em prol dos direitos da comunicadade LGBT. 

Ao longo do show, Daniela também se referiu aos direitos das crianças, das mulheres e se colocou contra o machismo que existe até os dias de hoje. "Quando o bem não se manifesta, o mal toma conta, então vamos tomar conta dessa país?", foi a pergunta que Daniela fez em referência ao deputado Marcos Feliciano.

Na mais de uma hora de clássicos brasileiros, Daniela Mercury cantou e encantou quem foi conferir a abertura da Virada Cultural. Para encerrar, a mais do que conhecida "O Canto da Cidade" incendiou o público. Ótimo jeito de encerrar um show cheio de brasilidade e senso político. Mérito de Daniela e do excelente acompanhamento do Zimbo Trio. "Eu só aprendi a cantar samba por causa de vocês", agradeceu Daniela ao trio.


Por Edson Castro

Atualizado em 19 Mai 2013.

Mais notícias

Músicas que prometem bombar no Carnaval 2019

Música

10 músicas que prometem bombar no verão 2019

Música

Saiba como assistir ao Grammy Latino 2018 ao vivo

Música

Divulgados os indicados ao Grammy Latino 2018; confira!

Música

As melhores músicas de 2018... até agora

Música

12 músicas que falam sobre comida (e que você precisa adicionar na sua playlist)

Música