Guia da Semana

Aprenda a fazer a sopa de cebola do CEAGESP

Confira a receita do famoso prato e faça em casa.

Quando falamos no festival de sopas do Ceagesp, impossível não pensar na famosa sopa de cebola. Tão querida pelos paulistanos, o festival chega a ter fila de horas só por causa dela.

Ícone da Ceagesp, a sopa de cebola fez muito sucesso no final da década de 1960 e começo de 1970, no período da construção do ETSP, na Vila Leopoldina. Naquela época, o prato era servido para os comerciantes atacadistas no antigo restaurante Ceasa. A iguaria repercutiu tanto entre os comerciantes, e depois entre os compradores que madrugavam no antigo entreposto, que acabou fazendo fama na cidade, muito carente, à época, de locais que servissem comida na madrugada. 


Desde o fechamento do antigo restaurante, em meados da década de 1980, o sabor daquele prato que aquecia as madrugadas frias da então “terra da garoa”, como São Paulo era conhecida, permanece até hoje na memória dos paulistanos. Quando foi realizada a primeira edição do Festival de Sopas, na programação dos 40 anos da Ceagesp, o sucesso e a aprovação foram tão grandes que o evento passou a ser anual. Por isso, durante o período de inverno, a Ceagesp prestigia todos os amantes da sopa, e até quem ainda não conhece, mas ouve falar muito do prato, com a realização do Festival, que chega neste ano à sua sétima edição.

Festival de Sopas

A edição 2015 do Festival de Sopas CEAGESP começa no dia 6 de maio, quarta-feira, no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP), na Vila Leopoldina, zona oeste da capital, e vai até 30 de agosto. Por um preço fixo de R$ 32,90, cada pessoa poderá servir-se à vontade de cinco opções de caldos, que incluem as tradicionais sopas de cebola, gratinada e sem gratinar. Saiba aqui tudo sobre o festival.

Que tal então preparar essa delícia em casa para se esquentar nos dias frios? Conseguimos a receita secreta da tão falada sopa, confira:

Sopa de Cebola Gratinada – Por Ivar Felix

Ingredientes (para 10 porções)
1 kg de cebola
1/2 kg de músculo ou carne magra
300 g de tomate
200 g de cenoura
250 g de farinha de trigo
150 g de queijo parmesão ralado
100 g de manteiga ou margarina
4 litros de água
300 ml de vinho branco
2 talos de salsão
1 alho-poró inteiro, com folhas
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 pão francês
Sal e pimenta do reino a gosto


Modo de preparo

Em uma panela grande (capacidade para seis litros), refogue, na manteiga, o alho, as 2 cebolas (cordadas em 4 pedaços), a cenoura, o alho-poró, o músculo, tudo previamente picado, com a folha de louro, sal e pimenta do reino. Acrescente a água e cozinhe em fogo baixo por dez horas ou em panela de pressão por uma hora. Em outra panela, adicione a manteiga, a farinha e a cebola (cortada em tiras finas), e mexa até que fique tudo bem misturado. Adicione o caldo e refogue por 20 minutos. Finalize com o vinho branco e deixe evaporar por aproximadamente 5 minutos.Transfira para uma sopeira, corte fatias grossas de pão francês e mergulhe na sopa. Acrescente o queijo parmesão ralado. Leve ao forno entre 180ºC e 200 ºC, por dez minutos para gratinar. Sirva bem quentinha.

Atualizado em 10 Mai 2016.

Por Marina Marques
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Com até 16 fatias de bacon, Burger King lança maior sanduíche da marca no Brasil

Mega Stacker Atômico chega em edição limitada em todas as lojas da rede no país

Burger King lança novas sobremesas com Oreo; confira!

BK Mix Oreo e o BK Shake Oreo são as novas sobremesas da rede

Taco Bell lança promoção “Churros em Dobro” em todas as lojas

Duas porções de mini churros da rede saem por R$ 6,50

Osteria Terra Madre: aclamado wine bar curitibano abre as portas em SP

Estabelecimento traz culinária italiana e 1.900 rótulos de vinho para harmonizar

Hamburgueria de Masterchefs é novidade no Itaim e traz cardápio bem brasileiro

Novidade acaba de ser inaugurada pelas ex-Masterchef Livia Cathiard e Raquel Novais

Doceria faz sucesso nas redes sociais com sobremesas exuberantes

Loja em Sorocaba deixa todo mundo com água na boca com suas criações nada convencionais